quinta-feira, janeiro 21Notícias Importantes
Shadow

hacker

‘Lava Jato queria prender Gilmar Mendes e Dias Toffoli’ — revela Hacker

‘Lava Jato queria prender Gilmar Mendes e Dias Toffoli’ — revela Hacker

ATUALIDADES, hacker, Notícias, Política, Suprema corte
O hacker de Araraquara, conhecido como Walter Delgatti Neto, concedeu uma entrevista exclusiva à CNN Brasil, que vai ao ar neste domingo (20), a partir das 19h20. Delgatti foi preso no ano passado, apontado pela Polícia Federal (PF) como tendo sido responsável por uma série de invasões à celulares de autoridades da República, como Sérgio Moro, ministro da Justiça na época. Pela primeira vez, após sair da prisão, o hacker falou sobre o caso. Segundo ele, alguns ministros do Supremo Tribunal Federal estavam na mira da força-tarefa da Operação Lava Jato. De acordo com Delgatti, a força-tarefa tinha como intenção prender os ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Fonte: CNN Brasil
PF prende suspeito de ataque hacker ao sistema do TSE

PF prende suspeito de ataque hacker ao sistema do TSE

destaques, hacker, PF, polícia federal, TSE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Neste sábado, a Polícia Federal (PF), em conjunto com a polícia de Portugal, prendeu um suspeito de envolvimento no ataque hacker ao sistema do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Agentes cumprem ainda 3 mandados de busca e 3 medidas cautelares de proibição de contato entre investigados estão sendo cumpridos em São Paulo e Minas Gerais. O inquérito policial aponta que um grupo de hackers brasileiros e portugueses, liderados por um cidadão português, foi responsável pelos ataques aos sistemas do TSE há duas semanas. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE “Os crimes apurados no inquérito policial são os de invasão de dispositivo informático e de associação criminosa, ambos previstos no Código Penal; além de outros previstos no Código Eleitoral e na Lei das Eleições (9...
STJ teme vazamentos de processos que continuam em posse de ‘hacker’

STJ teme vazamentos de processos que continuam em posse de ‘hacker’

Destaque, hacker, Notícias, STJ
Invasor ainda mantém controle sobre documentos sigilosos da Corte e pode já ter feito cópias ilegais do material STJ ainda não sabe se hacker conseguiu copiar processos sigilosos da Corte Foto: Gerd Altmann/Pixabay O hacker que invadiu o sistema informatizado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) na última terça-feira, 3, ainda mantém sob seu controle documentos e processos sigilosos que correm na Corte. Há um temor, por parte dos peritos que investigam o ataque, de que esse material já possa ter sido “copiado pelo invasor” e que o STJ seja alvo de algum vazamento em massa de informações, assim como aconteceu com integrantes da operação Lava Jato no ano passado. Na época, coordenadores da força-tarefa tiveram seus celulares invadidos, com mensagens roubadas e divulgadas pela imprensa. Atu...
Processos do STJ estão a salvo mesmo após ataque ‘hacker’

Processos do STJ estão a salvo mesmo após ataque ‘hacker’

hacker, Notícias, STJ
Sistema do tribunal foi alvo de crime cibernético nesta semana Foto: Agência Brasil As informações relativas aos cerca de 255 mil processos do Superior Tribunal de Justiça (STJ) estão seguros. É o que garante a própria Corte nesta sexta-feira, 6. A afirmação foi feita três dias após o sistema do órgão ser invadido por um criminoso virtual. Além de anunciar que os documentos sob sua responsabilidade estão a salvo mesmo após o ataque de hacker, o STJ reforçou que os trabalhos virtuais devem voltar ao normal a partir de segunda-feira, 9. Os materiais estarão disponíveis e operantes para os ministros e demais servidores, promete o órgão. As sessões dos julgamentos voltarão ao normal um dia depois, avisa o presidente do STJ, ministro Humberto Martins. “O plantão que vem sendo exercido pela pre...
O STJ sob ataque hacker

O STJ sob ataque hacker

Brasil, Destaque, hacker, Justiça, Notícias, polícia federal, STF, STJ
Roubo de dados da Corte ocorreu durante as sessões das seis Turmas na terça-feira STJ: O Judiciário sofre um dos piores ataques da história I Foto: Divulgação/STJ O Superior Tribunal de Justiça (STJ) sofreu nesta semana um dos maiores ataques hacker ao Poder Público da história. Ainda não se sabe ao certo quais dados — nem o quanto — foi roubado pelos piratas cibernéticos, mas a avaliação preliminar dos técnicos é devastadora. O caso é investigado pela Polícia Federal. O assalto às informações ocorreu na tarde de terça-feira, 3, simultaneamente às sessões de julgamento dos colegiados das seis Turmas. Como o sistema de comunicações do STJ segue sob vigilância e inoperante, as informações estão sendo compartilhadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Leia abaixo a nota assinada nesta quint...
Hacker que invadiu celular de Moro deixa a prisão

Hacker que invadiu celular de Moro deixa a prisão

hacker, Justiça, Moro, Notícias
Criminoso cumprirá o resto da pena em regime aberto, monitorado por tornozeleira eletrônica Walter Delgatti Neto | Foto: Reprodução/Redes Sociais Walter Delgatti Neto, o hacker que ficou famoso por ter invadido o celular do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro e diversas outras autoridades públicas, deve ser solto nesta quinta-feira, 15. A decisão foi proferida na quarta-feira 14, pela Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, e definiu que o criminoso cumpra o resto de sua pena em regime aberto, monitorado por tornozeleira eletrônica. Leia também: Moro diz que foi contra artigo usado para libertar chefe do PCC O advogado do réu, Ari Moreira, comentou a decisão: “A defesa viu com satisfação a decisão da progressão ao regime aberto”, disse ao portal de G1. Outras condenações Walter Delga...
Justiça revoga prisão de hackers que invadiram celular de Bolsonaro, Moro e outras autoridades

Justiça revoga prisão de hackers que invadiram celular de Bolsonaro, Moro e outras autoridades

hacker, hackers, hackers de araraquara, hackers presos, Justiça, Política
O juiz substituto da 10ª Vara Federal de Brasília, Ricardo Leite, determinou nesta terça-feira (29), a soltura dos hackers Walter Delgatti Neto e Thiago Eliezer, presos desde o ano passado sob acusação de terem invadido o aplicativo Telegram do telefone celular de diversas autoridades públicas, dentre elas o presidente Jair Bolsonaro, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e procuradores da Lava-Jato. A lista de alvos de tentativas de invasão feitas pelo grupo incluía autoridades dos Três Poderes, como ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), deputados federais, senadores e até ministros de Estado. A decisão do juiz substituto determinou a soltura deles por “excesso de prazo”, devido a anulações de audiências ocorridas na ação penal na qual ambos são réus. A Defenso...