domingo, setembro 25Notícias Importantes
Shadow

Máscaras que protegem e levam a mensagem do evangelho

Enquanto Cuba lida com a pandemia de coronavírus, um grupo de pastores está se unindo para ajudar a salvar vidas e compartilhar a mensagem do evangelho

Em Cuba, no meio da pandemia do coronavírus, pastores se unem para ajudar a salvar vidas e compartilhar a mensagem do evangelho. Através de máscaras com versículos bíblicos, a população é evangelizada se ao mesmo tempo, se protege do vírus.

Vernon Brewer, o CEO e fundador da World Help, uma organização humanitária cristã; compartilhou sobre a idéia criativa que tiveram os pastores na nação insular que depende muito do turismo.

Um homem disse ao grupo que esperou duas horas na fila de uma loja para comprar comida mas saiu com uma só lata de sardinhas.  Isto despertou nos pastores a idéia de aproveitar estes momentos para ajudar ao necessitado repartindo máscaras para que se protejam e ao mesmo tempo pregar o evangelho de Jesus Cristo.

Mil máscaras impressas com versículos bíblicos

“Não queremos perder a oportunidade de continuar testificando pelo Senhor“, disseram os pastores a Brewer enquanto colocavam Filipenses 4:13 e Atos 16:31 nas máscaras.

“Ordenaram 1.000 máscaras impressas com versículos bíblicos para usar e distribuir”, explicou Brewer. “Agora, cada pessoa que as levar, compartilhará o evangelho com aqueles que buscam ajuda espiritualmente, sem dizer uma palavra!”

“Que testemunho incrível. A sua fé nos lembra que, mesmo quando tudo parece dar errado, Deus continua trabalhando e podemos colocar nossa esperança nele”, acrescentou.

Autoridades cubanas liberam pastora presa 

Isto chega num momento em que os defensores da liberdade religiosa estão a celebrar depois de as autoridades cubanas terem liberado da prisão a uma mãe cristã. Expósito Leyva, foi presa depois que ela e seu marido, o pastor Ramón Rigal, se recusaram a enviar seus filhos a uma escola do governo.

O casal, que optou por educar os seus filhos em casa, foi acusado de «actos contra o desenvolvimento normal de um menor», segundo a Comissão de Liberdade Religiosa Internacional dos Estados Unidos.

“Ainda que nos congratulemos com a liberação de Expósito e estejamos particularmente aliviados de que possa reunir-se com seus filhos, acreditamos que nunca deveria ter sido encarcerada em primeiro lugar”, disse em uma declaração o Comissário da USCIRF e advogado de direitos civis Anurima Bhargava.

Bhargava insta a Cuba a liberar a Rigal; a liberação está prevista para o próximo ano, enquanto sua saúde corre um grande risco enquanto está encarcerado. Cuba é uma nação de mais de 11 milhões de habitantes e tem mais de 1.000 casos de Covid-19, e pelo menos 34 mortes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?