terça-feira, abril 20Notícias Importantes
Shadow

Presidente da França, Emmanuel Macron, vira alvo de protestos entre islâmicos

Ocor­reram duras cri­ticas contra o pre­si­dente francês que mos­trou ser fa­vo­rável a pu­bli­cação de charges do pro­feta Maomé, apoi­ando desta forma a li­ber­dade de ex­pressão.

Em Daca, ca­pital de Ban­gla­desh mi­lhares de mu­çul­manos saíram às ruas para pro­testar contra o pre­si­dente francês Em­ma­nuel Ma­cron, após o mesmo apoiar a li­ber­dade de ex­pressão da­queles que di­vulgam charges do pro­feta Maomé.

A pas­seata foi in­ter­rom­pida antes que che­gasse até a em­bai­xada da França na ca­pital de Ban­gla­desh, cujo o país é pre­do­mi­nan­te­mente mu­çul­mano. Vá­rias li­de­ranças de di­versos países de mai­oria mu­çul­mana está con­vo­cando ma­ni­fes­ta­ções, onde ocorrem queima de fotos de Ma­cron e da ban­deira fran­cesa, é pos­sível pre­sen­ciar de­cla­ra­ções mais ame­a­ça­doras como por exemplo, “Ma­cron vai pagar caro” ou “Ma­cron se tornou um ter­ro­rista”.

LEIA TAMBÉM:

“Dossiê Felipe Neto” – MPF denuncia Youtuber

EUA: Facebook, Twitter e Google defenderão lei que protege plataformas

TJSP: associação de religiosas pró-aborto não pode usar ‘católicas’ no nome

O pro­testo teve início em frente ao prin­cipal templo is­lâ­mico do país, a Mes­quita Na­ci­onal Baitul Mu­karram, no centro de Daca, e reuniu cerca de 40.000 pes­soas, de acordo com a con­ta­bi­li­dade da po­lícia local.

Exi­bindo car­tazes com a imagem de Ma­cron, os mu­çul­manos exi­giram um pe­dido de des­culpas por parte do pre­si­dente e até a ex­pulsão do em­bai­xador francês em Ban­gla­desh.

Atiqur Rahman, porta-voz do Islã An­dolan Ban­gla­desh (IAB), um par­tido po­lí­tico is­lâ­mico que or­ga­nizou a marcha disse que os mu­çul­manos não dei­xarão o caso passar em vão. Ainda se­gundo Rahman, Ma­cron de­veria pro­curar tra­ta­mento, in­du­zindo que o mesmo pode estar louco. E de­clarou o pre­si­dente francês ini­migo do Islã.

Os países mu­çul­manos tem de­fen­dido também, boi­cotes a em­presas fran­cesas.

Novos pro­testos foram con­vo­cados pelo IAB, na quinta (29) e na sexta (30).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?