terça-feira, outubro 19Notícias Importantes
Shadow

Tag: Lava Jato

Sérgio Cabral é condenado pela 14ª vez na Lava Jato e pena ultrapassa 294 anos de prisão

Sérgio Cabral é condenado pela 14ª vez na Lava Jato e pena ultrapassa 294 anos de prisão

Notícias
O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB) foi condenado pela 14ª vez na Lava Jato, agora a 11 anos e 10 meses de prisão. Desta vez, na Operação C’est Fini — que significa “É o fim”, em francês, em alusão à Farra dos Guardanapos. A pena de Sérgio Cabral ultrapassa 294 anos.A Farra dos Guardanapos foi como ficou conhecido um jantar em Paris do qual participaram ex-secretários do Rio, empresários e o ex-governador Sérgio Cabral. Em fotos tiradas durante o jantar, eles usavam guardanapos na cabeça.O empresário George Sadala, o ex-secretário de Governo Wilson Carlos e o operador financeiro Luiz Carlos Bezerra também foram condenados nesse processo.Sadala é um dos empresários que aparece na foto da “Farra dos Guardanapos” e era sócio de empresas que administrava o ...
Com cursos on-line, Cunha tenta amenizar sua pena

Com cursos on-line, Cunha tenta amenizar sua pena

Notícias
Nos cálculos da defesa, com leitura de livros, aulas e trabalho, Cunha já reduziu em dois anos e meio sua punição Ex-presidente da Câmara foi condenado em dois processos da Lava Jato | Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha tem se “esforçado” para conseguir amenizar suas duas condenações na Lava Jato. De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, o político tem feito cursos virtuais com objetivo de alcançar a liberdade condicional. Até o momento, Cunha já concluiu três cursos: um sobre direito público, outro de direito privado e um para desempenhar a função de auxiliar em escritórios de advocacia. Agora está estudando crimes contra a pessoa. Leia mais: “A operação que mostrou que todos são iguais perante a lei” De acordo com a defesa do e...
Covidão: PF e CGU combatem fraudes na área da saúde de município de Sergipe

Covidão: PF e CGU combatem fraudes na área da saúde de município de Sergipe

Destaque, Notícias
A Polícia Federal (PF), em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), deflagrou, nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (20), a Operação Estroinas, para investigar irregularidades em contratações de caráter emergencial na Secretaria de Saúde de Carmópolis, em Sergipe, relacionadas ao enfrentamento da covid-19.“Os contratos foram celebrados com empresas de capacidade operacional incompatível com os serviços que se pretendia contratar. O montante envolvido nas contratações investigadas é da ordem de R$ 1,7 milhão”, diz a CGU.De acordo com o órgão, as contratações envolvem a aquisição de equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas, toucas e aventais descartáveis), material de higiene (álcool 70 % líquido e em gel, sabonete líquido e papel toalha) e medicamentos, assi...
Germán e José Efromovich são presos em nova fase da Lava Jato que investiga contratos da Transpetro

Germán e José Efromovich são presos em nova fase da Lava Jato que investiga contratos da Transpetro

Destaque, Notícias
Eles também são sócios da Avianca Holdings, segunda maior companhia aérea da América Latina, que está em recuperação judicial. Nem a Avianca Holdings nem Ocean Air (nome oficial da Avianca Brasil, que teve falência decretada) são citadas na investigação.Além das prisões, seis mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Alagoas e no Rio de Janeiro na atual fase da operação, que foi batizada de “Navegar é Preciso”.Como funcionava o esquemaAs investigações da atual fase apontam o envolvimento dos dois empresários em esquemas de corrupção na Transpetro em contratos de construção de navios firmados pela estatal com o estaleiro Eisa.A organização criminosa, segundo o Ministério Público Federal (MPF), fraudava o caráter competitivo das licitações pagando propin...
Fux impede que advertência de 2019 sirva para punir Deltan

Fux impede que advertência de 2019 sirva para punir Deltan

Destaque, Notícias
Procurador da força-tarefa da Operação Lava-Jato será julgado amanhã pelo Conselho Nacional do Ministério Público O procurador Deltan Dallagnol | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL Na véspera de ter sua conduta analisada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, Deltan Dallagnol, contou com decisão favorável no Supremo Tribunal Federal (STF). Isso porque o ministro Luiz Fux definiu que ele não poderá ser punido por causa de advertência sofrida no ano passado. Leia mais: “Petista questiona no STF privatizações sem aval do Congresso” A advertência contra Deltan foi aplicada pelo próprio CNMP em novembro de 2019, quando por oito votos a três o órgão entendeu que o procurador extrapolou ao dar a entender que o STF chegou a pa...
Renovação da Lava Jato é solicitada à PGR

Renovação da Lava Jato é solicitada à PGR

Destaque, Notícias
Podemos quer manutenção dos trabalhos dos procuradores em Curitiba Futuro da força-tarefa da Lava Jato está nas mãos da PGR, mas partido já se mostra favorável à continuação da operação | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL O Podemos se mostra favorável à continuidade dos trabalhos da força-tarefa da Operação Lava Jato. No último fim de semana, o partido acionou à Procuradoria-Geral da República (PGR) para registrar o desejo de ver a ação prosseguir com a equipe de procuradores em Curitiba. Leia mais: “Fachin nega acesso de PGR a dados da Lava Jato novamente” A solicitação feita pelo partido foi encaminhada, dessa forma, ao órgão que terá a responsabilidade de tomar decisão a respeito. Isso porque caberá ao procurador-geral da República, Augusto Aras, renovar o período de trabalhos da força-tare...
‘Doleiro dos doleiros’ diz que entregava dólares à família Marinho

‘Doleiro dos doleiros’ diz que entregava dólares à família Marinho

Destaque, Notícias
Messer firmou acordo de delação premiada com o MPF Reprodução/FacebookO doleiro Dario Messer firmou na última quarta-feira (12) um acordo de delação premiada com o MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro). Em depoimento, ele afirmou ter repassado dólares em espécie para a família Marinho, dona da Rede Globo, diversas vezes.As informações, publicadas pela Revista Veja, apontam que o “doleiro dos doleiros” relatou que a entrega dos pacotes de dinheiro acontecia dentro da própria sede da Rede Globo, no Rio de Janeiro, para um funcionário identificado como José Aleixo.De acordo com a publicação, Messer revelou aos agentes que um funcionário seu entregava de duas a três vezes por mês valores entre US$ 50.000 e US$ 300.000 na sede da emissora. Ele relatou ainda que ...
Sérgio Moro diz não ter “nenhum sentimento pessoal negativo” em relação a Lula

Sérgio Moro diz não ter “nenhum sentimento pessoal negativo” em relação a Lula

ATUALIDADES, Notícias, Política
Há pouco, de acordo com o site O Antagonista, Sérgio Moro, ex-ministro da Justiça, declarou estar com a “consciência tranquila” em relação as decisões que tomou quando era juiz, no âmbito da Operação Lava Jato. No aguardo do julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) de sua suspeição no caso Lula, o ex-juiz disse que nunca teve um “sentimento pessoal negativo” em relação ao chefão do PT. “Não sei o que o Supremo vai decidir. Tenho consciência tranquila em relação aos atos que produzi durante a minha atuação como juiz. Em relação ao Lula, eu não tenho nenhum problema com ele, nenhum sentimento pessoal negativo. Jamais eu o ofendi de alguma maneira, apesar de tentarem levar para o lado pessoal” — afirmou. Ainda de acordo com ele, não existe nenhum tipo de relação entre a ida del...
Justiça Federal do Rio homologa delação bilionária de Dario Messer, o ‘doleiro dos doleiros’

Justiça Federal do Rio homologa delação bilionária de Dario Messer, o ‘doleiro dos doleiros’

Destaque, Notícias
BRASÍLIA e RIO — A Justiça Federal do Rio de Janeiro homologou nesta quarta-feira o acordo de delação premiada de Dario Messer, conhecido como o “doleiro dos doleiros”, réu de processos no âmbito da Operação Lava-Jato. Os termos, negociados desde maio, incluem o cumprimento de pena de 18 anos e nove meses de prisão para Messer e a renúncia de 99% de seu patrimônio, estimado em R$ 1 bilhão. Ele está em prisão domiciliar, em regime fechado, e deve permanecer assim por mais dois anos.É o primeiro acordo que a equipe fluminense da operação celebra com um alvo considerado chefe de uma organização criminosa — Messer comandaria os doleiros responsáveis por abastecer esquemas ilícitos no estado. A delação, bem como a descoberta do esquema, é de responsabilidade do Ministério Público Federal (...
Em acordo de delação, o maior doleiro do Brasil vai devolver R$ 1 bi aos cofres públicos

Em acordo de delação, o maior doleiro do Brasil vai devolver R$ 1 bi aos cofres públicos

Notícias
Em acordo de delação, o maior doleiro do Brasil vai devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos.Finalmente ele resolveu colaborar. Dario Messer é conhecido da Justiça desde 2018, quando foi o principal alvo da Operação Câmbio, Desligo, um desdobramento da Lava Jato. Naquele dia, ele não estava em casa, uma cobertura de luxo em uma das áreas mais caras do Brasil, na praia do Leblon, no Rio.Dario Messer era chamado de “o doleiro dos doleiros”. Segundo os procuradores, ele era o dono de um sistema online que interligava operações ilegais de câmbio em 52 países – praticamente um banco clandestino. Os clientes eram cerca de 3.000 empresas, com sede em paraísos fiscais. Tudo isso para ocultar a verdadeira origem do dinheiro, que muitas vezes vinha da corrupção e de atividades criminosas.E foram os ...
× Como posso te ajudar?