terça-feira, abril 20Notícias Importantes
Shadow

Defesa de Witzel recorre novamente ao STF para retorno ao cargo

Advogados do governador afastado querem reavaliação do relator do primeiro pedido, Edson Fachin ou que caso vá ao plenário da Corte

wilson witzel, stf, recurso, defesa, governo do estado do rio de janeiro, afastamento

Defesa de Witzel tenta novo recurso no STF para reconduzi-lo ao cargo
Foto: Governo do Estado do Rio de Janeiro

A defesa do governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) novamente.

Desta vez, os advogados querem que o relator do primeiro recurso impetrado, ministro Edson Fachin, reavalie a questão e permita o retorno dele ao cargo ou que a questão seja levada a plenário, para que todos os ministros possam decidir.

De acordo com os defensores de Witzel, a decisão de afastá-lo do cargo — tomada pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Benedito Gonçalves em 28 de agosto e referendada pelo mesmo tribunal em setembro — não permitiu que o governador se defendesse das acusações. Por isso, o afastamento seria ilegal e ele deveria ser reconduzido ao cargo.

O afastamento foi solicitado devido ao envolvimento de Witzel em organização criminosa que desviava recursos da saúde do Estado.

O governador afastado também enfrenta um processo de impeachment que já chegou à fase de ser julgado em tribunal misto de desembargadores e deputados, a última antes da perda definitiva do cargo.

*O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?