sábado, maio 18Notícias Importantes
Shadow

O presidente do Seminário Teológico da Batista do Sul em Louisville, Kentucky, Albert Mohler, criticou a igreja Hope United Methodist Church em Bloomington, Illinois, por não pregar o Cristianismo verdadeiro, promovendo shows de drag queen em seu culto matinal de domingo.

O presidente do Seminário Teológico da Batista do Sul em Louisville, Kentucky, Albert Mohler, criticou a igreja Hope United Methodist Church em Bloomington, Illinois, por não pregar o Cristianismo verdadeiro, promovendo shows de drag queen em seu culto matinal de domingo.

Mohler disse que a recente promoção de shows drag queen pela igreja foi um exemplo de «revolta aberta» contra o que Deus quer para a humanidade, de acordo com o teólogo.

Em 15 de abril, o Religion News Service, destacou a igreja em uma matéria, contando que o diretor de operações da igreja, Isaac Simmons, um drag queen que se atende com nome de, contou que no dia 11 de abril a igreja promoveu um «Drag Sunday».

No evento os artistas drag cantaram , oraram e se apresentaram para a congregação. Durante o culto, um apresentador disse que o intuito era «celebrar e elevar as vozes da arte drag dentro da Igreja».

Simmons seria a primeira Drag no ministério da Igreja Metodista Unida,segundo a RNS, certificada pelo Comitê Distrital de Vermillion  River da Conferência de Illinois Great Rivers.

Mas para o teólogo e autor Mohler, a igreja está rejeitando os principais ensinamentos cristãos. Ele falou em seu podcast The Briefing que isso é «uma refutação intencional e revolta contra a própria ordem que Deus nos deu», uma violação das Escrituras.

Para ele, a Bíblia é bem clara que quem Deus criou como homem deve se identificar como homem e mulheres como mulheres. «Isso é encontrado em ensinos bíblicos paralelos, aliás, tanto no Antigo quanto no Novo Testamento», disse Mohler.

«É porque os cristãos estavam operando com base no entendimento bíblico cristão. Esta é uma revolta aberta e, claro, você verá uma divisão entre aqueles que estão horrorizados com ela», afirmou.

O teólogo teme o futuro das igrejas, que seguirão este caminho, cancelando a tradição cristã histórica e também que pode dividir as Igrejas Metodistas Unidas em conservadores e liberais, de acordo com o Christian Headlines.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?