domingo, janeiro 29Notícias Importantes
Shadow

De estudos bíblicos a escola de futebol

A missionária Miriam Silva e seu esposo, missionário Edmilson Silva, foram para a Albânia em fevereiro de 2013 para apoiar o pastor que havia sido consagrado pelos missionários que estavam lá há 10 anos e a igreja do instituto. Desde então, tem  desenvolvido projetos com crianças, jovens e a preparação de novos obreiros para trabalharem nas igrejas.

“Nós temos uma escola de futebol, chamada Maranatha, em Rrëshen – capital de Mirdita, localizada no Norte da Albânia – que acontece às terças e quintas das 16h às 17. Atualmente são 21 alunos e algumas meninas que também começaram a participar.

 A outra cidade onde já temos um local alugado se chama Bulqize. Começamos uma reunião com as crianças desde julho deste ano, porém ainda não inauguramos como igreja porque esta cidade é 100% muçulmana, mas em nome de Jesus já cremos que agora será 99% muçulmana, porque já chegamos lá.

 Nesta cidade também queremos começar com a escola de futebol, mas isso só poderá acontecer em 2022, porque iremos para o Brasil em dezembro e retornaremos no começo de abril, e não temos pessoas que possam ficar lá neste tempo, porque é no Norte, a três horas e meia de Tirana e nossos amigos aqui não podem ir lá neste tempo.

 Convidamos um casal de albaneses para trabalhar conosco e queremos prepará-los para serem os pastores da igreja, porque não viemos para cá para trabalhar como pastores, mas sim para capacitar os albaneses para que eles fiquem e depois nós tenhamos condições de ir para outros lugares. Às vezes eles pensam que queremos tomar o lugar deles aqui, eles têm um pouco de ciúme nesse sentido, mas não é isso.

 Então eles fazem o trabalho com as crianças atualmente. Crianças e adolescentes. Às vezes fazemos as atividades com todos juntos, porque tem pouca criança e poucos adolescentes. Temos alguns jovens, mas ainda não conseguimos começar um trabalho exclusivo com eles. Temos reunião de oração na quarta-feira de manhã e estudo bíblico à tarde. E nosso culto principal é sábado de manhã, porque há pessoas que moram longe.

 Tem sido uma benção, têm muitas histórias com cada uma das pessoas.

 Existem muitos lugares no norte da Albânia onde não tem igreja, mas temos que ter mais pessoas para trabalhar.”

Material Produzido por Radar Missionário, disponível em: Revista Radar Missionário Edição 01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?