segunda-feira, janeiro 18Notícias Importantes
Shadow

CoronaVac

Enfermeira de SP é a primeira pessoa vacinada no Brasil

Enfermeira de SP é a primeira pessoa vacinada no Brasil

CoronaVac, destaques, Enfermeira de SP
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Uma enfermeira negra do hospital Emílio Ribas, que está há oito meses na linha de frente do combate à pandemia, foi a primeira brasileira a receber neste domingo (17) uma dose da vacina Coronavac. Trata-se da enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, moradora de Itaquera, com perfil de alto risco para complicações da covid-19. Ela é obesa, hipertensa e diabética. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Ela foi vacinada por Jéssica Pires de Camargo, 30 anos, enfermeira de Controle de Doenças e Mestre de Saúde Coletiva pela Santa Casa de São Paulo. A aplicação foi feita no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). O governador João Doria (PSDB) acompanhou a aplicação. O início da vacinação em São Paulo estava marcado para ocorrer...
Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa, AstraZeneca, CoronaVac, Covid-19, Destaque, Fiocruz, Instituto Butantan, Notícias, uso emergencial, Vacinas
Assista à reunião em que a diretoria da agência analisará a CoronaVac e o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford Antônio Barra Torres é o diretor-presidente da Anvisa | Foto: Reprodução/YouTube Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão reunidos desde às 10h deste domingo, 17, para analisar dois pedidos de uso emergencial no Brasil de vacinas contra a covid-19. A equipe decidirá se aprova ou não a aplicação dos imunizantes desenvolvidos pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e o projeto testado pela Fiocruz a partir de parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório europeu AstraZeneca. A expectativa é que a reunião, a ter cinco etapas conforme Oeste destacou anteriormente, tenha cinco horas de d...
Uso emergencial só permite vacinar grupos específicos. Entenda

Uso emergencial só permite vacinar grupos específicos. Entenda

CoronaVac, Notícias, Saúde, Vacinas
A autorização para o uso emergencial é mais rápida que o tradicional registro sanitário, mas impõe uma série de restrições à utilização de vacinas contra a covid-19. Na prática, elas só podem ser aplicadas em grupos específicos e, preferencialmente, pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Essa permissão foi regulamentada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilência Sanitária) em 10 de dezembro de 2020. Trata-se de um aval temporário e experimental, ou seja, só tem validade enquanto durar a situação de emergência decretada pelo governo federal em 3 de fevereiro e pode ser anulado a qualquer momento por razões técnicas e com base nas informações de monitoramento de uso do produto. Eventos adversos graves relacionados à vacinas utilizadas nessa condição devem ser comunicados à Anvisa em até 24 hor...
Vacinas contra a covid-19: confira como será a reunião da Anvisa

Vacinas contra a covid-19: confira como será a reunião da Anvisa

Anvisa, CoronaVac, coronavírus, Covid-19, Notícias, Oxford, Saúde, Vacinas
Diretoria da agência vai se reunir neste domingo, 17, para analisar os pedidos de uso emergencial da CoronaVac e do imunizante da Universidade de Oxford Foto: Divulgação A reunião com status de julgamento a contar com os cinco membros da diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) neste domingo, 17, terá possivelmente cinco horas de duração. É o que avisa a própria equipe de comunicação do órgão. Na sessão, os pedidos para uso emergencial no Brasil de duas vacinas contra o novo coronavírus serão analisados pelo comando da agência. Leia mais: “Sputnik V: farmacêutica pede uso emergencial de vacina russa à Anvisa” Os pedidos em análise na mesa da diretoria da Anvisa são do Instituto Butantan, de São Paulo, e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), com sede no Rio de Janeiro. ...
Resumo da semana: Ford, censura a Trump e caos em Manaus

Resumo da semana: Ford, censura a Trump e caos em Manaus

Amazonas, Bolsonaro, congresso, CoronaVac, Destaque, Dias, Ford, manaus, Notícias, redes sociais, Saúde, senado, Trump, Vacinas
Veja o que foi notícia Caos em Manaus:: situação da saúde na cidade movimentou o noticiário brasileiro | Foto: Divulgação/Simeam Uma semana marcada pelo anúncio do fim da produção de veículos da Ford no Brasil, movimentações de políticos e partidos nas disputas pelo comando do Congresso Nacional, levante de plataformas de rede sociais contra Donald Trump, novidades relacionadas a vacinas contra a covid-19 e caos na saúde de Manaus. Assim pode ser definido o noticiários dos últimos dias. Leia mais: “Por dentro da ‘gaveta’ de Rodrigo Maia” Ao decorrer dos últimos dias, Oeste lista o que foi destaque. Confira abaixo: Domingo, 10 A semana começou com censura. Plataforma de rede social popular entre conservadores dos Estados Unidos e de outros locais do planeta, o Parler foi suspenso das loj...
CoronaVac: Doria será convidado pela Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos

CoronaVac: Doria será convidado pela Câmara dos Deputados para prestar esclarecimentos

Câmara dos Deputados, CoronaVac, coronavírus, João Doria, Notícias
Parlamentares querem saber porque duas taxas de eficácia diferentes foram anunciadas para a mesma vacina O governador de São Paulo, João Doria | Foto: Divulgação/GESP A Comissão Externa da Câmara dos Deputados para o enfrentamento da pandemia da Covid-19 irá convidar o governador de São Paulo, João Doaria e o presidente do instituto Butantan, Dimas Covas, para prestar esclarecimentos sobre a eficácia da CoronaVac — a vacina que é a grande aposta do governo paulista para o combate ao coronavírus. Segundo a coluna Radar, da revista Veja, o deputado federal Doutor Luizinho (PP-RJ), que preside o grupo, pretende chamar as autoridades paulistas assim que o recesso da Casa terminar. Os parlamentares querem saber, por exemplo, porque duas taxas de eficácia diferentes foram anunciadas para o mesm...
Autoridades de SP culpam sigilo da China por falta de dados sobre a Coronavac

Autoridades de SP culpam sigilo da China por falta de dados sobre a Coronavac

CoronaVac, Notícias, Saúde, vacina chinesa
Autoridades paulistas disseram a autoridades federais estarem impossibilitadas de fornecer todos os dados reivindicados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em razão de um acordo de confidencialidade firmado entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac. A situação gera um impasse para a liberação do uso emergencial da Coronavac, uma vez que um lado alega não poder, por contrato, repassar todas as informações, enquanto o outro diz que só libera após analisar esses dados. O Butantan deixou de encaminhar seis itens que as autoridades federais consideram cruciais para a liberação do uso emergencial. Um agravante é que a resolução para uso emergencial da Anvisa, elaborada em novembro, diz que os dados, após a liberação, devem se tornar ...
Governador de São Paulo está conseguindo destruir a imagem do Instituto Butantan

Governador de São Paulo está conseguindo destruir a imagem do Instituto Butantan

CoronaVac, Covid-19, Instituto Butantan, João Doria, Notícias, Política, Saúde
A epidemiologista e vice-presidente do Instituto Sabin Denise Garrett afirmou nesta terça-feira (12), ao ser questionada pelo O Antagonista, que a eficácia geral da CoronaVac com base nos dados apresentados hoje pelo Instituto Butantan é de 49%, diferente dos 50,38% divulgados hoje. “Fiz a conta três vezes. Pelo número que deram a eficácia é de 49%”, afirmou a epidemiologista ao site. Ela acredita que possa ter havido algum erro do Instituto Butantan na divulgação dos dados do estudo da fase três ocorrida hoje. O Butantan também não incluiu na apresentação de hoje a quantidade de assintomáticos, o que poderia reduzir ainda mais a taxa de eficácia, dependendo do cálculo. Questionado por meio da assessoria de imprensa, o Instituto Butantan ainda não respondeu sobre a inconsistência dos dad...
Rede vai ao STF para que Anvisa aprove CoronaVac em 72 horas

Rede vai ao STF para que Anvisa aprove CoronaVac em 72 horas

CoronaVac, Política, Rede
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Nesta segunda-feira (11), o partido Rede Sustentabilidade protocolou uma ação junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) solicitando a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) apresente, em até 72 horas, o registro do uso emergencial da CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida pela parceria entre Instituto Butantan e laboratório chinês Sinovac. O partido pede também que a Anvisa apresente o atual estágio procedimental do registro emergencial das vacinas CoronaVac e CoviShield (Oxford/AstraZeneca), solicitada pela Fundação Oswaldo Cruz, “demonstrando, de forma comparativa, a documentação solicitada e apresentada, para assegurar total transparência do procedimento”. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE “Tais fatos relevantes indicam que a CoronaVac ...
Anvisa: pedido do Butantan de uso emergencial de vacina está incompleto

Anvisa: pedido do Butantan de uso emergencial de vacina está incompleto

Anvisa, Butantan, CoronaVac, Destaque, Notícias
Agência diz estar em contato com o instituto para discutir apresentação de dados faltantes Anvisa segue analisando o pedido do Butantan | Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou no sábado 9 por meio de nota que está incompleta a documentação entregue pelo Instituto Butantan no pedido para uso emergencial da vacina contra covid-19 desenvolvida pela instituição. No caso da Fiocruz, os documentos estão completos e agora a análise do pedido segue para a próxima fase. O Instituto Butantan entrou com o pedido de uso emergencial da chamada CoronaVac, desenvolvida em parceria com o laboratório Sinovac. Já a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) solicitou a aplicação emergencial do imunizante desenvolvido em parceria com a Universidad...