sábado, maio 8Notícias Importantes
Shadow

Em Minas, prostitutas fazem protesto para serem prioridade na vacinação contra o novo vírus

Em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, um grupo de quase duas mil prostitutas paralisaram suas “atividades” nesta semana. O ato ocorre em protesto pela inclusão das “profissionais do sexo” no grupo prioritário do plano de imunização contra o novo vírus.

“Nossa profissão é de risco. Muitas estão afastadas com medo” — disse a presidente da Associação das Prostitutas de Minas Gerais (Aprosmig), Cida Vieira, em entrevista ao G1.

“Muitas de nós estão sem ajuda e nenhum benefício. A sociedade hipócrita precisa dos nossos serviços, mas nos repele. Muito preconceito e estigma. O que aumentou com a pandemia” — continuou. “Muitos filhos de trabalhadoras sexuais estão necessitando de leite, fraudas, cestas básicas, itens de higiene. Muito triste” — completou Cida, alegando que a categoria foi bastante afetada pelas medidas restritivas que vem sendo impostas pelos governantes locais.

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: