sexta-feira, setembro 24Notícias Importantes
Shadow

vacina

Doria ironiza Bolsonaro e agradece apelido de ‘médico do Brasil’

Doria ironiza Bolsonaro e agradece apelido de ‘médico do Brasil’

Bolsonaro, Covid-19, Doria, Política, vacina
Na tarde desta segunda-feira (19) o governador de São Paulo, João Doria rebateu a declaração feita pelo presidente Jair Bolsonaro, onde afirmou que o tucano “está se intitulando médico do Brasil”. “Quero agradecer ao presidente Bolsonaro me qualificando como ‘médico do Brasil’, porque confio no médico e ontem foi Dia do Médico. Portanto, qualquer referência a mim, ainda que não seja médico, mas como tal, me distingue, porque acredito nos médicos. É o que temos feito, confiar nos médicos e na ciência para todas as medidas que adotamos na proteção a vidas e agora na vacina”, declarou Doria durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. O tucano fez questão de ressaltar ainda que a politização da vacinação não é o melhor caminho, pois segundo ele o país precisa de “paz, união e va...
‘Ditadores desprezam a individualidade’, diz Eduardo Bolsonaro a Doria

‘Ditadores desprezam a individualidade’, diz Eduardo Bolsonaro a Doria

Covid-19, Eduardo Bolsonaro, João Doria, Política, Twitter, vacina
Sem o mencionar o nome do governador de São Paulo, João Doria, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, disse na noite desta sexta-feira (16), que ‘ditadores desprezam a individualidade’, escreveu o parlamentar em rede social. A declaração ocorre após o tucano dizer que a vacina contra covid-19 em São Paulo será obrigatória.  Veja a declaração de Eduardo Bolsonaro no Twitter: “Todo ditador acha que sabe o que é o melhor para o povo, mais até do que o próprio povo. Trata aqueles a quem deveria servir com desdém Ditadores desprezam a individualidade e tratam todos como uma coisa só,um coletivo Por isso toda a engenharia social pensando nos castelos rui” Todo ditador acha que sabe o que é o melhor para o povo, mais até do que o próprio povo. Trata aqueles a quem deveria servir com desdém D...
Johnson & Johnson pausa teste de vacina contra covid-19

Johnson & Johnson pausa teste de vacina contra covid-19

coronavírus, Covid-19, Destaque, Johnson & Johnson, Notícias, Testes, vacina
De acordo com a empresa, voluntário teve ‘doença inexplicada’. Imunizante também é testado no Brasil Johnson & Johnson pausou testes com vacina contra covid-19 Foto: Open Grid Scheduler/Grid Engine/Flickr A Johnson & Johnson anunciou na segunda-feira 12 que paralisou os testes de terceira fase de sua vacina contra a covid-19. Isso porque um voluntário que recebeu uma dose de teste teve uma ‘doença inexplicada’, de acordo com a empresa. Não se sabe se a pessoa que manifestou sintomas tomou a vacina ou se recebeu placebo já que para controle dos resultados, o estudo é realizado em duplo cego, isto é, nem quem participa, nem os cientistas sabem quem recebe doses verdadeiras. A Johnson, porém, informou que esse tipo de pausa é comum em estudos de vacinas para que os pesquisadores...
Johnson interrompe testes de vacina após doença inexplicada de voluntário

Johnson interrompe testes de vacina após doença inexplicada de voluntário

Ciência e Tecnologia, destaques, Johnson & Johnson, vacina
O estudo da vacina Covid-19 da Johnson & Johnson foi interrompido nesta segunda-feira (12) devido a uma “doença inexplicada” em um participante da pesquisa. No Brasil, a empresa começou a recrutar voluntários no estado de Santa Catarina para testagem da chamada vacina Janssen-Cilag.  Mais de 60.000 voluntários estão testando a eficácia da vacina apresentou. “Eventos adversos, mesmo aqueles graves, são parte esperada de qualquer estudo clínico. Temos o compromisso de fornecer atualizações transparentes em todo o processo de desenvolvimento clínico de nossa vacina(…) Também estamos aprendendo mais sobre a doença desse participante e isso é muito importante para ter todos os fatos antes de dividirmos mais informações”, diz a empresa em nota. O teste da Johnson & Johnson foi inter...
Covid-19: Vacina de Oxford chegará ao Brasil em janeiro

Covid-19: Vacina de Oxford chegará ao Brasil em janeiro

Brasil, coronavírus, Covid-19, Eduardo Pazuello, Notícias, Pazuello, Saúde, vacina
Inicialmente a entrada do imunizante no país estava prevista para 2020 Foto: Canva A vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com o laboratório AstraZeneca não chegará ao Brasil em 2020. Inicialmente previstos para ser entregues no país em dezembro, os primeiros lotes tiveram a vinda adiada em um mês. Agora, as doses do imunizante serão embarcadas para solo brasileiro em janeiro de 2021. Leia mais: “Governo lança campanha multivacinação para evitar outras epidemias” O adiamento da entrega das vacinas foi confirmado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Em entrevista à emissora CNN Brasil, ele explicou que o envio da vacina da Universidade de Oxford se dará em duas etapas. “Ficou para janeiro a entrega inicial de 30 milhões [de doses]”, afirmou Pazu...
Maioria dos brasileiros pretende tomar vacina contra a covid-19

Maioria dos brasileiros pretende tomar vacina contra a covid-19

Covid-19, Destaque, Notícias, novo coronavírus, vacina
É o que informa levantamento divulgado hoje pelo Instituto Paraná Pesquisas Foto: CANVA Mais de 61% da população brasileira está à espera de uma vacina para se defender da covid-19. É o que revela o levantamento realizado pelo Instituto Paraná Pesquisas divulgado nesta segunda-feira, 14. Leia mais: “Vacina da Oxford não foi causa de reação adversa em paciente” De acordo com a pesquisa, a maioria dos entrevistados respondeu “sim” ao questionamento se pretende tomar um imunizante como forma de se prevenir do contágio do vírus chinês. Outros 27% colocaram uma condição. Afinal, sinalizaram que poderão tomar, mas que depende do país responsável pelos testes. Por fim, 9% garantiram que não irão se imunizar contra o novo coronavírus. Vacina obrigatória Responsável por entrevistar mais de 2 mil ...
Anvisa aprova retomada do estudo da vacina de Oxford

Anvisa aprova retomada do estudo da vacina de Oxford

coronavírus, destaques, Oxford, vacina
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a retomada no Brasil dos testes da vacina contra a covid-19 da Universidade de Oxford. Especialistas da agência avaliaram, em reunião realizada na tarde deste sábado, 12, as informações recebidas da agência reguladora britânica, do Comitê Independente de Segurança do estudo clínico e da empresa patrocinadora do estudo, a AstraZeneca. “Após avaliar os dados do evento adverso, sua causalidade e o conjunto de dados de segurança gerados no estudo, a Anvisa concluiu que a relação benefício/risco se mantém favorável e, por isso, o estudo poderá ser retomado. É importante destacar que a Anvisa continuará acompanhando todos os eventos adversos observados durante o estudo e, caso seja identificada qualquer situação grave com voluntários br...
× Como posso te ajudar?