sábado, fevereiro 27Notícias Importantes
Shadow

lava jato

PF acha propina em dinheiro vivo em forro da casa de prefeita no RN

PF acha propina em dinheiro vivo em forro da casa de prefeita no RN

lava jato, Notícias, polícia federal
Espalhe por ai:A Polícia Federal localizou cerca de R$ 20 mil em dinheiro vivo no forro da casa da prefeita de São Francisco do Guaporé (RN), Gislaine Clemente (MDB), alvo da Operação Reciclagem nesta sexta, 25. Ela foi presa junto de outros três prefeitos e um ex-deputado por crimes contra a Administração Pública. Segundo a corporação, os políticos foram filmados recebendo centenas de milhares de reais sendo distribuídos em dinheiro vivo.Na casa do prefeito de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock (PSDB), foram apreendidos cerca de R$ 5 milhões em dinheiro em espécie e bens, como joias.Os demais alvos da Reciclagem são Marcito Aparecido Pinto (Ji-Paraná, PDT), Glaucione Rodrigues (Cacoal, MDB), Gislaine Clemente (São Francisco do Guaporé, MDB) e Daniel Neri (ex-deputado).Segundo a Polícia F...
MPF denuncia cinco investigados na Operação Esquema S

MPF denuncia cinco investigados na Operação Esquema S

Justiça, lava jato, Notícias
Espalhe por ai:O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro denunciou hoje (25) à Justiça o ex-presidente da Fecomércio Orlando Diniz e mais quatro pessoas pelo crime de lavagem de dinheiro e peculato pelo suposto desvio de recursos de órgãos do Sistema S fluminense. Os fatos são investigados na Operação Esquema S, um desdobramento da Lava Jato no Rio. Além de Diniz, delator do suposto esquema, foram denunciados as advogadas Luiza Nagib Eluf, Marcia Zampiron e o advogado Frederick Wassef, além do empresário Marcelo Cazzo. Segundo o MPF, os desvios ocorriam por meio de pagamentos de serviços advocatícios. De acordo com a acusação, R$ 4,6 milhões teriam sido desviados do Sesc, Senac e da Fecomércio. Os fatos teriam ocorrido entre dezembro de 2016 a maio de 2017.Para os procurad...
Aras diz que Lava Jato de Curitiba concentrou dados que podem gerar operações em todo Brasil

Aras diz que Lava Jato de Curitiba concentrou dados que podem gerar operações em todo Brasil

Aras, Augusto Aras, lava jato, Lava Jato de Curitiba, Operaçã, PGR, Política
O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta sexta-feira (25), em entrevista para a revista Veja, que a Lava Jato omitiu arquivos que podem gerar operações em todos os estados. Ao ser questionado sobre as polêmicas dele em relação à Lava-Jato, Aras respondeu: “Durante a crise com os procuradores de Curitiba, alguns senadores do Nordeste me perguntaram: “Doutor, por que não tem Lava-Jato no Nordeste?”. Olha, a resposta é muito simples: Curitiba concentrou 1 petabyte de dados que, se fossem compartilhados, teria Lava-Jato em todo o Brasil, porque essas informações nunca foram enviadas a estados como Ceará, Bahia Pernambuco…”. E mais: “Precisamos preservar a unidade da instituição para que os nossos bancos de dados sirvam para todo o Brasil e estejam disponíveis para todos os ...
PGR fecha acordo com operador que confessou ter entregado malas com R$ 3,8 milhões a Renan Calheiros

PGR fecha acordo com operador que confessou ter entregado malas com R$ 3,8 milhões a Renan Calheiros

Justiça, lava jato, Notícias
BRASÍLIA — A Procuradoria-Geral da República (PGR) assinou um acordo de não-persecução penal (ANPP) com um operador que relatou ter entregado malas de dinheiro destinadas ao senador Renan Calheiros (MDB-AL) no ano de 2014, Durval Rodrigues da Costa.É o segundo ANPP assinado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, — o primeiro havia sido com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM). Este caso envolve um inquérito contra Renan que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), por um desdobramento da delação dos executivos da J&F. O caso resultou na Operação Alaska, deflagrada pela Polícia Federal.Leia mais:Pelo acordo de não-persecução penal, Durval da Costa confessa ter cometido o crime de corrupção ativa e se compromete a prestar serviços à comunidade pelo período de um ano...
Wilson Witzel cobrava 10% de dinheiro repassado a sete prefeituras, revela investigação do MPF

Wilson Witzel cobrava 10% de dinheiro repassado a sete prefeituras, revela investigação do MPF

lava jato, Notícias, polícia federal, Política, Wilson Witzel
RIO — A Procuradoria-Geral da República (PGR) apontou mais um suposto esquema para desviar dinheiro público da Saúde do Rio, durante a gestão do governador afastado Wilson Witzel e do ex-secretário Edmar Santos, em que teria sido instituída uma espécie de “rachadinha” de repasses do Fundo Estadual de Saúde a sete prefeituras. Do total transferido para esses municípios, o grupo receberia de volta 10% do valor. A modalidade de desvio foi apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) na segunda denúncia em que aponta Witzel como líder da organização criminosa.Leia mais:Segundo Edson Torres, apontado como operador financeiro do grupo, a Secretaria estadual de Saúde planejou transferir R$ 600 milhões aos fundos municipais de Saúde, para que o montante entrasse no cálculo do valor mínimo con...
Bretas ordena sequestro de R$ 237 milhões em bens do advogado de Lula

Bretas ordena sequestro de R$ 237 milhões em bens do advogado de Lula

Destaque, Justiça, lava jato, Notícias
Cristiano Zanin, advogado de Lula, esteve na Polícia Federal em Curitiba nesta sexta-feira (8) — Foto: ReproduçãoO juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, determinou o bloqueio de R$ 237,3 milhões do criminalista Cristiano Zanin Martins, advogado do ex-presidente Lula (PT) na Lava Jato. A decisão foi tomada no dia 1º e tornada pública no sábado (19/9), quando o magistrado levantou o sigilo dos autos do documento.Bretas também bloqueou R$ 32,1 mil do associado de Zanin, Roberto Teixeira, e outros R$ 237 mil do escritório de advocacia dos criminalistas.Leia mais:A ordem foi tomada no âmbito da Operação E$quema S, que apura tráfico de influência e desvios milionários das seções fluminenses do Serviço Social do Comércio (Sesc RJ), Serviço Nacional de ...
Força-tarefa prevê 10 novas fases para a Lava Jato

Força-tarefa prevê 10 novas fases para a Lava Jato

Justiça, lava jato, Notícias
Procuradores afirmam ainda que cinco delações premiadas em andamento poderiam abrir 40 novas investigações Força-tarefa de Curitiba negocia cinco delações premiadas | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL No documento em que pede à Procuradoria Geral da República a prorrogação da operação Lava Jato, a força-tarefa de Curitiba afirma que planeja deflagrar ao menos dez novas fases nos próximos meses e oferecer 15 denúncias criminais, conforme noticia o jornal O Estado de S. Paulo. Quatro novas fases estão prontas para serem deflagradas, com ordens de prisões, buscas e apreensões e quebras de sigilos da Justiça. O foco segue o mesmo: políticos, funcionários públicos, empresários, operadores financeiros, entre outros. Ainda, a força-tarefa informa que está em andamento a negociação de cinco delaçõe...
STF usou inquérito das fake news para apurar o que a Lava Jato tinha sobre Toffoli e Gilmar

STF usou inquérito das fake news para apurar o que a Lava Jato tinha sobre Toffoli e Gilmar

Dias, Dias Toffoli, Gilmar, Gilmar Mendes, lava jato, Operação Lava Jato, Política, STF, Supremo, Supremo Tribunal Federal, Supremo Tribunal Federal (STF), Toffoli
O Supremo Tribunal Federal (STF) usou o inquérito ilegal das fake news para descobrir de forma clandestina o que a Operação Lava Jato tinha sobre Dias Toffoli e Gilmar Mendes e se a força-tarefa tinha outros ministros na mira de investigações. A informação é da revista Crusoé. De acordo com denúncia feita pela revista, em particular, “homens” de Alexandre de Moraes, relator do inquérito, “se mobilizaram para descobrir o teor de depoimentos e documentos sobre Toffoli, que foi delatado por Marcelo Odebrecht, e Gilmar, cuja mulher havia sido alvo da Receita Federal”. Documentos sigilosos do inquérito, obtidos pela Crusoé, mostram que, logo após vir a público o documento em que Marcelo Odebrecht dizia que Toffoli era o ‘amigo do amigo de meu pai’ na lista da empreiteira, os encarregados do inq...
Polícia Federal conclui inquérito e aponta ‘evidências robustas’ de caixa 2 de Renan em doações da Odebrecht

Polícia Federal conclui inquérito e aponta ‘evidências robustas’ de caixa 2 de Renan em doações da Odebrecht

Justiça, lava jato, Notícias
A Polícia Federal concluiu um inquérito sobre o senador Renan Calheiros (MDB-AL) e apontou que há “evidências robustas” de caixa 2 em doações da Odebrecht recebidas pelo político. O resultado do inquérito foi encaminhado para o Supremo Tribunal Federal (STF).Os investigadores apontam que Renan recebeu R$ 500 mil em doações do grupo Odebrecht nas eleições de 2010 pelo setor financeiro paralelo da empresa. O caixa 2 ocorre quando o dinheiro é recebido pelo candidato, porém não é declarado à Justiça Eleitoral.“Há elementos concretos e relevantes no sentido da existência de materialidade e autoria dos crimes investigados no presente inquérito, encontrando-se presentes indícios suficientes de que o senador José Renan Vasconcelos Calheiros cometeu o crime previsto no art: 350 do Código...
Operação da Lava Jato sobre desvio de R$ 151 milhões do Sistema S e da Fecomércio pode ser anulada por Gilmar Mendes

Operação da Lava Jato sobre desvio de R$ 151 milhões do Sistema S e da Fecomércio pode ser anulada por Gilmar Mendes

Fecomércio, Gilmar, Gilmar Mendes, lava jato, Política, Sistema S, STF
O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Napoleão Nunes Maia Filho, acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) contra a operação da Lava Jato que investiga um suposto esquema de tráfico de influência no STJ e no Tribunal de Contas da União (TCU). O movimento pode acabar anulando a Operação E$quema S, deflagrada na semana passada passada contra diversos advogados. Na denúncia da Lava Jato, advogados de Lula foram apontados como comandantes do “núcleo duro” da organização criminosa que desviou os valores. No pedido inicial, Napoleão solicitou ao STF uma verificação sobre a possibilidade de a Lava Jato no Rio de Janeiro estar investigando pessoas com prerrogativa de foro privilegiado sem autorização. Caso a conduta ficasse confirmada, ele pediu a suspensão das apuração e a requisição ...
× Como posso te ajudar?