segunda-feira, julho 26Notícias Importantes
Shadow

Política

Atos contra Bolsonaro acontecem pelo Brasil e mobilizam oposição nas redes

Atos contra Bolsonaro acontecem pelo Brasil e mobilizam oposição nas redes

Notícias, Política
Os atos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acontecem em várias capitais do país e do mundo e mobilizam as redes sociais neste sábado (24). Políticos de oposição convocam a participação do público e postam fotos de protestos no Brasil e no exterior, pelo impeachment do presidente e pela defesa da democracia. Os manifestantes também pedem vacina para todos e auxílio emergencial de R$ 600.Segundo a campanha Fora Bolsonaro, criada pela Frente Brasil Popular e a Frente Povo sem Medo, estão previstos 468 atos em todos os Estados brasileiros e em outros 12 países.Em São Paulo, a manifestação está marcada para as 15 horas e contará com a participação também de um bloco suprapartidário formado pelos partidos políticos Cidadania, PV, PCdoB, PDT, PSB, PSDB, Rede Sustentabilidade e Soli...
Flávio Bolsonaro é vacinado contra Covid e internet não perdoa: ‘Covaxin não tinha, senador?’

Flávio Bolsonaro é vacinado contra Covid e internet não perdoa: ‘Covaxin não tinha, senador?’

Notícias, Política
Defensor da cloroquina e do chamado tratamento precoce, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) foi vacinado contra Covid-19 nesta quinta-feira.  O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, aplicou o imunizante da AstraZeneca no parlamentar, primeiro do clã Bolsonaro a divulgar que foi imunizado.“Acabo de me vacinar contra a Covid. O Ministro Marcelo Queiroga me vacinou com a AstraZeneca/Fiocruz, produzida no Rio de Janeiro, eficaz e bem mais barata que a de outros fabricantes.Obrigado ao “negacionista” Jair Bolsonaro por garantir a vacina nos braços de todos os brasileiros!”, ironizou Flávio no Twitter.Internautas contestaram o filho presidente. “Não precisa colocar negacionista entre aspas não, grande empresário do ramo dos chocolates. Seu pai é negacionista mesmo. Cadê o vídeo dele va...
CPI da Covid: Senadores dividem-se em sete núcleos para acelerar investigações

CPI da Covid: Senadores dividem-se em sete núcleos para acelerar investigações

Notícias, Política
A CPI da Covid dividiu a investigação sobre suposta omissão e corrupção do governo federal na pandemia em subgrupos. Em reunião, os senadores entenderam que os documentos referentes a cada assunto serão apurados por sete núcleos.A "força-tarefa" da CPI conta com o reforço das senadoras Simone Tebet (MDB-MS) e Eliziane Gama (Cidadania-MA), que não são titulares da comissão, mas têm comparecendo aos depoimentos e acompanhando as investigações. A ideia é que os núcleos ajudem a estruturar um material consistente, baseado nos documentos recebidos, para auxiliar na produção do relatório final, do relator Renan Calheiros (MDB-AL).A compra da vacina indiana Covaxin vai ser apurada por um dos grupos por suspeita de corrupção na negociação. O Ministério da Saúde fechou contrato com a empresa Preci...
Randolfe Rodrigues apresenta queixa-crime contra Bolsonaro por difamação

Randolfe Rodrigues apresenta queixa-crime contra Bolsonaro por difamação

Notícias, Política
O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou nesta terça-feira (20) queixa-crime contra o presidente Jair Bolsonaro por difamação. De acordo com o parlamentar, Bolsonaro feriu sua reputação ao tentar associá-lo às supostas irregularidades para a compra da Covaxin. "Essa covardia de fake news precisa acabar!", declarou Rodrigues em suas redes sociais.Na segunda-feira (19), Bolsonaro usou suas redes sociais para fazer publicações contra o senador, afirmando que Randolfe pressionou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a realizar a compra da vacina Covaxin. Atualmente, a compra do imunizante está na mira da CPI por suspeitas de superfaturamento em contratos.Bolsonaro também acusou o comando da CPI de ten...
Para evitar impeachment, Arthur Lira articula proposta de semipresidencialismo

Para evitar impeachment, Arthur Lira articula proposta de semipresidencialismo

Notícias, Política
Disposto a esvaziar a pressão para autorizar o impeachment de Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Arthur Lira (Progressistas-AL), articula com aliados a mudança no sistema de governo por meio de uma proposta de emenda à Constituição (PEC). A um ano e três meses das eleições de 2022 e sob a justificativa de que o presidencialismo virou uma fonte inesgotável de crises, a ideia apoiada por Lira e nomes de peso do mundo político e jurídico prevê a adoção do regime semipresidencialista no Brasil.O modelo introduz no cenário político a figura do primeiro-ministro e aumenta o poder do Congresso. Embora a proposta determine que o novo sistema tenha início apenas no primeiro dia do "mandato presidencial subsequente" à promulgação da emenda, sem fixar datas, o presidente da Câmara, ministros do ...
Empresário recebido por Pazuello para intermediar vacina foi condenado por fraude em importação

Empresário recebido por Pazuello para intermediar vacina foi condenado por fraude em importação

Notícias, Política
O então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, abriu as portas do ministério para representantes de uma empresa que pretendia intermediar a venda ao governo de 30 milhões de doses da Coronavac, vacina do laboratório chinês Sinovac já em uso no País graças à parceria com o Instituto Butantan.A World Brands Distribuição, de Santa Catarina, está registrada em nome do empresário Jaime José Tomaselli. Ele foi um dos três condenados pela Justiça Federal de Itajaí (SC), em maio de 2014, por participar de um conluio que fraudou documentos de importação de produtos. Segundo a decisão do juiz Marcelo Micheloti, notas fiscais de importação de "carrinhos de controle remoto, embalagens em cartela de papel com plástico e lâmpadas fluorescentes" eram falsamente emitidas em nome de uma das empresas de...
Políticos tentam convencer Moro a disputar a Presidência contra Lula e Bolsonaro

Políticos tentam convencer Moro a disputar a Presidência contra Lula e Bolsonaro

Notícias, Política
Defensores do nome de Sérgio Moro para a disputa presidencial deflagraram um movimento político para tentar convencer o ex-ministro da Justiça a disputar a eleição presidencial do próximo ano. A campanha, batizada de "Moro 2022 contra o sistema", defende que o ex-juiz ocupe a faixa da "terceira via", como alternativa às candidaturas do presidente Jair Bolsonaro e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O movimento também se intensificou com a presença de Moro no Brasil - hoje ele está morando e trabalhando nos Estados Unidos -, onde teve conversas com políticos que defendem sua candidatura e com outras lideranças.Para apoiadores, Moro não definiu ainda se está disposto a se lançar como candidato ao Planalto. Mas, segundo o senador Oriovisto Guimarães (Podemos-PR), de quem é próximo po...
Prorrogada, CPI da Covid amplia quebras de sigilo para acessar dados desde 2018

Prorrogada, CPI da Covid amplia quebras de sigilo para acessar dados desde 2018

Notícias, Política
Na esteira de requerimentos aprovados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, nesta manhã, o colegiado também aprovou emenda de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que determinou a ampliação do período de vigência das quebras de sigilo bancário e fiscal feitas pelo colegiado para englobar o período de atuação de ex-ministros para antes do governo Bolsonaro (sem partido).As quebras, que inicialmente estavam relacionadas a 2020 e 2021, com a aprovação do pedido, passam a ter como termo inicial o ano de 2018, ano de período eleitoral. De acordo com o autor do requerimento, o pedido visa "permitir a análise comparativa entre os períodos pré e pós-pandemia". O pedido, no entanto, desagradou a base governista da comissão.O senador Marcos Rogério (DEM-RO), que ped...
Bolsonaro é internado com crise de soluços e cancela reunião com chefes de poderes

Bolsonaro é internado com crise de soluços e cancela reunião com chefes de poderes

Notícias, Política
"Por orientação médica, o presidente ficará sob observação, no período de 24 a 48 horas" (Alan Santos/PR) O presidente Jair Bolsonaro deu entrada no hospital das Forças Armadas na madrugada desta quarta-feira, 14, com dores abdominais, e faz uma série de exames. A informação é que o presidente já se encontra bem e sem dores. A informação foi confirmada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria.Em função dos problemas médicos de Bolsonaro, foi cancelada a reunião que estava prevista entre os presidentes dos Poderes Judiciário, Executivo e Legislativo prevista para esta quarta-feira, 14. O encontro será oportunamente reagendado.“O Presidente da República, Jair Bolsonaro, por orientação de sua equipe médica, deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, nesta quarta-fe...
Procuradores do Conselho Superior do MPF pedem que Bolsonaro seja investigado

Procuradores do Conselho Superior do MPF pedem que Bolsonaro seja investigado

Notícias, Política
Cinco dos 11 integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF), dentre eles os três subprocuradores-gerais que compõem a lista tríplice de indicados da instituição ao cargo de procurador-geral da República, encaminharam um documento a Augusto Aras, atual PGR, acionando-o na condição de Procurador-Geral Eleitoral para que investigue o presidente Jair Bolsonaro pelo crime de abuso de poder de autoridade nos recentes ataques ao sistema eleitoral. Na petição é mencionada a possibilidade de o MPF solicitar a inelegibilidade e a cassação do registro de candidatura do presidente, caso seja confirmado o crime eleitoral."Daí a necessidade do olhar do Ministério Público Eleitoral, numa perspectiva preventiva, a fim de detectar, nos fatos ora noticiados, elementos potencialmente...
× Como posso te ajudar?