sábado, maio 18Notícias Importantes
Shadow

“Tem que fechar o STF”; “Tinha que tirar todos os poderes do Supremo” — disseram líderes petistas

O mundo político foi completamente agitado nesta semana após o deputado federal Daniel Silveira ser preso por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (21).

A decisão de Moraes foi referendada pelo plenário da Suprema Corte e confirmada, logo em seguida, pelo plenário da Câmara dos Deputados.

Nada disso seria possível se não fosse a posição adotada pela Oposição, composta por muitos defensores de ditaduras como a cubana. Inúmeros deputados do PSOL, do PCdoB, da Rede e do PT, por exemplo, acusaram Daniel Silveira de atentado à “democracia” e trabalharam ardentemente pela manutenção do parlamentar atrás das grades.

Dentre esses partidos, o que mais merece destaque é o PT, que detém a maior bancada da Câmara. Segundo o portal Poder360, mais de 98% dos deputados petistas votaram contra Daniel Silveira. E tudo isso foi feito em nome da “democracia” e “respeito às instituições”. Mas será que isso é verdade?

Para surpresa de zero pessoas, em um passado não muito distante, líderes do PT deram fortes declarações contra as instituições — principalmente sobre a Suprema Corte.

Em meados de 2018, o deputado federal Wadir Damous (PT-RJ) publicou um vídeo defendendo textualmente que o STF fosse fechado. Para ele, o judiciário brasileiro deveria ser redesenhado.

“Nós temos que redesenhar o Poder Judiciário e o papel do Supremo Tribunal Federal. Tem que fechar o Supremo Tribunal Federal. Nós temos que criar uma Corte constitucional, de guarda exclusiva da Constituição, com seus membros detentores de mandato” — declarou o petista.

Em meado deste mesmo ano, foi a vez de José Dirceu, uma das figuras mais importante do PT, defender medidas autoritárias contra a Suprema Corte.

“O problema é que o STF, não sei nem o porquê desse nome. Tinha que tirar todos os poderes de Supremo, deixar só Corte Constitucional. Depois que Judiciário não é poder da República. Só existem dois poderes eleitos que tem soberania popular: Legislativo e Executivo. O Judiciário é um órgão” — declarou Dirceu.

Até Lula, o chefão da sigla, também já atacou o Supremo Tribunal Federal. Em 2016, no âmbito das ações que vinham sendo promovidas pela Lava Jato, Lula chamou a Suprema Corte de “covarde” por não reagir contra a força-tarefa da Operação.

 “Nós temos uma Suprema Corte totalmente acovardada, um Superior Tribunal de Justiça totalmente acovardado, um Parlamento totalmente acovardado” — disse o chefão do PT.

Mas apesar dessas declarações de membros importante da sigla, os parlamentares petistas seguem dizendo que eles lutam pela “democracia”. Resta saber se é a democracia aos moldes da americana ou aquilo que existe na Venezuela e Cuba atualmente.

No tocante ao Supremo Tribunal Federal (STF), nenhum dos ministros da corte se mobilizou para punir os responsáveis pelas deploráveis declarações.

× Como posso te ajudar?