quinta-feira, junho 20Notícias Importantes
Shadow

Orçamento

Planalto deve enviar hoje ao Congresso projeto para orientar Orçamento de 2022

Planalto deve enviar hoje ao Congresso projeto para orientar Orçamento de 2022

Notícias, Orçamento, Política
Em meio a impasses sobre o Orçamento de 2021, o Palácio do Planalto deve enviar ao Congresso Nacional nesta quinta-feira, 15, o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022. O texto vai orientar a elaboração do Orçamento do próximo ano e precisa ser votado até 17 de julho. O projeto da LDO de 2022 deve ser apresentado antes que o Orçamento de 2021 tenha sido sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro. Governo e Congresso buscam uma solução para o texto, que retirou R$ 26 bilhões que seriam usados com despesas obrigatórias e colocou o montante obras e ações de interesse dos parlamentares. -Publicidade- Leia mais: “‘CPI da Covid’: senador articula-se para adiar instalação da comissão para outubro” A Lei de Diretrizes Orçamentárias estabelece metas e prioridades para o ano segu...
‘Inexequível’, diz Guedes sobre Orçamento de 2021 aprovado pelo Congresso

‘Inexequível’, diz Guedes sobre Orçamento de 2021 aprovado pelo Congresso

Bolsonaro, economia, Notícias, Orçamento, Paulo Guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes, avisou o presidente Jair Bolsonaro que o Orçamento de 2021 ficará “inexequível” com as manobras contábeis aprovadas pelo Congresso para acomodar o festival de emendas parlamentares. Cálculos da equipe econômica feitos ontem, sexta-feira 26, mostram que a máquina do governo teria de funcionar com apenas R$ 49,5 bilhões até o fim do ano — praticamente a metade do que os especialistas consideram o patamar mínimo para não ter uma paralisação. Esse é o espaço que sobrará para gastar depois do contingenciamento de despesas que terá de ser feito para o cumprimento do teto de gastos (a regra que limita o crescimento das despesas à variação da inflação). O encontro entre Guedes e Bolsonaro ocorreu ainda na quinta-feira 25, dia da votação pelo plenário do Congre...
Congresso aprova Orçamento de 2021

Congresso aprova Orçamento de 2021

congresso, economia, Notícias, Orçamento
O Congresso Nacional aprovou nesta quinta-feira, 25, o Orçamento de 2021. Agora, a proposta segue para sanção presidencial. O texto aprovado prevê R$ 26 bilhões a mais para emendas parlamentares destinadas a obras e ações de interesse de deputados e senadores. Os recursos foram viabilizados por meio de cortes em áreas como a Previdência e gastos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) com seguro-desemprego e abono salarial. O Orçamento aprovado também reduziu de R$ 2 bilhões para R$ 71 milhões os recursos previstos para o censo demográfico deste ano. Além disso, o Orçamento condiciona R$ 4 bilhões em gastos deste ano a aprovação de novas regras para o auxílio-doença. A proposta, que será enviada dentro de um mês, é transferir o pagamento de auxílio-doença de trabalhadores para as empresas,...
Correios podem gerar rombo de R$ 20 bi ao Orçamento

Correios podem gerar rombo de R$ 20 bi ao Orçamento

Correios, economia, Notícias, Orçamento
Estudo foi enviado ao Tribunal Superior do Trabalho; governo já concluiu projeto de lei que acelera a privatização da estatal Caso a empresa se torne dependente do governo, todas as suas despesas passarão a contar para o teto de gastos | Foto: Divulgação/Agência Brasil O governo Jair Bolsonaro prevê que os Correios se tornarão uma empresa dependente do Tesouro Nacional. Ou seja, vai precisar do dinheiro dos pagadores de impostos para sobreviver. Por ano, o prejuízo aos cofres públicos seria de R$ 20 bilhões. A informação consta num documento entregue pela Advocacia-Geral da União (AGU) aos ministros do Tribunal Superior do Trabalho. “Atualmente, a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) registra resultados positivos, mas tímidos e cadentes. Em 2019, o lucro líquido apurado foi d...
Orçamento da Saúde tem corte de R$ 820 milhões em SP

Orçamento da Saúde tem corte de R$ 820 milhões em SP

João Doria, Notícias, Orçamento, pandemia, Política, Saúde
Valor destinado pela administração de João Doria caiu de R$ 24,5 bilhões em 2020 para R$ 23,7 bilhões em 2021 Doria cortará R$ 820 milhões de orçamento da Saúde de SP para 2021 Foto: Governo do Estado de São Paulo Mesmo com novos equipamentos de saúde tendo surgido às pressas depois da pandemia de coronavírus e aumentando os custos, o governador de São Paulo, João Doria, enviou o Orçamento do Estado com corte na área. Em 2020, o valor destinado para a pasta foi de R$ 24,5 bilhões. Para o próximo ano, de acordo com a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, os recursos serão de R$ 23,7 bilhões, uma diferença de R$ 820 milhões. “O governo de São Paulo não está passando uma tesoura normal na Saúde”, diz o deputado estadual Paulo Fiorilo (PT). “É uma tesoura de poda, daquelas bem grandes.” A...
Com aval de Bolsonaro, relator do Orçamento vai propor programa social

Com aval de Bolsonaro, relator do Orçamento vai propor programa social

Bolsonaro, congresso, economia, Notícias, Orçamento, Paulo Guedes, Política, Renda Brasil
Um dia após presidente vetar Renda Brasil, senador Márcio Bittar alega que vai discutir outro programa com o Congresso Senador Márcio Bittar (MDB-AC) é o relator do Orçamento de 2021Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado O relator da Lei Orçamentária de 2021, senador Márcio Bittar (MDB-AC), afirmou nesta quarta-feira, 16, que vai propor a criação de um programa social durante a discussão da proposta no Congresso. De acordo com o emedebista, a sugestão conta com o aval do presidente Jair Bolsonaro. “Fui solicitar ao presidente se ele me autorizava a colocar dentro do Orçamento a criação de um programa social que possa atender milhões de brasileiros. O presidente me autorizou”, disse Bittar. A sinalização para a criação de um programa social ocorreu um dia depois de o presidente cancelar o pr...
Orçamento 2021: Ministérios da Educação, Cidadania, Comunicações e Defesa terão mais dinheiro no ano que vem

Orçamento 2021: Ministérios da Educação, Cidadania, Comunicações e Defesa terão mais dinheiro no ano que vem

economia, Orçamento, Orçamento 2021
Orçamento 2021 Os ministérios da Educação, da Defesa, da Cidadania e das Comunicações terão um reforço em seu Orçamento em 2021, de acordo com a proposta enviada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional nesta segunda-feira (31). Já as pastas da Infraestrutura e do Desenvolvimento Regional terão queda nos gastos totais, embora suas despesas discricionárias devam subir em 2021. O Ministério do Meio Ambiente também terá corte no Orçamento. O Ministério da Defesa terá R$ 1,5 bilhão a mais do que no Orçamento aprovado para 2020. Os gastos da pasta devem somar R$ 116,127 bilhões no ano que vem. Nas Comunicações, pasta recriada este ano, o gasto previsto para 2021 é de R$ 4,053 bilhões – R$ 2,681 bilhões a mais do que o autorizado neste ano. Na Educação, a despesa total...
× Como posso te ajudar?