terça-feira, outubro 19Notícias Importantes
Shadow

Justiça impõe derrota a Maria do Rosário (PT)

Parlamentar moveu um processo contra apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, pelo crime de injúria

justiça

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) sofreu uma derrota na Justiça Federal. O magistrado Rodrigo Parente Paiva Bentemuller mandou arquivar a denúncia que a parlamentar fez contra Tamires de Souza Costa, apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, pelo crime de injúria. Tudo começou em novembro de 2019, na Câmara dos Deputados. De acordo com Rosário, Tamires a chamou de “ridícula” e repetiu diversas vezes, de forma jocosa, a expressão “O que é isso? O que é isso”. Além disso, Rosário garante que foi acusada de ter ligação com a tentativa de assassinato do então candidato à presidência da República Jair Bolsonaro.

Leia também: “O ocaso do lulismo”, reportagem publicada na edição n° 25 da Revista Oeste

No entanto, a Justiça entendeu que a manifestação de Tamires não constitui crime, já que não houve ataque direto à honra da deputada. “A representada não agiu com a intenção de ofender a dignidade ou honra da parlamentar. Contudo, apenas externou sua opinião sobre a mesma, podendo caracterizar um ato despido de educação e postura que se espera de alguém que esteja em um órgão público. Mas que, necessariamente, não gera reflexos na seara penal”, argumentou o juiz. Na decisão, ele ressaltou que a livre exposição do pensamento não pode ser considerada ofensa aos políticos, pois eles estão expostos a críticas populares.

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?