domingo, setembro 25Notícias Importantes
Shadow

Ramadã: Ore por cristãos perseguidos em países islâmicos

Cerca de 50 países jejuam do nascer ao pôr do sol durante 30 dias. Todo este período representa instabilidade para os cristãos. Por isso, durante o ramadã, ore pelos cristãos perseguidos

Começou no dia 23 de abril e vai até 23 de maio o mês do jejum islâmico, chamado de ramadã. Muçulmanos em todo o mundo fazem o jejum desde o amanhecer até o anoitecer durante esse período.

A maioria dos cristãos perseguidos vive em países onde a opressão islâmica é o principal tipo de perseguição.

Prova disso é que dos 50 países da Lista Mundial da Perseguição 2020, 41 têm a opressão islâmica como tipo de perseguição. Assim, o Ramadã afeta diretamente a Igreja Perseguida nos países de maioria muçulmana.

Ramadã

O período de jejum do Ramadã comemora o tempo na história do islã quando, segundo a crença muçulmana, o profeta Maomé (seu fundador), recebeu uma série de mensagens através do anjo Gabriel por um mês. Essas revelações, mais tarde, formaram o Alcorão, o livro sagrado do islã.

No Ramadã, os muçulmanos se sentem mais unidos do que nunca em uma comunidade global. Esse sentimento dá espaço a um exclusivismo religioso, em que todos os que não praticam essa fé são vistos como infiéis e, em casos mais extremos, dignos de algum tipo de punição. Assim, é inaceitável para a maioria muçulmana de um país islâmico que não muçulmanos possam comer enquanto eles jejuam.

Mapa 30 dias de Oração

Para que os cristãos perseguidos recebam oração nesse período, a Portas Abertas lançou o Mapa 30 Dias de Oração, que traz os principais países em que os cristãos são perseguidos, torturados, hostilizados e até mortos por sua fé em Jesus. Acesse o mapa, clique no país e veja os principais motivos de oração durante o Ramadã.

Ore e aja!

Além de orar, você pode contribuir para fortalecer os cristãos que vivem em contexto islâmico, como nossos irmãos da Indonésia. Contribua com o discipulado de cristãos ex-muçulmanos no país com a maior população islâmica do mundo.

*Com informações de Portas Abertas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?