sábado, maio 25Notícias Importantes
Shadow

Folha de S.Paulo é condenada a indenizar Luciano Hang, dono da Havan – Poder360

O jornal Folha de S.Paulo e a repórter Patrícia Campos Mello foram condenados em 1ª instância a pagar uma indenização de R$ 100 mil para Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, pela publicação de reportagem que liga o empresário a disparos em massa de mensagens contrárias ao PT nas eleições de 2018.

A sentença foi assinada pelo juiz Gilberto Gomes de Oliveira Júnior, da Vara Cível da Comarca de Brusque, no interior de Santa Catarina. O juiz determinou ainda que a Folha de S.Paulo pague as despesas e honorários que Hang teve com seus advogados durante o processo.

.mod-newsletter.full .title, .mod-newsletter.full h1 {font-size:18px;text-transform:none;}.mod-newsletter.full .title small, .mod-newsletter.full h1 small{font-size:16px;}.mod-newsletter .title, .mod-newsletter
h1{font-family:”Prelo”,sans-serif;}.mod-newsletter.full input[type=text]{font-size:14px;padding: 10px 7px;}.mod-newsletter.full input[type=submit] {padding:9px 0;margin-top:-21px}.mod-newsletter.full {margin:15px 10px; padding:20px 15px 15px; border: 1px solid #d2d2d2; background:transparent; background-color#fff;}.enviar .container {width:100%;}.content.wp h1, .content.wp h2 .enviar{margin:0;}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1{font-size:15px;}}@media only screen and (max-width: 1279px){.mod-newsletter.full h1 small{font-size:14px;}}@media only screen and (max-width: 767px){.mod-newsletter.full h1 {padding-bottom:11px;}}

A advogada Taís Gasparian, que atua na defesa do jornal e da repórter, disse que vai entrar com um recurso contra a decisão. “A Folha de S.Paulo vai recorrer para o Tribunal de Santa Catarina. O jornal não concorda com o teor da sentença, há diversas provas que foram juntadas aos autos”, afirmou.

“O juiz entendeu que as provas não eram suficientes, mas a Folha de S.Paulo vai recorrer justamente para ter a apreciação da 2ª instância”, disse Gasparian.

Hang anunciou que processaria a Folha de S.Paulo em outubro de 2018. Ele negou que tenha pago pelo serviço na campanha Bolsonaro. Para o empresário, o jornal “montou uma fake news”“Vamos processar a Folha de S.Paulo, eles vão ter que pagar indenização”, disse, à época.

Nas redes sociais, o empresário publicou 1 vídeo que relembra reportagens sobre o caso. Diz que a verdade foi “restabelecida“. “Essa semana a justiça enfim foi feita. Quando o jornal e a jornalista Patrícia Campos Mello, foram condenados a pagar indenização de R$100 mil. Valor que doarei, como sempre faço. O bem e a verdade sempre vencem!”, escreveu.

MP pede quebra de sigilo ao TSE

Na última 4ª feira (2.dez), o vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, pediu ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Luciano Hang e de 4 empresas.

A investigação tentar apurar as informações publicadas pela Folha de S.Paulo sobre disparos em massa por meio do WhatsApp para favorecer a campanha de Bolsonaro.

Brill de Góes também pediu ao TSE que 4 ações que pedem a cassação da chapa formada por Bolsonaro e Hamilton Mourão tenham andamento conjunto na Corte. O tribunal deve analisar se houve impacto na eleição que possa configurar abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.

Continuar lendo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?