quarta-feira, dezembro 7Notícias Importantes
Shadow

China recua de declarações acerca da CoronaVac

Depois de informar que a eficácia de suas vacinas é baixa, o diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças da China, Gao Fu, recuou e disse que foi mal interpretado. No sábado 10, ele declarou que os imunizantes CoronaVac e Sinopharm não têm índices de proteção muito altos. Depois do assunto repercutir em vários jornais, ele contornou a polêmica. “As taxas de proteção de todas as vacinas no mundo às vezes são altas, e às vezes baixas. Como melhorar sua eficácia é uma questão que precisa ser considerada por cientistas de todo o mundo”, declarou Gao, no domingo 11, ao jornal Global Times. A publicação é controlada pelo Partido Comunista (PCC). Um dia antes, o especialista havia informado que o PCC estuda misturar os produtos de modo a aumentar a potência contra a covid-19. Conforme o mais recente estudo publicado pela fabricante SinoVac, o imunizante chinês tem 50,7% de eficácia.

Leia também: “A verdade sobre a CoronaVac”, reportagem publicada na Edição 32 da Revista Oeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?