domingo, setembro 25Notícias Importantes
Shadow

“Foi devastador”, diz pastor ao perder 13 membros de sua igreja

Rev. Johnnie Green perdeu 13 membros de sua igreja em Nova York, EUA, em 30 dias. Todas as pessoas foram vítimas de covid-19.

Ao menos 11 pessoas da Igreja Batista Mount Neboh, no Harlem, em Nova York, (EUA) morreram nos últimos 30 dias por covid-19. Apesar do número de mortos, o Rev. Johnnie Green, líder da igreja, acredita que a fé de sua congregação está sendo testada, já que muitos de seus membros ainda não foram testados para o vírus.

“As Escrituras dizem que se vivemos, vivemos para o Senhor, se morremos, morremos para o Senhor … todos nós nascemos com uma data de validade e todos nós vamos encontrar a morte em algum momento. É simplesmente insondável e lamentável que tantas pessoas em nossa congregação tenham morrido”, disse o pastor, na última terça-feira (21).

XXX

Enquanto fazia uma transmissão ao vivo do facebook à sua congregação, Johnnie Green anunciava a morte de 11 membros da igreja. Depois recebeu uma ligação de que mais duas pessoas haviam morrido por coronavírus.

“Foi devastador! Eu recebo ligações o tempo todo da noite. Toda vez que meu telefone toca, pergunto-me se é um anúncio de outra pessoa com teste positivo ou outra pessoa morrendo para que você saiba, estou tendo uma média de quatro horas de sono por noite. É isso aí. Está na minha cabeça – disse Green.

O pastor desabafa alegando que perdeu vários filhos. “oi como ser pego de surpresa. É algo que você não espera. Você lê na Bíblia, lê as histórias de pessoas como Jó e como ele perdeu 10 de seus filhos ao mesmo tempo e o impacto que isso teve na vida de Jó. Bem, não perdi 10 filhos, mas perdi 13 membros o impacto foi devastador.

Apesar disso, mantém sua fé. “Eu não acho que Deus escolheu nossa igreja para nos provar. Eu acredito que Deus permitiu que isso acontecesse em nossa igreja, para que ela demonstrasse perante o mundo como é a verdadeira fé em Deus. Estamos aprendendo que Deus pode nos passar pela crise, então estamos dependendo de Sua Palavra”, disse.

Enterros

A igreja tem 1.200 membros. Desde que as pessoas começaram a morrer, o pastor disse que só conseguiu enterrar dois deles porque uma funerária local que serve a igreja também foi atingida por infecções por coronavírus.

“O proprietário da casa funerária e vários funcionários contrataram a COVID-19. As pessoas estavam ficando doentes entrando e saindo da funerária. Por isso exigiram que a funerária estivesse em quarentena por 14 dias, o que atrasou alguns enterros. Tivemos três enterros que deveriam ocorrer esta semana. Dois enterros e uma cremação que foram suspensos até maio”, disse.

*Com informações do The Christian Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?