sábado, março 6Notícias Importantes
Shadow

Instituto Butantan

Butantan entrega 600 mil doses da CoronaVac ao governo federal

Butantan entrega 600 mil doses da CoronaVac ao governo federal

Brasil, CoronaVac, coronavírus, Instituto Butantan, Notícias
O Instituto Butantan entrega neste domingo, 28, um lote com 600 mil doses da vacina CoronaVac, contra a covid-19, ao Ministério da Saúde. De acordo com o instituto, o lote completa um total de 3,7 milhões de doses entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) desde terça-feira 23. Nos próximos dias, serão entregues outros lotes para o governo federal, mas as quantidades ainda não foram divulgadas. Na terça-feira 23, já haviam sido entregues 1,2 milhão de doses. No mesmo dia, Dimas Covas, diretor do Butatan, disse que “8,2 mil litros de insumo da vacina devem chegar até 2 de março. Ao menos três milhões de doses poderão ser produzidos a partir do insumo”. Os lotes fazem parte dos acordos firmados entre o Instituto e o governo federal para a entrega da vacina feita pelo laboratório chi...
Planalto considera ‘ato midiático’ cobrança de SP sobre lote extra da Coronavac

Planalto considera ‘ato midiático’ cobrança de SP sobre lote extra da Coronavac

CoronaVac, coronavírus, Eduardo Pazuello, Instituto Butantan, João Doria, Ministério da Saúde, Notícias, Política
CoronaVac é produzida pela chinesa Sinovac em parceria com o Butantan | Foto: Governo do Estado de SP O Palácio do Planalto reagiu às declarações do Butantan de que, se a União não sinalizar até o fim desta semana que vai adquirir um lote de 54 milhões de doses da vacina CoronaVac, o instituto vai exportar os imunizantes. Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social e o Ministério da Saúde dizem que “o ato midiático” do governo de São Paulo “promove a desinformação, a divisão e a politização da saúde pública do povo brasileiro”. Leia mais: “Governo de SP garante que reabrirá as escolas em fevereiro” O documento divulgado na quarta-feira 28 destaca ainda que as afirmações do governo Doria e do Butantan “são improcedentes, incoerentes, desconectadas da realidade e desprovidas de qual...
SP vai pedir que Ministério amplie intervalo da 2ª dose da Coronavac

SP vai pedir que Ministério amplie intervalo da 2ª dose da Coronavac

Ciência e Tecnologia, CoronaVac, Instituto Butantan
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 Nesta quarta-feira (27), o governo de São Paulo cogitou a possibilidade de ampliar o intervalo entre a aplicação das duas doses da CoronaVac, vacina desenvolvida pela parceria entre o Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac. O Centro de Contingência do Coronavírus do governo de São Paulo recomendou que o intervalo de aplicação entre as duas doses da vacina chinesa seja ampliado para mais de 28 dias. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 “Hoje, a segunda dose está prevista para ser feita em até 28 dias após a primeira. No entanto, do ponto de vista científico biológico, é possível pensar que a segunda dose dada em uma data posterior aos 28 dias seja até mais eficaz. Então, o Centro de Contingência, neste momento, é favorável à possibilidade ...
Pazuello garante que não há atraso na importação de IFA para vacinas

Pazuello garante que não há atraso na importação de IFA para vacinas

AstraZeneca, CoronaVac, Eduardo Pazuello, Fiocruz, Índia, Instituto Butantan, Notícias, Política, Sinovac
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello em evento em Brasília | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira, 21, que não há atraso na importação de insumos para a fabricação de vacinas contra a covid-19. Ele também garantiu que não existe nenhum problema político que esteja dificultando a chegada do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo). Leia mais: “Vacina da Johnson & Johnson produz resposta imune” “O embaixador chinês colocou para mim que não há nenhuma discussão política ou diplomática no assunto e sim burocrática. Ele vai encontrar onde está este entrave e vai ajudar a destravar”, afirmou o ministro. Pazuello destacou que, pelos contratos, a próxima previsão de entrega do IFA para o Instituto Butantan é 10 de fevereiro e, para a Fioc...
Butantã pede autorização da Anvisa para a produção de mais 4,8 milhões de doses de Coronavac

Butantã pede autorização da Anvisa para a produção de mais 4,8 milhões de doses de Coronavac

Anvisa, CoronaVac, Instituto Butantan, Notícias, Saúde
O Instituto Butantan pediu na manhã desta segunda-feira (18/1) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) outra autorização para uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses da Coronavac, produzidas no país. No domingo (17/1), a vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac recebeu o aval da agência para aplicação de 6 milhões de doses importadas. O anúncio foi feito pelo governador João Doria. “Estamos seguros de que a análise será feita com mesma agilidade”, disse. Segundo o presidente do Butantan, Dimas Covas, os documentos são semelhantes aos que foram entregues no início do mês para autorização as doses importadas. “Isso é uma facilidade que a Anvisa terá agora para expedir rapidamente essa autorização”, declarou ele, nesta segunda, em coletiva de imprensa. Leia tamb...
Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa, AstraZeneca, CoronaVac, Covid-19, Destaque, Fiocruz, Instituto Butantan, Notícias, uso emergencial, Vacinas
Assista à reunião em que a diretoria da agência analisará a CoronaVac e o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford Antônio Barra Torres é o diretor-presidente da Anvisa | Foto: Reprodução/YouTube Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão reunidos desde às 10h deste domingo, 17, para analisar dois pedidos de uso emergencial no Brasil de vacinas contra a covid-19. A equipe decidirá se aprova ou não a aplicação dos imunizantes desenvolvidos pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e o projeto testado pela Fiocruz a partir de parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório europeu AstraZeneca. A expectativa é que a reunião, a ter cinco etapas conforme Oeste destacou anteriormente, tenha cinco horas de d...
Governador de São Paulo está conseguindo destruir a imagem do Instituto Butantan

Governador de São Paulo está conseguindo destruir a imagem do Instituto Butantan

CoronaVac, Covid-19, Instituto Butantan, João Doria, Notícias, Política, Saúde
A epidemiologista e vice-presidente do Instituto Sabin Denise Garrett afirmou nesta terça-feira (12), ao ser questionada pelo O Antagonista, que a eficácia geral da CoronaVac com base nos dados apresentados hoje pelo Instituto Butantan é de 49%, diferente dos 50,38% divulgados hoje. “Fiz a conta três vezes. Pelo número que deram a eficácia é de 49%”, afirmou a epidemiologista ao site. Ela acredita que possa ter havido algum erro do Instituto Butantan na divulgação dos dados do estudo da fase três ocorrida hoje. O Butantan também não incluiu na apresentação de hoje a quantidade de assintomáticos, o que poderia reduzir ainda mais a taxa de eficácia, dependendo do cálculo. Questionado por meio da assessoria de imprensa, o Instituto Butantan ainda não respondeu sobre a inconsistência dos dad...
Instituto Butantan desiste de pedir uso emergencial da CoronaVac nesta quinta por falta de dados mais claros da eficácia

Instituto Butantan desiste de pedir uso emergencial da CoronaVac nesta quinta por falta de dados mais claros da eficácia

Butantan, CoronaVac, coronavírus, Instituto Butantan, Instituto Butantan uso emergencial CoronaVac, uso emergencial
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O Instituto Butantan, ligado ao Governo Doria, desistiu de pedir o uso emergencial da CoronaVac nesta quinta-feira (07), por ainda faltar dados mais claros da eficácia da vacina do laboratório chinês Sinovac, informaram fontes técnicas da Anvisa que participam das reuniões com os laboratórios brasileiros nesta semana. Porém, o Butantan nega a desistência e diz que o pedido será feito até esta sexta (8). Um dos técnicos consultados pela CNN Brasil explicou que a eficácia é calculada de forma global, e não dividida entre casos graves e leves, como apresentado em coletiva de imprensa do governo do estado de São Paulo nesta quinta.  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Em todas as agências fora do Brasil e com todas as outras vacinas, a eficácia compreendid...
CoronaVac tem 78% de eficácia, informa Butantan

CoronaVac tem 78% de eficácia, informa Butantan

CoronaVac, coronavírus, Covid-19, Destaque, Instituto Butantan, Notícias
Dados foram divulgados depois de quatro adiamentos Previsão inicial era de que os dados tivessem sido divulgados pelo Butantan em meados de dezembro Foto: Adriana Toffeti/Estadão Conteúdo Estudos finais realizados no Brasil mostram que a CoronaVac (conhecida na internet como “vachina”) tem 78% de eficácia contra a covid-19. O porcentual se aplica à prevenção de casos leves da doença. Casos moderados e mortes foram evitados no estudo apresentado nesta quinta-feira, 7, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Técnicos do Instituto Butantan, parceiro do laboratório chinês responsável pelo produto, estão em reunião com autoridades da Anvisa. Conforme noticiou Oeste em dezembro, o secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, havia declarado que a taxa de e...
Nem a China registrou a Coronavac ainda; cientistas desconfiam da eficácia da vacina

Nem a China registrou a Coronavac ainda; cientistas desconfiam da eficácia da vacina

Doria, Instituto Butantan, João Doria, Notícias, Política, São Paulo, vacina, vacina chinesa
Membros da comunidade científica estão com um pé atrás acerca da eficácia da Corovac contra o novo vírus. O motivo da desconfiança de alguns cientistas seria os diversos adiamentos na divulgação de dados sobre o imunizante. Para especialistas, o atraso na divulgação de informações pode abalar a confiança na vacina e gerar inseguranças na população. “O problema é que a falta de uma explicação mais consistente sobre o motivo dos adiamentos começa a deixar os cientistas desconfiados de que pode ter havido algum problema com a vacina” — disse Maria Amélia Veras, epidemiologista da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo e do Observatório Covid-19 BR. A suspeita é que a vacina chinesa teria uma baixa eficácia contra o novo vírus, o que seria o motivo do instituto Butantan ainda não...
× Como posso te ajudar?