segunda-feira, junho 27Notícias Importantes
Shadow

Rússia

Em meio a rumores de mal de parkinson, Putin deve renunciar no início de 2021

Em meio a rumores de mal de parkinson, Putin deve renunciar no início de 2021

Mundo, Putin, Rússia
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Fontes de Moscou próximas a Putin afirmaram que o líder russo começou a desenvolver sintomas de Parkinson, que afeta o cérebro e pode causar tremores e rigidez. Assistentes notaram que Putin está começando a mostrar sinais de fraqueza nas mãos, lutando para segurar as canetas, além de constantemente contrair as pernas. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O cientista político de Moscou Valeri Solovey disse ao jornal britânico The Sun que a namorada do presidente russo e suas duas filhas estão pressionando para que Putin renuncie. Ele disse, ‘Putin tem uma família e uma influência profunda no presidente russo. Putin pode entregar o poder a outra pessoa em janeiro. Ele disse que o presidente provavelmente está lutando contra o mal de Parkinson e fotos...
Rússia concede residência permanente a Edward Snowden

Rússia concede residência permanente a Edward Snowden

Estados Unidos, EUA, Mundo, Notícias, Rússia
Ex-analista da NSA já contava com asilo político por parte de Moscou O ex-analista da NSA Edward Snowden | Foto: Reprodução O ex-analista da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA), Edward Snowden passa a contar com mais direitos em solo russo. Segundo o advogado dele, o governo de Moscou concedeu nesta semana residência permanente no país. Leia mais: “Vaticano renova acordo com o Partido Comunista da China” “Seu visto de residência estava vencendo e pedimos para renová-lo”, comentou Anatoly Kucherena à agência de notícias Reuters. Ele é o responsável pela defesa de Snowden na Rússia. “Apresentamos os documentos em abril, e ele recebeu direitos de residência permanente”, complementou o advogado. Na mira dos EUA A decisão por parte do governo russo ocorre no mês em que Edwar...
Bolsa da Europa tem piores resultados dos últimos 30 dias

Bolsa da Europa tem piores resultados dos últimos 30 dias

coronavírus, debate, Donald Trump, Espanha, Estados Unidos, Joe Biden, mercado financeiro, Notícias, Rússia
Aumento de casos de coronavírus pelo continente e negociações do Brexit continuam a afugentar investidores A Espanha foi o primeiro país da União Europeia a ultrapassar a marca de 1 milhão de infectados por coronavírus | Foto: Jammer/Pixabay A quinta-feira, 22, não está sendo um bom dia para as bolsas, tanto na Europa quanto nos Estados Unidos. O mercado europeu amarga seu menor nível dos últimos 30 dias por três fatores: Queda na confiança do consumidor alemão, que, com medo de novos confinamentos, deixa de comprar. Aumento de casos de coronavírus, com Espanha e França passando de 1 milhão de infectados pela doença. Negociações emperradas do acordo comercial do Brexit. Já nos Estados Unidos, são quatro os problemas que fazem com que as bolsas trabalhem no vermelho: Nessa quarta-feira,...
Russos e americanos paralisam negociações do acordo nuclear

Russos e americanos paralisam negociações do acordo nuclear

Donald Trump, EUA, Mundo, Notícias, Política, Rússia
“Esperamos que a Rússia reavalie sua posição antes que ocorra uma custosa corrida armamentista”, informou o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA O presidente da Rússia, Vladimir Putin (à esquerda) ao lado do presidente dos EUA, Donald Trump | Foto: Divulgação/Casa Branca Os Estados Unidos rejeitaram nesta sexta-feira, 16, a proposta da Rússia para a prorrogação do tratado de desarmamento russo-americano Novo Start, que limita a movimentação de armas nucleares dos dois países por um ano. O último Tratado de Redução de Armas Estratégicas (na sigla em inglês, Start) entre Washington e Moscou foi assinado em 2010 e expira em fevereiro de 2021. Ainda em vigor, o pacto estabelece restrições para o deslocamento de bombardeiros, ogivas e mísseis. Os norte-americanos condicionam a renovação d...
China, Rússia e Cuba são eleitos para o Conselho de Direitos Humanos da ONU

China, Rússia e Cuba são eleitos para o Conselho de Direitos Humanos da ONU

China, Cuba, Direitos Humanos, Mundo, ONU, Rússia
A Assembleia Geral da ONU elegeu nesta terça-feira (13), Rússia, China, Cuba e 12 outros países para servir como membros do Conselho de Direitos Humanos da ONU por mandatos de três anos a partir de 1º de janeiro de 2021. A Arábia Saudita não foi eleita no conselho porque não conseguiu obter a maioria necessária de votos. Este ano, as eleições para o Conselho de Direitos Humanos tiveram 16 candidatos de quatro grupos regionais – África, Ásia-Pacífico, Leste Europeu, América Latina e Caribe, e Europa Ocidental – competindo por uma vaga no órgão com sede em Genebra, na Suíça. Para ser eleito, um país necessita obter 97 votos. Visão geral durante abertura de sessão comemorativa do Conselho de Direitos Humanos da ONU comemorando o 60º aniversário de adoção da Declaração Universal dos Direito...
× Como posso te ajudar?