quarta-feira, dezembro 7Notícias Importantes
Shadow

Supremo Tribunal Federal

Marco Aurélio Mello decide adiar depoimento de Bolsonaro

Marco Aurélio Mello decide adiar depoimento de Bolsonaro

Destaque, Jair Bolsonaro, Marco Aurélio Mello, Notícias, Supremo Tribunal Federal
Decisão vale até que o plenário do STF analise um pedido da Advocacia-Geral da União para que o presidente responda aos investigadores por escrito Ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, decidiu adiar o depoimento do presidente Jair Bolsonaro no inquérito que apura interferência na Polícia Federal. A informação é da CNN Brasil. A decisão vale até que o plenário da Corte analise um pedido da Advocacia-Geral da União para que o presidente responda aos investigadores por escrito. A PF havia intimado Bolsonaro a depor presencialmente entre os próximos dias 21 e 23 de setembro. Segundo a emissora, o caso ainda não chegou a Marco Aurélio Mello, mas a decisão de congelar o caso já estaria tomada. LEIA MAIS:...
Revista revela a relação entre Toffoli e empreiteiras

Revista revela a relação entre Toffoli e empreiteiras

Destaque, Dias Toffoli, Notícias, Supremo Tribunal Federal
Revista Crusoé teve acesso à íntegra do material reunido pelos investigadores da PGR e à gravação de depoimento sigiloso de Marcelo Odebrecht Ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli | Foto: Fellipe Sampaio A revista digital Crusoé teve acesso à integra da apuração da Procuradoria-Geral da República sobre a relação de Dias Toffoli com as empreiteiras Odebrecht e OAS. Em abril de 2019, uma reportagem da revista intitulada “O amigo do amigo de meu pai” foi censurada pelo ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito das Fake News. Segundo o empreiteiro Marcelo Odebrecht, o codinome fazia referência a José Antonio Dias Toffoli, hoje ministro do Supremo Tribunal Federal, que à altura da troca de mensagens ocupava o posto de advogado-geral da União. “Os procuradores viram n...
Inquérito das ‘fake news’: Alexandre de Moraes reclama de quem considera ‘picuinha’ do STF

Inquérito das ‘fake news’: Alexandre de Moraes reclama de quem considera ‘picuinha’ do STF

inquérito, Inquérito das fake news, Notícias, STF, Supremo, Supremo Tribunal Federal
Ministro afirma que investigação não foca em punir quem critica integrantes do Supremo O ministro Alexandre de Moraes, do STF | Foto: REPRODUÇÃO/ABRAJI O criticado inquérito das fake news voltou a ser publicamente defendido pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com ele, a investigação é séria. Não é, conforme defendeu em entrevista divulgada na manhã de hoje, “picuinha” por parte dos integrantes da Corte. Leia mais: “Inquérito das fake news é fruto de ‘interpretação mirabolante do STF’, afirma juíza” “É muito mais grave do que as pessoas achavam e continuavam achando”, disse Moraes ao participar da 15ª edição do Congresso Internacional de Jornalismo Investigativo. “Às vezes as pessoas acham que é picuinha, e eu já ouvi muito isso, ...
Em 2017, STF autorizou Temer a depor por escrito no inquérito dos Portos

Em 2017, STF autorizou Temer a depor por escrito no inquérito dos Portos

Barroso, inquérito dos portos, Michel Temer, Política, STF, Supremo, Supremo Tribunal Federal, Supremo Tribunal Federal (STF), Temer
Em 2017, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, autorizou o depoimento por escrito do então presidente, Michel Temer, no inquérito aberto pela Corte. A ação investigava o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A por meio da edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017). “Assim, mesmo figurando o senhor presidente na condição de investigado em inquérito policial, seja-lhe facultado indicar data e local onde queira ser ouvido pela autoridade policial, bem como informar se prefere encaminhar por escrito sua manifestação, assegurado, ainda, seu direito constitucional de se manter em silêncio”, decidiu Barroso. No inquérito dos Portos, Temer era investigado pelo suposto favorecimento ilegal da empresa Rodrimar por meio da edição do chamado “Decreto ...
× Como posso te ajudar?