terça-feira, setembro 22Notícias Importantes
Shadow

Como um cristão deve reagir ao bullying?

O bullying é um grande problema atualmente, que precisa ser combatido. A Bíblia nos ensina que não devemos ignorar o bullying.

Bullying acontece quando uma pessoa ou um grupo de pessoas intimidam outra fisicamente ou verbalmente. O bully usa a violência e o medo para ganhar poder sobre outras pessoas. Isso é errado. Vítimas frequentes de bullying ficam com baixa auto-estima e sentem muito medo e desconfiança. Muitas vítimas de bullying cometem suicídio por causa de seu sofrimento.

Para reagir de maneira bíblica ao bullying, é preciso:

Reconhecer o problema

Bullying não é uma brincadeira e não deve ser ignorado! Fingir que o problema não existe não vai ajudar. Muito bullying acontece porque ninguém reconhece que é errado.

A vítima de bullying precisa saber que o que está acontecendo é errado. A culpa não é sua. Ninguém tem o direito de intimidar, agredir nem destruir a vida de outra pessoa. A vítima tem todo direito de se sentir triste e zangada. A vítima merece compreensão e apoio.

Entender sua identidade em Cristo

Não importa o que outras pessoas dizem, você é amado! Jesus ama você incondicionalmente. Isso significa que nada pode fazer Jesus lhe amar menos. Jesus lhe ama tanto que ele morreu na cruz por você. Não há amor maior que esse (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="João 15:13" data-content="13Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos.”>João 15:13).

Você é muito especial. Toda a pessoa que diz que você não vale nada está mentindo. Deus NUNCA mente e Ele diz que:

  • Você reflete a beleza e a glória de Deus – <span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Gênesis 1:27" data-content="27Criou Deus o homem à sua imagem,
    à imagem de Deus o criou;
    homem e mulher os criou.”>Gênesis 1:27
  • Deus sabe tudo sobre você e lhe ama – <span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Salmos 139:1-3" data-content="1Senhor, tu me sondas e me conheces.2Sabes quando me sento e quando me levanto;
    de longe percebes os meus pensamentos.3Sabes muito bem quando trabalho
    e quando descanso;
    todos os meus caminhos
    são bem conhecidos por ti.”>Salmos 139:1-3
  • Deus está com você e nunca lhe vai abandonar – <span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Salmos 139:7-10" data-content="7Para onde poderia eu escapar do teu Espírito?
    Para onde poderia fugir da tua presença?8Se eu subir aos céus, lá estás;
    se eu fizer a minha cama na sepultura,
    também lá estás.9Se eu subir com as asas da alvorada
    e morar na extremidade do mar,10mesmo ali a tua mão direita me guiará
    e me susterá.”>Salmos 139:7-10

Leia aqui: segundo a Bíblia quem sou eu?

Amar os inimigos

Amar os inimigos significa entender que o bully é uma pessoa, como você (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Mateus 5:44-45" data-content="44Mas eu digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,45para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos.”>Mateus 5:44-45). Ele também é amado por Deus. Deus não aprova o que o bully faz mas Ele o ama. O bully também precisa de Jesus.

Você pode orar a Deus, pedindo que o bully entenda que está agindo de maneira errada e se arrependa. Ore para que ele conheça Jesus e mude de vida.

Veja também: como posso perdoar?

Não revidar

Quando alguém nos humilha ou machuca, dá vontade de fazer o mesmo com ele. Mas isso não é a solução. Por isso, é bom “morder a língua” (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Romanos 12:17-19" data-content="17Não retribuam a ninguém mal por mal. Procurem fazer o que é correto aos olhos de todos.18Façam todo o possível para viver em paz com todos.19Amados, nunca procurem vingar-se, mas deixem com Deus a ira, pois está escrito: “Minha é a vingança; eu retribuirei“, diz o Senhor.”>Romanos 12:17-19).

Muitos bullys foram eles próprios vítimas de bullying. O bullying é um ciclo vicioso que só é quebrado quando alguém decide não retrucar com a mesma moeda (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Romanos 12:21" data-content="21Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.”>Romanos 12:21).

Confrontar de maneira segura

O bully precisa saber que você não vai aceitar o que ele está fazendo. Muitas vezes, simplesmente agir de forma mais confiante e dizer “não” acaba com o bullying.

Às vezes é preciso confrontar o bully face a face. Para sua segurança, peça a uma pessoa mais velha ou com mais autoridade para ir com você. Tente ter uma conversa calma com o bully, explicando que você quer seu bem mas não vai aceitar o que está fazendo. Não fique irado nem se descontrole. Mostre que você é forte e ele não lhe pode afetar. Se a situação ficar perigosa, saia dali.

Lutar contra o bullying

Quando você vê alguém sofrendo bullying, não fique parado! Defenda a vítima (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Salmos 72:4" data-content="4Defenda ele os oprimidos no meio do povo
e liberte os filhos dos pobres;
esmague ele o opressor!”>Salmos 72:4). Bullys só atacam se pensam que são mais fortes. Tenha coragem e dê força à vítima, enfrentando o bully juntos.

Se você vê um de seus amigos fazendo bullying, fale com ele e explique que é errado (<span class="popover-refs" data-url data-toggle="popover" title="Mateus 18:15" data-content="15“Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão.”>Mateus 18:15). Se você tem filhos, ensine-os que o bullying é errado. Onde você tem influência, trabalhe para que não sejam criados mais bullys.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *