sábado, agosto 15Notícias Importantes
Shadow

Epístola de Tiago – Estudo Bíblico


Epístola de Tiago – Estudo Bíblico

Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que se encontram na Diáspora. Saudações. (Tiago 1:1).

A epístola de Tiago é incrível, tanto que deixou confuso o próprio Martinho Lutero, que pensou que esta carta era uma defesa da salvação pelas obras contrariando os ensinos de Paulo sobre a salvação pela fé.

Mas sabemos que a carta de Tiago não defende salvação pelas obras, até porque, salvação pelas obras nunca existiu, nem no antigo, nem no novo testamento. Mas é comum as pessoas pensarem por si mesmas que é possível ter méritos por suas obras.

O autor da carta se apresenta de forma bem resumida, por ser tão conhecido que não precisa de apresentações, assim como João (1Jo 1:1. 2Jo 1:1. 3Jo 1:1).

Diferente de Paulo que se apresentava como apóstolo de Jesus e explicava que foi chamado para ser apóstolo. (Rm 1:1. 1Co 1:1. 2Co 1:1. Gl 1:1. Ef 1:1). Porque Paulo além de ser uma “novidade entre os apóstolos” era difamado pelos judaizantes que diziam que ele era apóstolo falso. (2Co 10:10).

Se esse Tiago não precisa se apresentar em uma carta que irá circular por várias igrejas, então ele é bem conhecido! E isso explica porque entre os 108 versículos de sua carta, temos 54 ordens diretas, que são mandamentos.

E explica também porque Judas fez questão de dizer em sua epístola que era irmão de Tiago, isto é, Judas não era tão conhecido entre as igrejas, mas Tiago sim. (Jd 1).

A data em que essa epístola foi escrita é estimada entre 45 e 49 d.C. E os destinatários da carta são principalmente judeus que estavam migrando, saindo de Jerusalém por causa da perseguição. (Tg 1:1).

Mas quem é este Tiago?

Este Tiago não é o filho de Zebedeu irmão de João, porque ele morreu em Atos 12:2. Este Tiago também não é o filho de Alfeu, pois não temos mais nada sobre ele, a não ser o fato de ter sido um dos discípulos. (Lc 6:15. Mt 10:13). Este Tiago também não é o pai de Judas mencionado só uma vez (At 1:13).

A bíblia se refere a cada Tiago com uma característica para identifica-lo. Ou diz que é irmão de João, filho de Zebedeu. Ou diz que é filho de Alfeu.

E também chama os dois Tiago’s que eram discípulos, de menor e maior. Sendo o irmão de João o Tiago maior, que morreu em Atos 12. E o filho de Alfeu o Tiago menor, de quem não sabemos nada.

Porém, existe um Tiago que se destaca no novo testamento apenas como Tiago. Sobre ele a bíblia geralmente não traz característica, porque os primeiros leitores o conhecem muito bem. E é este Tiago quem escreveu a carta, por isso não precisa se apresentar.

Veja as referências sobre este Tiago, sem nenhuma informação de parentesco que o identifique. (1Co 15:7. At 12:17. 15:13. 21:18. Gl 2:12).

Mas este mesmo Tiago é identificado como irmão do Senhor pelo apóstolo Paulo. (Gl 1:19). E o mesmo Paulo se refere a ele como líder em Jerusalém (Gl 2:9). Portanto é o mesmo Tiago que aparece em Atos 15:13.

Sobre os irmãos de Jesus, veja todas as referências bíblicas que mencionam isso. (Mt 12:46,47. 13:55,56. Mc 3:31,32. 6:3. Lc 8:19,20. Jo 7:3,5,10. At 1:14. ICo 9:5. Gl 1:19).

Lembrando que o grego é um idioma que faz distinção entre as palavras irmãos e primos. Por isso, não tem como um gentio pensar como hebreu e usar a palavra “irmão” querendo referir-se a primo.

Lucas é um gentio, médico, formado que muito pesquisou para escrever sobre Jesus (Lc 1:1-3). E chamou Isabel de prima, ou parenta. Mas quanto à família de Jesus, chamou de irmãos. (Lc 1:36 e 8:19,20).

Mas não somente isso, ainda existem relatos extra-bíblicos que mencionam que Tiago era irmão de Jesus. Veja as palavras do historiador Flávio Josefo:

 “Anano, um dos que nós falamos agora, era homem ousado e empreender, da seita dos saduceus, que, como dissemos, são os mais severos de todos os judeus e os mais rigorosos no julgamento. Ele aproveitou o tempo da morte de Festo, e Albino ainda não havia chegado, para reunir um conselho diante do qual fez comparecer Tiago, irmão de Jesus chamado Cristo, e alguns outros; acusou-os de terem desobedecido às leis e os condenou ao apedrejamento. Esse ato desagradou muito a todos os habitantes de Jerusalém, que eram piedosos e tinham verdadeiro amor pela observância das nossas leis” –
(JOSEFO, Flavio, História dos Judeus – CPAD, 2000, pp.465)

E não somente Josefo, mas também Orígenes mencionou Tiago como irmão de Jesus. E ambos historiadores confirmam que realmente, este Tiago foi muito conhecido em seus dias:

Tamanha era a reputação de Tiago entre as pessoas consideradas justas, que Flávio Josefo, que escreveu Antiguidade dos Judeus em vinte livros, quando ansiava por apresentar a causa pela qual o povo teria sofrido grandes infortúnios que até mesmo o tempo fora destruído, afirma que essas coisas aconteceram com eles de acordo com a Ira de Deus em consequência das coisas que eles se atreveram a fazer contra Tiago o irmão de Jesus que é chamado Cristo. E o que é fantástico nisso é que, apesar de não aceitar Jesus como Cristo, ele deu testemunho da justiça de Tiago” –
(Orígenes, Origen’s Commentarary on Matthew, IN: ROBERTS, Alexander, DONALDSON, James, Ante-Nicene Fathers, VOL 9, pp.424)

A carta de Tiago é extremamente prática, ele mostra o evangelho no dia a dia.

No capítulo 1, Tiago fala dos benefícios das provações e a sabedoria que vem do alto. Menciona que a riqueza do mundo é passageira, explica sobre a tentação e alerta que a origem do bem é Deus.

Tiago ainda traz exemplos práticos de como ser sábio, ele diz: Todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar… (Tg 1:19). E conclui que a verdadeira sabedoria é praticar a palavra de Deus.

No capítulo 2, Tiago fala da acepção de pessoas. E é importante lembrar que seus ouvintes são “as doze tribos”, isto é, judeus em geral.

E por isso, quando Tiago se refere aos ricos, esta falando dos próprios judeus, pois eles sempre foram um povo próspero, e agora disperso pelo mundo, encontrarão pobres no caminho.

Ele explica o que é a fé verdadeira e dá exemplos de como usá-la no dia a dia em relação ao próximo. E conclui o capítulo 2 dando exemplos de como as obras de personagens do antigo testamento são provas da fé que tinham.

No capítulo 3, Tiago continua falando de sabedoria, começando pela falta de sabedoria que existe na língua. Para então concluir dizendo:

A sabedoria, porém, lá do alto é, primeiramente pura; depois pacífica, indulgente, tratável, plena de misericórdia e de bons frutos, imparcial, sem fingimento. (Tg 3:17).

No capítulo 4, Tiago fala da origem das contendas e brigas, mas também explica como resolvê-las dizendo: Sujeitai-vos, portanto, a Deus… (Tg 4:7).

Ele ainda trata a questão da difamação, que é uma mensagem atual para nós hoje, principalmente aqueles que gostam de difamar tudo e todos pelas redes sociais. (Tg 4:11,12).

E também explica que os projetos humanos são falíveis, e que quando seus planos falharem, você não pode deixar que isso te aflija, pois irá revelar a sua arrogância.

Ou seja, é arrogante pensar que você é tão incrível que todos seus planos darão certo. Por isso, se o Senhor permitir, faremos isto ou aquilo… (Tg 4:15).

No capítulo 5, Tiago continua com sua lista de conselhos práticos e mandamentos, dessa vez resumidamente fala de vários assuntos como:

  • Deus condena as riquezas mal adquiridas;
  • A necessidade de paciência para receber bênçãos;
  • A vinda do senhor esta próxima;
  • A proibição de juramentos e a palavra firme;
  • A oração pelos enfermos e o perdão;
  • A confissão dos pecados e a salvação do pecador;

Com Tiago aprendemos a importância da prática da palavra de Deus, e como isso nos torna pessoas sábias não só com palavras mas principalmente com atitudes.

Que Deus conserve em ti a sabedoria que vem do alto!

O post Epístola de Tiago – Estudo Bíblico apareceu primeiro em Pregador Manasses.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: