sábado, maio 25Notícias Importantes
Shadow

Prefeito de Coronel Fabriciano, em MG, não vai adotar ‘onda roxa’

O prefeito de Coronel Fabriciano, em Minas Gerais, anunciou que não vai aderir à “onda roxa” determinada pelo governador do Estado, Romeu Zema (Novo). A fase é a mais restritiva no enfrentamento da pandemia.

Marcos Vinícius da Silva Bizarro, que é médico, disse a Oeste que não vai fechar o comércio. Ele defende justamente o contrário, que os estabelecimentos fiquem abertos por mais tempo para evitar aglomeração.

Leia mais:  “Ceagesp é autorizada a funcionar durante lockdown em Ribeirão Preto”

O prefeito optou por não fechar a cidade e garante que os índices de contaminação e mortes são compatíveis com os de municípios da região que tomaram medidas drásticas.

O governo de Minas anunciou que a partir desta quarta-feira, 17, as restrições serão obrigatórias para os 853 municípios do Estado. Marcos Vinícius da Silva Bizarro acredita que o tema será judicializado.

O prefeito destacou, no entanto, a existência de uma decisão do Supremo Tribunal Federal que determina que compete ao município definir suas políticas públicas de saúde no enfrentamento da pandemia.

Varginha

O prefeito de Varginha, no sul Minas, Vérdi Lúcio Melo (Avante), também disse que não vai aderir à onda roxa. A administração municipal entende que a imposição feita pelo governo de Minas é inconstitucional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?