sexta-feira, dezembro 9Notícias Importantes
Shadow

George Floyd

Família de George Floyd receberá indenização de US$27 milhões

Família de George Floyd receberá indenização de US$27 milhões

George Floyd, Mundo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 NOVA YORK, 12 MAR (ANSA) – A família de George Floyd chegou a um acordo nesta sexta-feira (12) para ser indenizada em US$27 milhões pela cidade de Minneapolis, como compensação por sua morte após a polícia abordá-lo de forma violenta.    O tratado foi firmado antes mesmo do resultado do julgamento sobre o caso, que teve início na última terça-feira (9), e aprovado por unanimidade pelo conselho municipal. Agora, o prefeito Jacob Frey irá sancionar a medida.    CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 O valor a ser recebido é um dos mais altos garantidos em uma indenização por má conduta policial. A indenização tem como objetivo reparar os danos gerados pela conduta das autoridades locais, principalmente do policial Derek Chauvin.&nb...
Caso Carrefour: O que não te contaram ainda sobre a morte de João Alberto

Caso Carrefour: O que não te contaram ainda sobre a morte de João Alberto

Brasil, George Floyd, Notícias, Política, racismo
Imagens obtidas com exclusividade pela TV Record mostram que João Alberto Silveira Freitas, o qual morreu após ser espancado em um supermercado da Rede Carrefour, desferiu um soco em um dos seguranças quando estava sendo escoltado até à frente da loja, dando início à briga que resultou em sua morte. De acordo com a Polícia Militar do Rio Grande do Sul, que esteve no local após o trágico ocorrido e prendeu os seguranças envolvidos no caso, toda confusão teria começado após João Alberto ter ameaçado uma funcionária (uma mulher) do estabelecimento. Neste exato momento, movimentos da Esquerda, verdadeiros oportunistas de plantão que gostam de usar caixões como palanques políticos, estão tentando dar ao caso uma denotação racial, como se a vítima tivesse sido morta apenas por ser “negro”. ...
Pecado é o problema, diz policial ao orientar manifestante contra o racismo a ler a Bíblia

Pecado é o problema, diz policial ao orientar manifestante contra o racismo a ler a Bíblia

bíblia sagrada, black lives matter, Destaque, Exclusiva, George Floyd, Internacional, pecado, racismo, redes sociais, Sociedade, Twitter, Vídeos
As tensões nos Estados Unidos continuam altas em meio aos protestos contra o racismo no país. Um policial, que dialogava com uma manifestante do movimento Black Lives Matter, aproveitou a oportunidade para dizer que o problema da sociedade é o pecado, e que uma forma de compreender o que se passa é “ler a Bíblia”. A mulher – branca – que protestava com um cartaz na capital do país, Washington, DC, se envolveu numa discussão acalorada com uma equipe de policiais, e terminou acusando um deles de racismo. Em sua defesa, o homem – branco – afirmou que é caso com uma mulher negra. Contudo, a manifestante ignorou o próprio conceito de racismo para reiterar sua acusação ao policial: “Isso não significa que você não seja racista, senhor, apenas porque você tem um amigo ou uma esposa negra. Você ai...
× Como posso te ajudar?