quinta-feira, janeiro 21Notícias Importantes
Shadow

Dados recentes do TSE foram expostos a hackers

PF suspeita que invasão tenha ocorrido antes do dia 1° de setembro

luís roberto barroso, tse, eleições 2022, dispositivos eletrônicos, e-título, celular,

O Ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No domingo 15, hackers publicaram na internet informações sigilosas de funcionários do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O ministro Luís Roberto Barroso, que preside a instituição, havia afirmado que os dados vazados eram do período entre 2001 a 2010. Entretanto, investigações mais detalhadas da Polícia Federal apontam que, entre o que foi acessado, existem arquivos de 2020.

Leia também: Barroso confirma tentativa de ataque ‘hacker’ ao TSE

Segundo investigadores, a invasão ao sistema digital do TSE pode ter acontecido antes de 1º de setembro e, no conteúdo roubado, constavam endereços e telefones até mesmo de ex-ministros que estavam armazenados em uma área de acesso restrito aos colaborares do TSE.

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *