domingo, maio 29Notícias Importantes
Shadow

Rosa Weber nega recurso de Moro e beneficia Lula

Lula continuará tendo acesso às mensagens da Operação Spoofing. É o que decidiu a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber. Na sexta-feira 5, a juíza rejeitou o prosseguimento de uma ação do ex-ministro Sergio Moro contra o acesso da defesa do ex-presidente. Conforme noticiou Oeste, a ação da Justiça prendeu hackers que invadiram celulares de autoridades, entre as quais o então titular da Lava Jato e integrantes da força-tarefa. No despacho, a magistrada não chegou a analisar o mérito dos argumentos de Moro.

Rosa Weber argumenta que ele não é parte do processo em que Lewandowski decidiu. Portanto, não poderia sequer apresentar o recurso que foi protocolado no Supremo. Além disso, Weber entendeu que o tipo de recurso apresentado — uma reclamação constitucional — não poderia ser usado para rever uma decisão judicial, como pedia a defesa de Moro. Os advogados de Lula querem usar o material de modo a derrubar a condenação do petista. O ex-juiz supostamente atuou de forma parcial nos processos e orientou a atuação do Ministério Público.

O processo

Ao STF, a defesa de Moro interpelou a competência de Lewandowski no caso que beneficiou Lula. Segundo os advogados do ex-juiz, essa decisão caberia ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato — Lewandowski foi relator de um processo que concedeu acesso a Lula ao acordo de leniência da empreiteira Odebrecht. Dessa forma, não haveria conexão desse caso com a invasão dos criminosos. Moro garante que outro problema das mensagens é a falta de uma análise técnica que ateste a veracidade do material. Segundo o ex-ministro, “a prova é absolutamente ilícita”.

Leia também: “Moro pode ser declarado suspeito nos processos envolvendo Lula?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?