sexta-feira, dezembro 4Notícias Importantes
Shadow

Alivie sua bagagem emocional libertando-se do passado

Todas as situações vivenciadas ao longo da nossa vida criam memórias e impressões que nos acompanham através do tempo, esses fatos ocorridos deixam marcas dificilmente apagadas da nossa memória.
Esse apego a lembranças do passado nos impede de seguir adiante, limitando os nossos passos e impede que sejamos felizes no presente em sua totalidade.

Permanecemos tão apegados às memórias do passado impedindo o crescimento e aprendizado com novas experiências. Temos a tendência de nos fixar a lembranças negativas se tornam traumas cultivados por sentimentos de angústia e mágoa.    

Todos os acontecimentos em nossa vida se torna parte de nossa bagagem emocional, definindo nossas atitudes e influenciando diretamente em nosso crescimento emocional.
Esvaziar a bagagem emocional é necessário para o crescimento. O que devemos fazer quando nos encontramos presos ao passado?

O filósofo e terapeuta motivacional Gad Adler explica que nesse caso devemos esvaziar essa mala imaginária de tudo o que nos impede de evoluir emocionalmente.

Não se pode forçar o esquecimento do peso do passado, mas devemos colocar de lado para que não se torne um opressor.

É difícil separar as memórias ou as pessoas que fizeram parte da nossa vida, mas para seguirmos adiante é necessário não nos deixar influenciar pelo passado, cabe a nós mesmo esvaziar a bagagem de emoções negativas.

Um passo muito importante é entender que não somos perfeitos, tomar nota disso faz com que sejamos capazes de dizer adeus ao passado e finalmente nos abrirmos para o futuro.

Outro ponto importante é quando reconhecemos que mantivemos atitudes erradas e, talvez, não tenhamos tido a oportunidade de ser perdoados ou não quisemos motivados pelo orgulho.

A culpa devora a nossa alma e neste caso, o melhor a se fazer para remediar os nossos erros é pedir desculpa a quem praticamos o mal e depois praticarmos o autoperdão.

E se a pessoa que ferimos não quiser nos perdoar? É normal que nem todos tenham a mesma capacidade de perdoar, porém o importante é lembrar que pelo menos você tentou, entendeu seus erros e tentou corrigi-los e por isso não é necessário viver eternamente com remorso.

Após uma viagem de rias para Bahia, o escritor e palestrante Gad Adler se apaixonou pelo Brasil e decidiu fixar residência definitiva no país assim que terminou seus estudos filosóficos e religiosos na Universidade de Tel Aviv.

Mostrando que realmente é possível recomeçar, o imigrante israelense assim que chegou se dedicou a diversos empreendimentos, obtendo sucesso de destaque principalmente no setor imobiliário.

Trazendo consigo uma mala repleta de conhecimentos de filosofia, religião e esoterismo, Gad Adler resolveu dividir suas experiências e técnicas escrevendo um livro para desmistificar as fórmulas prontas que prometem trazer a felicidade imediata e riqueza ao indivíduo.

A ideia da obra surgiu após pesquisar diversas palestras e livros de autoajuda e coaching que prometiam soluções milagrosas para atingir o sucesso pessoal.

Livro : Você não Pode Tudo!

Com Você não Pode Tudo, Mas Merece Ser Feliz, o leitor é convidado para uma jornada de autoconhecimento desvendando as diversas facetas da mente que nos trazem ferramentas naturais para conquistar o ambiente e nosso lugar na sociedade.

Sobre o AutorNascido em Jaffa, Israel, Gad Adler é filósofo, terapeuta motivacional e palestrante.Formado em Filosofia e História das Religiões pela Universidade de Tel Aviv, escreveu o livro “Você não pode tudo!Mas pode e merece ser feliz.“; é criador do método Melhor Maneira de aperfeiçoamento emocional, espiritual e da consciência para uma vida melhor, além de  administrar o site:www.melhormaneira.com.br com conteúdo motivacional e que leva o mesmo nome da técnica.

Insta: @melhor.maneira
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UC8AsBDCFpRuSiLlSXFhOUGQ
www.gadadler.com.br
Assessoria de imprensa:
Marcos Mascaretti : + 55 11 94505 -5195

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *