segunda-feira, novembro 29Notícias Importantes
Shadow

STF rejeita pedido de Flordelis para tirar tornozeleira

A Justiça impôs o monitoramento por causa da dificuldade em encontrar a deputada, após a acusação de que mandou matar o marido

mandante

Desde a primeira decisão, demorou 20 dias para que Flordelis se apresentasse para usar a tornozeleira | Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

A ministra Cármen Lúcia do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou pedido da deputada Flordelis para retirar a tornozeleira eletrônica. Na decisão, a magistrada citou o artigo do regimento da Corte que manda negar seguimento a pedido “manifestamente inadmissível, improcedente ou contrário à jurisprudência dominante”.

A Justiça impôs o monitoramento por causa da dificuldade em encontrar a deputada, após a acusação de que mandou matar o marido, o pastor Anderson do Carmo. Na ocasião, a magistrada também impôs um recolhimento domiciliar noturno, obrigando Flordelis a permanecer em casa das 23h às 6h.

Cármen Lúcia argumentou que o fato de a deputada não ter se apresentado para colocar o equipamento demonstra como ele é, de fato, necessário. Desde a primeira decisão, demorou 20 dias para que Flordelis se apresentasse para usar a tornozeleira.

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?