domingo, setembro 25Notícias Importantes
Shadow

Eduardo crítica o STF: “Se Daniel tivesse traficado drogas ou assassinado alguém, talvez aí já estivesse solto”

Na manhã desta sexta-feira (12), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) por adiar mais uma vez a análise do relaxamento da prisão do também deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), o qual se encontra peso desde meados de fevereiro deste ano.

“A lei é recheada de dispositivos que dizem que em caso de réu preso, como é Daniel, será dada celeridade ao julgamento. Porém ontem, mais uma vez, rasgou-se a lei. De fato vivemos tempos estranhos” — declarou Eduardo Bolsonaro.

O parlamentar ainda afirmou que se seu colega fosse traficante ou assassino, provavelmente já estaria solto. “Seria melhor se Daniel tivesse traficado drogas ou assassinado alguém, talvez aí já estivesse solto” — disse.

A Suprema Corte tinha marcado para ontem (11) o julgamento sobre o relaxamento da prisão de Daniel Silveira. No entanto, o relator do caso, o ministro Alexandre de Moraes, pediu para que a analise do caso fosse adiada. O decano do STF, o ministro Marco Aurélio, tentou insistir para que o caso fosse avaliado, chegando a recorrer ao presidente do tribunal, o ministro Luiz Fux, mas sem sucesso.

Daniel Silveira encontra-se preso desde o dia 16 de fevereiro por conta de um vídeo postado nas redes sociais, o qual continha sérias críticas aos ministros do STF.

× Como posso te ajudar?