terça-feira, abril 20Notícias Importantes
Shadow

Crescem os protestos contra medidas de confinamento no mundo todo

É cada vez maior o número de pessoas que saem às ruas pelo mundo todo, protestando contra as medidas de confimanto.

Na última semana vimos que milhares de manifestantes tomaram as ruas de vários países para pedir o fim de imposições como lockdown ou toque de recolher.

protestos em Bogotá – foto swissinfo

Na Tunísia foram detidos 432 na última 4a feira (20), na Colombia, no mesmo dia, convocados por sindicatos de comerciantes, artistas e vendedores informais, manifestantes marcharam antes do toque de reconher noturno em Bogotá, Cali e Medellín. Nessa última cidade, a polícia interveio para evitar o bloqueio de uma avenida.

Holanda – Foto – Agência reuters

A Holanda, ontem, viveu uma noite de terror, pelo menos a população de dez cidades insurgiu-se contra o toque de recolher imposto para conter a covid-19, medida que não era imposta desde a 2ª Guerra Mundial. Cerca de 240 manifestantes foram detidos e governo fala em violência criminosa. Contudo, pelo que se observa na foto, a volência não partiu dos manifestantes.

A França, a fim de evitar nova onda de protestos, seguiu os passos da Bélgica e reforçou os controles fronteiriços com seus vizinhos, preocupada com a cepa britânica. O objetivo da medida, junto com o toque de recolher em vigor das 18h às 6h, é tentar frear a propagação do vírus. O ministro francês da Saúde, Olivier Véran, já avisou que as restrições podem ser intensificadas.

Nos EUA, durante esta semana em Nova York foi registrado protesto do BLM sem qualquer interferência da polícia.

Observa-se que o aumento das medidas restritivas pelos governos é acompanhado por protestos em vários países.

Na Dinamarca, cinco pessoas foram detidas em Copenhagem na noite de sábado (23), após uma manifestação contra as restrições que degenerou em incidentes. Ao passo que milhares de pessoas também se manifestaram ontem em Madri contra as medidas do governo para conter a pandemia. A multidão denunciou o “engano” de um vírus que, segundo alguns, “não existe”.

Além das medidas restritivas à população, muitas nações encerraram seus aeroportos, objetivando o bloqueio da entrada de novas variantes do coronavírus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?