domingo, maio 29Notícias Importantes
Shadow

Moro responde críticos: ‘Quais seriam os excessos da Lava Jato? Os números de condenados presos?’

O ex-juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro, muito famoso pelo trabalho realizado à frente da Operação Lava Jato, publicou um artigo nesta sexta-feira (12) na revista Crusoé em que responde críticos. Na publicação, ele questiona quais teriam sido os “excessos” cometidos pela força-tarefa da Lava Jato. “Os números elevados de condenados por corrupção? O número de condenados presos ou que cumpriram penas? Os bilhões recuperados aos cofres públicos?”

“A Lava Jato tem sofrido reveses”, afirmou. “A culpa não é daqueles que se dedicaram à operação ou a fortalecer o movimento anticorrupção. A culpa tampouco é dos astros, mas sim dos adversários da mudança. E a Lava Jato contrariou muitos interesses especiais, sendo de se esperar resistência e reação”.

“Volta e meia ouço alguns elogios à Lava Jato, com críticas a alguns supostos excessos, sem que estes sejam identificados com precisão. Pergunto-me com frequência quais seriam os excessos. Os números elevados de condenados por corrupção? O número de condenados presos ou que cumpriram penas? Os bilhões recuperados aos cofres públicos? (…)” — continuou Moro em trecho do artigo.

“Se a Lava Jato falhou em algo foi em não mudar a política que gerou as condições que nos levaram à prática da corrupção como rotina. Cabe ressalvar que ela nunca se propôs a isso. Melhorar a política não é resultado da ação da Justiça, embora ela possa dar uma mão, afastando pontualmente políticos criminosos. Melhorar a política depende do eleitor, da imprensa livre e da sociedade vigilante. Forçoso reconhecer que temos falhado nesses aspectos”.

× Como posso te ajudar?