segunda-feira, janeiro 24Notícias Importantes
Shadow

‘Não entendi até hoje o voto da Cármen Lúcia. Todo mundo ficou perplexo’ — diz ministro do STF

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio, criticou a posição adotada por sua colega de tribunal, Cármen Lúcia, durante o julgamento de suspeição de Sérgio Moro nos processos relacionados ao ex-presidente Lula (PT), realizado pela Segunda Turma da Corte.

A magistrada mudou o seu entendimento sobre o caso e votou favorável ao réu, apontando o trabalho do ex-juiz como parcial ao julgar o líder petista. Essa decisão da ministra foi crucial para o resultado final do julgamento, que terminou 3 a 2, o qual declarou a suspeição de Moro.

“É mais um componente para confundir tudo. Por exemplo, não entendi até hoje o voto da ministra Cármen Lúcia, minha colega, no que ela em 2018 acompanhou o relator, ministro Fachin, e agora na última sessão reajustou o voto. Mas ela deve ter tido as razões dela, também não fui pesquisar para saber quais são” — afirmou Marco Aurélio em entrevista concedia à Folha.

“A mudança é sempre possível, desde que não tenha havido proclamação final, e não houve” — continuou.

“Houve pedido de vista que se projetou no tempo de 2018 até agora. Ela poderia em tese reajustar? Poderia. Ela se convenceu que deveria reajustar e reajustou”.

“E aí evidentemente, como tenho meus processos para relator, para estudar, não fui atrás para saber as razões dela. Mas que todo mundo ficou perplexo, ficou” — disse o ministro.

× Como posso te ajudar?