segunda-feira, outubro 26Notícias Importantes
Shadow

Jornalista da Folha faz insinuações, sugere que Damares se demita, e ministra detona: “Terá que provar isso na Justiça a partir de agora. Espero que se retrate, cara militante”

Nesta segunda-feira (21), a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, respondeu a uma mensagem escrita pela jornalista Mariliz Pereira Jorge, da Folha de São Paulo.

Na ocasião, a jornalista escreveu para Damares que “usar a máquina do governo pra tentar subornar funcionários públicos e para assediar cidadãos é crime”, além de sugerir que a ministra peça demissão.

Inconformada, Damares retrucou a profissional da Folha, e afirmou que ela terá que explicar na Justiça suas declarações.

“Essa acusação que você faz é grave. Tem provas? Testemunhas? Como isso seria feito, se estamos falando de um programa do Ministério que é efetivado a partir de emendas parlamentares? Terá que provar isso na Justiça a partir de agora. Espero que se retrate, cara militante“, rebateu Damares.

Leia também: Bolsonaro exibe e reage à conteúdo sobre Globo: ‘a família Marinho no topo da cadeia alimentar da corrupção’

Mariliz, então, a respondeu:

“A reportagem conta passo a passo a atuação da sua pasta, ministra. A senhora não sabia?!”

Leia mais: Jornalista da Record rebate críticas da Globo contra Bolsonaro e nega que seguranças expulsaram profissionais da emissora