domingo, setembro 25Notícias Importantes
Shadow

Sérgio Camargo acusa Gerson de “mimimi” e parabeniza decisão do Bahia de reintegrar Índio Ramírez

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, parabenizou o Esporte Clube Bahia por reintegrar ao elenco Índio Ramírez, acusado de racismo por Gerson Santos da Silva, jogador do Flamengo. Para Camargo, houve apenas “mimimi” por parte do atleta Flamenguista.

“Parabenizo a diretoria do Bahia pela corajosa e acertada decisão. Houve somente mimimi do Gerson, turbinado pelo surto histérico da militância vitimista. O racismo, no Brasil, é circunstancial e episódico. Estrutural é o mimimi” — disse o presidente da Fundação Palmares.

“Se houvesse racismo no caso Gerson, seria racismo circunstancial/episódico, o único que existe no Brasil. Mas nem isso!” — acrescentou.

× Como posso te ajudar?