quinta-feira, junho 20Notícias Importantes
Shadow

Tag: vacina contra a covid-19

Venda de carteira de vacinação de covid-19, o novo golpe nos EUA

Venda de carteira de vacinação de covid-19, o novo golpe nos EUA

Covid-19, Estados Unidos, internet, Mundo, Notícias
Nesta pandemia, o mais novo golpe nos Estados Unidos é a venda de cartões de vacinação falsos contra o coronavírus. Eles começaram a ser oferecidos em sites como Etsy e eBay, e em redes sociais como Twitter e Facebook, no fim de janeiro, noticiou o jornal The New York Times. Os impressos são falsificações dos cartões originais ou mesmo originais furtados por farmacêuticos. Emitidos pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), os cartões são fornecidos para as pessoas que tomaram vacinas contra a covid-19. As cópias à venda na internet custam entre US$ 20 e US$ 60, com desconto na compra de três ou mais unidades. Plastificados são mais caros. A demanda pelas falsificações cresceu quando as companhias aéreas e outras empresas anunciaram, recentemente, que podem v...
Covid-19: EUA não deve doar vacinas diretamente a países

Covid-19: EUA não deve doar vacinas diretamente a países

Covid-19, Estados Unidos, Mundo, Notícias, vacina de oxford
A porta-voz da Casa Branca, Jean Psaki, divulgou nesta sexta-feira, 9, que os Estados Unidos não devem repassar doses excedentes de imunizantes contra a covid-19 a outros países diretamente. “Vamos doar vacinas pelo Covax”, afirmou Psaki em coletiva de imprensa. O Covax Facility é um programa da Organização Mundial da Saúde (OMS) que promove a distribuição de imunizantes contra o novo coronovírus a todo o mundo. O Brasil foi uma das nações que já recebeu um lote de vacinas por meio da iniciativa. Brasil Receber vacinas diretamente dos EUA é uma esperança do Brasil, atual epicentro da pandemia, já que os norte-americanos doaram vacinas aos vizinhos Canadá e México. Uma das possibilidades é obter as doses da AstraZeneca estocadas nos Estados Unidos, pois o imunizante desenvolvido em parceria...
Pfizer prevê atraso de um dia na entrega de vacinas para a Espanha

Pfizer prevê atraso de um dia na entrega de vacinas para a Espanha

coronavírus, Destaque, Europa, Notícias, Pfizer
Embora precise ser condicionado a temperaturas inferiores aos 70ºC, o imunizante mantém a eficácia por cinco dias se armazenado entre 2ºC e 8ºC Ampolas da vacina da Pfizer | Foto: Divulgação/Pfizer Nesta segunda-feira, 28, o Ministério da Saúde Espanhol informou o atraso na entrega de um lote da vacina da Pfizer contra a covid-19 à Espanha e outros sete países europeus. Os nomes das outras nações afetadas não foram divulgados. A demora está relacionada com a dificuldade logística em manter o imunizante na temperatura ideal para o transporte. No entanto, a empresa afirma que o problema já foi solucionado e garante que a carga será entregue na terça-feira 29. “Devido a uma pequena incidência logística, remarcamos um número mínimo de nossas remessas. O problema já foi resolvido e as entregas...
Mourão fala em ‘150 milhões de brasileiros vacinados’ até o fim de 2021

Mourão fala em ‘150 milhões de brasileiros vacinados’ até o fim de 2021

Brasil, coronavírus, Notícias
Afirmação foi feita em evento que celebra os 126 anos da Associação Comercial de São Paulo O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão | Foto: Romério Cunha/VPR O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), afirmou que 150 milhões de brasileiros serão vacinados até o fim de 2021. A fala aconteceu nesta segunda-feira, 7, durante o evento que comemora os 126 anos de fundação da Associação Comercial de São Paulo. “Brevemente nós vamos voltar a estar reunidos como sempre estivemos, pois vamos dispor da vacina, a vacina que será distribuída em todo o território nacional” disse. “Esperamos, até o final de 2021, termos em torno de 150 milhões de brasileiros vacinados, que é um número extremamente significativo e, consequentemente, termos capacidade de retomar a norm...
Opinião: Anvisa acertou em suspender análise da vacina chinesa

Opinião: Anvisa acertou em suspender análise da vacina chinesa

Destaque, Jair Bolsonaro, João Doria, Notícias, Saúde, vacina
Agência reguladora seguiu protocolo para interrupção; politização da vacina é cilada para governantes Coletiva de imprensa na Anvisa | Foto: Reprodução/Youtube/Anvisa O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informe o motivo da decisão de interromper a análise da vacina chinesa contra a covid-19 do governo de São Paulo em 48 horas. É o tema do dia. Um voluntário que participou dos testes morreu — e segundo fontes oficiais que se manifestaram depois de a notícia ganhar a mídia, trata-se de suicídio, algo para lá de sensível e que não será abordado aqui. É evidente que uma vacina real contra a peste do século interessa a qualquer cidadão do planeta. Só alguém com a cabeça fora do lugar seria contra ...
× Como posso te ajudar?