sexta-feira, dezembro 9Notícias Importantes
Shadow

YouTube

YouTube bloqueia perfil de pastor que defendia ‘cura gay’

YouTube bloqueia perfil de pastor que defendia ‘cura gay’

destaques, Pastor, YouTube
O YouTube suspendeu a conta do influente pastor de TV nigeriano T.B. Joshua por acusações de discurso de ódio. A decisão foi tomada depois que uma entidade de direitos humanos entrou com uma queixa ao analisar pelo menos sete vídeos mostrando o pregador fazendo orações para “curar” gays. O Facebook também removeu pelo menos um dos posts ofensivos mostrando uma mulher sendo esbofeteada enquanto T.B. Joshua diz que está expulsando um “espírito demoníaco” de seu corpo. O pastor disse que vai recorrer da decisão do YouTube.PUBLICIDADEhttps://4cffd91fab45f51ef67013c2d9c83618.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html Sua conta no YouTube tinha 1,8 milhão de assinantes antes de ser bloqueada. TB Joshua é um dos pastores mais influentes da África, com políticos important...
Texas denuncia esforço de big techs em censurar discurso conservador

Texas denuncia esforço de big techs em censurar discurso conservador

facebook, Notícias, redes sociais, Tecnologia, Trump, Twitter, YouTube
Menos de uma semana após a CEO do YouTube, Susan Wojcicki, afirmar que a plataforma permitirá a volta do canal de Donald Trump somente quando “o risco de violência diminuir”, o governador do Texas, Greg Abbott, anunciou uma proposta de lei que visa proibir as redes sociais de banir usuários com base em seus pontos de vista. Abbott declarou que plataformas como YouTube, Twitter e Facebook não estão apenas controlando o fluxo de informação na sociedade, mas também impedem a circulação daquilo que desejam. “Eles não estão na posição de escolher quais pontos de vista terão permissão para serem apresentados”, sustenta, em nota publicada pela revista Vice.  A proposta de lei surge no momento em que os Estados Unidos discutem se as social big techs devem ser responsabilizadas pelo conteúdo p...
Justiça manda YouTube reativar canais do Terça Livre

Justiça manda YouTube reativar canais do Terça Livre

aLLAN DOS sANTOS, Justiça, Notícias, redes sociais, Terça Livre, TJ-SP, YouTube
Os canais do Terça Livre no YouTube deverão voltar ao ar em breve. Em decisão divulgada nesta sexta-feira, 12, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) derrubou a censura imposta pela plataforma de vídeos pertencente ao Google contra o projeto de conteúdo. No TJ-SP, a decisão favorável ao Terça Livre também incluiu a possibilidade de multar o YouTube. De acordo com o site do projeto de conteúdo político, a rede social audiovisual terá de arcar com multa de R$ 5 mil por dia em caso de descumprimento da decisão judicial. “Derrubou dizendo que nós violamos as políticas do YouTube” Um dos criadores do projeto Terça Livre, o jornalista Allan dos Santos falou sobre o caso em entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da rádio Jovem Pan. Ele garantiu que até hoje não sabe o motivo da suspensão ...
TJ-SP obriga YouTube a devolver canais do Terça Livre TV

TJ-SP obriga YouTube a devolver canais do Terça Livre TV

Justiça, Notícias, YouTube
TJ-SP obriga YouTube a devolver canais do Terça Livre TV - Agora Notícias Brasil O Tribunal de Justiça de São Paulo, nesta sexta-feira (12), determinou que o YouTube Brasil devolva os dois canais da empresa de jornalismo Terça Livre. A decisão da Justiça diz ainda que, caso não seja cumprido, a Big Tech terá de pagar uma multa diária de R$ 5 mil. A decisão do tribunal acontece após o Juiz Henrique Paiva ter determinado na sexta-feira (05) que a empresa Google se manifeste sobre a censura praticada contra o Terça Livre. Tribunal de Justiça de SP determina que @YouTubeBrasil terá de devolver os dois canais do @tercalivre, sob pena de multa diária de R$ 5 mil. MAIS informações em breve. — Allan Dos Santos (@allanld...
Governo Bolsonaro: Mario Frias quer explicações do YouTube sobre suspensão de usuários da plataforma

Governo Bolsonaro: Mario Frias quer explicações do YouTube sobre suspensão de usuários da plataforma

ATUALIDADES, Brasil, censura, Governo Bolsonaro, Mario Frias, Notícias, Política, YouTube
Secretário Especial da Cultura do Governo Bolsonaro, o ator Mario Frias quer explicações do YouTube sobre a suspensão de alguns usuários da plataforma. Para tanto, ele determinou que a Secretaria Nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual notificasse o YouTube. Frias deixou bem claro que não aceitará censuras por parte da plataforma. “Determinei que a Secretaria Nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual notificasse o YouTube, para que ele explicasse os atos de suspensão de alguns usuários da plataforma” — declarou. “Não admitirei qualquer tipo de censura, e buscarei todos os esclarecimentos, uma vez que nosso ordenamento jurídico só permite tal suspensão através d uma ordem judicial. Minha gestão n irá tolerar violações aos direitos fundamentais dos nossos cid...
YouTube exclui os dois canais do Terça Livre 

YouTube exclui os dois canais do Terça Livre 

Brasil, Terça Livre, YouTube
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 O YouTube excluiu o canal do site Terça Livre, veículo fundado por Alan dos Santos. Segundo a plataforma, o canal violou as políticas da rede social. O canal tinha mais de 1 milhão de inscritos e publicava conteúdos de cunho conservador. Segundo o veículo, s dois canais do Terça Livre foram encerrados: o “Terça Livre TV” e o “Terça Livre Live”.  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 Em junho de 2020, o canal superou a marca de 1 milhão de inscritos, superando  grandes veículos da imprensa brasileira, como CNN, TV Folha e UOL. O Terça Livre divulgou um canal para não perder o contato com seus seguidores. Acesse aqui. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
YouTube adota medidas anti-pirataria

YouTube adota medidas anti-pirataria

internet, Notícias, redes sociais, Tecnologia, tv, YouTube
Foto: Canva Tutoriais de como decodificar aparelhos para ter acesso a canais de TV por assinatura (mas sem pagar por isso). Canais divulgando como acompanhar gratuitamente filmes e séries disponíveis originalmente em alguma plataforma de streaming. Materiais que replicam abertamente na íntegra algum curso ou serviço. O que esses tipos de ações têm em comum? Eles passaram a entrar no radar do comando do YouTube. Na atualização de sua política de privacidade divulgada nesta semana, a rede social de vídeos mantida pelo Google alertou: vai atuar contra canais e conteúdos que incentivam práticas de “pirataria”. Leia mais: “O que redatores, compositores e programadores têm em comum?” Em documento entregue ao parlamento do Reino Unido, a direção do YouTube aproveitou para dar um exemplo do tipo d...
YouTube suspende canal de ‘Os Pingos nos Is’, da Jovem Pan

YouTube suspende canal de ‘Os Pingos nos Is’, da Jovem Pan

Notícias, Política, YouTube
“Os Pingos nos Is” é um dos maiores canais conservadores do Brasil e diariamente tem quase 100 mil expectadores na transmissão ao vivo Foto: Reprodução/Jovem Pan Após o YouTube decidir suspender o canal do programa “Os Pingos nos Is”, da Jovem Pan, a plataforma decidiu liberar a transmissão. Com quase 3 milhões de inscritos, o canal ficaria proibido de colocar novos vídeos por duas semanas. Mais cedo, em nota, o grupo Jovem Pan afirmou que iria acionar a plataforma e recorrer da decisão. Leia mais: “Férias frustradas: após bombardeio nas redes, Doria decide voltar para SP” “Acionamos nossos advogados e já estamos recorrendo para que a liberdade de opinião prevaleça. Em sinal de respeito à nossa audiência, vamos mantê-los informados, transmitindo o programa pelo canal Jovem Pan News”, diz ...
Polícia indicia Felipe Neto por divulgar vídeos e tutoriais sobre sexo para crianças e adolescentes

Polícia indicia Felipe Neto por divulgar vídeos e tutoriais sobre sexo para crianças e adolescentes

Celebridades, Felipe Neto, polícia, Polícia Felipe Neto sexo crianças adolescentes, YouTube, Youtuber
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O youtuber de esquerda Felipe Neto foi indiciado nesta sexta-feira pela Polícia Civil do Rio de Janeiro por divulgar em seu canal do Youtube vídeos e tutoriais sobre sexo, conteúdos classificados como impróprio para crianças e adolescentes.De acordo com o documento com as alegações pelo indiciamento, o delegado Pablo da Costa Sartori justifica que Felipe Neto está sendo responsabilizado “por não limitar a classificação etária dos vídeos que possuem conteúdo e linguajar inapropriado para menores”. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE A investigação contra o youtuber foi instaurada inicialmente pelo Ministério Público do Rio devido a um registro de ocorrência feito em 2018. Durante a investigação conduzida pela Polícia Civil, Felipe Neto foi convocado a prestar depo...
× Como posso te ajudar?