quinta-feira, agosto 11Notícias Importantes
Shadow

Guedes defende a venda de estatais para aumentar o valor do Auxílio Emergencial

Na tarde desta quinta-feira (25), o super ministro da Economia, Paulo Guedes, foi confrontado por senadores acerca do valor do novo Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal. O encontro ocorreu durante a Comissão Temporária Covid-19 (CTCOVID19).

Em resposta ao questionamento dos congressistas, Paulo Guedes admitiu a possibilidade do país pagar parcelas no valor de 600 reais. No entanto, segundo ele, isso só poderá ser possível com contrapartidas, como a venda de estatais que estejam, dando prejuízo.

“O estado está financeiramente quebrado, mas cheio de ativos. Vimos que é possível aumentar o valor, mas tem que ser em bases sustentáveis. Se aumentar o valor sem por outro lado ter as fontes de recursos corretas, traz a superinflação ou a inflação de dois dígitos como era antigamente. O resultado final é desemprego em massa e o imposto mais cruel sobre os mais pobres que é a inflação” — disse o ministro.

Um dos senadores que indagou Paulo Guedes foi Styvenson Valentim (Podemos-RN), a qual registou que governadores de 16 estados formularam uma carta conjunta pedindo ao Congresso para aumentar o benefício para 600 reais. Os atuais valores giram em torno de R$ 150 a R$ 375. Segundo o grupo, o momento atual da pandemia exige segurança de renda à população associada às medidas de distanciamento social.

× Como posso te ajudar?