sábado, março 2Notícias Importantes
Shadow

Guedes

PEC Emergencial é a maior reforma fiscal em 22 anos, comemora Ministério da Economia

PEC Emergencial é a maior reforma fiscal em 22 anos, comemora Ministério da Economia

economia, Guedes, ministério da economia, Paulo Guedes, PEC Emergencial, PEC Emergencial Ministério da Economia, Política
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 Em nota divulgada na sexta-feira (12), O Ministério da Economia comemorou a aprovação da PEC Emergencial e disse que a proposta representa a mais importante reforma fiscal em 22 anos. De acordo com o Ministério de Paulo Guedes, são as maiores mudanças na administração do orçamento desde a Lei de Responsabilidade Fiscal de 1999. A pasta afirmou que as medidas de corte de gastos obrigatórios exigidas como compensação para a recriação do auxílio emergencial estabelecem o compromisso com o equilíbrio das contas públicas e devem se traduzir em mais investimentos e emprego no futuro. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 “Com responsabilidade fiscal e social, o Brasil atrairá investimentos que impactam diretamente na geração de emprego e renda das famílias”, dest...
Paulo Guedes detona possibilidade de impeachment contra Bolsonaro: “uma sabotagem à democracia brasileira”

Paulo Guedes detona possibilidade de impeachment contra Bolsonaro: “uma sabotagem à democracia brasileira”

Guedes, Notícias, Política
O ministro da Economia, Paulo Guedes, comentou acerca da pressão por parte da oposição para que o impedimento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seja tocado adiante. Para o ministro, a tentativa de derrubar o mandatário brasileiro se caracteriza como uma “sabotagem à democracia brasileira”, e ele lembra que o Chefe de Estado foi eleito com mais de 57 milhões de votos. Leia também: Deputado petista divulga vídeo de carreata de apoiadores de Bolsonaro como se fosse contra o presidente “Isso é uma tentativa de descredenciamento, uma sabotagem à democracia brasileira. O presidente foi eleito com 60 milhões de votos, voto popular. Todo dia, desde o início, todo dia tem conversa”, disse o ministro no Planalto, em participação na Latin America Investment Conference. E acrescentou:&nb...
Recorde: Paulo Guedes anuncia maior criação de empregos da História para o mês de novembro

Recorde: Paulo Guedes anuncia maior criação de empregos da História para o mês de novembro

ATUALIDADES, economia, Guedes, ministro da economia, Notícias, Paulo Guedes, Política
O super ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou aquilo que é, segundo ele, a maior criação de empregos da história do Brasil, para o mês de novembro. Paulo Guedes explicou que, no mês de novembro, o país registrou uma geração de 400 mil novos empregos. Com isso, no acumulado do ano, houve um saldo positivo de criação de novos postos de trabalhos, apesar de ter sido um ano de pandemia. O ministro da Economia ainda destacou que o fato dos novos empregos terem sido criados nos setores mais afetados pela pandemia — serviços e comércio — sinaliza uma retomada da atividade econômica no país em “V” que ele havia anunciado. Paulo Guedes ainda pontuou que 2020 foi um ano difícil e que um dos focos do governo para o próximo ano será a vacinação em massa para salvar vidas e garantir aos bra...
Paulo Guedes: “Weintraub queria partir para cima do Supremo”

Paulo Guedes: “Weintraub queria partir para cima do Supremo”

Guedes, Notícias, Política, Weintraub
O ministro da Economia do Governo Bolsonaro, Paulo Guedes, afirmou que partiu dele a ideia de indicar o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, para o Banco Mundial. De acordo com ele, a ação ocorreu para apaziguar a relação entre o governo federal e o Supremo Tribunal Federal (STF). Abraham saiu do governo no dia 18 de junho de 2020. Na ocasião, ele era o centro da intriga entre os poderes Executivo. Weintraub declarou durante a reunião ministerial do dia 22 de abril que, se fosse por ele, “colocava esses vagabundos na cadeia, a começar pelo STF”. Relacionado: Paulo Guedes afirma que desmontou plano de Impeachment contra Bolsonaro comandado por Maia Posteriormente à sua saída do ministério, Weintruab foi anunciou que iria rumar para os Estados Unidos. O super ministro da economia aind...
Guedes diz que Weintraub queria “partir para cima do STF”

Guedes diz que Weintraub queria “partir para cima do STF”

Guedes, Política, STF, Supremo, Weintraub
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O ministro da Economia Paulo Guedes deu uma entrevista para revista Veja que foi ao ar nesta sexta-feira (18). Entre os temas abordados na reportagem, Guedes falou sobre movimento para desestabilizar o governo.De acordo com o ministro, “tinha um cronograma” e, em sessenta dias iriam fazer o impeachment” do presidente Jair Bolsonaro. “Tinha gente da Justiça, tinha o Rodrigo Maia, tinha governadores envolvidos”, afirmou. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Ao ser questionado o que fez ao saber sobre o movimento, Guedes respondeu: “E o que o senhor fez depois? Liguei para cada um dos ministros do Supremo para tentar entender o que estava acontecendo. Conseguimos desmontar o conflito ouvindo cada um deles”. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE E continuou: “O minist...
País tem ferramentas de auxílio que podem ser usadas em 2021 dentro do teto, diz Guedes

País tem ferramentas de auxílio que podem ser usadas em 2021 dentro do teto, diz Guedes

2021, economia, Guedes, teto de gastos
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira que, apesar de a concessão do auxílio emergencial chegar ao fim em 31 de dezembro, o país dispõe de ferramentas de assistência, dentro do teto de gastos, que podem ser utilizadas no ano de 2021, caso necessário. “Temos capacidade de antecipar benefícios, diferir pagamentos, várias ferramentas que vão nos permitir calibrar aterrissagem lá na frente”, afirmou Guedes em audiência pública remota da Comissão Mista da Covid-19. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O ministro também pontuou que esses mecanismos já haviam sido utilizados antes da aprovação da chamada PEC de Guerra, aprovada durante a pandemia. Também em suas falas, o titular da pasta econômica ressaltou que o teto continua a ser mantido como...
Guedes comemora 4º mês de saldo positivo do Caged: “Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês”

Guedes comemora 4º mês de saldo positivo do Caged: “Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês”

caged, Caged outubro, economia, Guedes, Guedes Caged
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Em live na manhã desta quinta-feira (26), o ministro da Economia Paulo Guedes comemorou os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados hoje. “A economia brasileira continua retomando em V, gerando empregos a um ritmo acelerado”, disse o ministro. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE “O mês de outubro obteve o melhor resultado na série histórica do Caged. Foram 394 mil”. ” Desde 1992, o Brasil não criava tantos empregos em um mês”, comemorou. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Em outubro, o Brasil abriu 394.989 vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) divulgados nesta quinta-feira (26) pelo Ministério da Economia. É o 4º mês seguido de saldo positivo e o melhor resu...
Guedes: ‘Se houver 2ª onda da Covid-19, prorrogação do Auxílio Emergencial é certeza’

Guedes: ‘Se houver 2ª onda da Covid-19, prorrogação do Auxílio Emergencial é certeza’

2ª onda Covid-19, auxílio emergencial, coronavírus, Covid-19, destaques, economia, Guedes, Guedes 2ª onda Covid-19 Auxílio Emergencial
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou que, caso uma 2ª onda da pandemia da Covid-19 atinja o Brasil, o governo pode recriar o auxílio emergencial em um valor menor do benefício. “Existe possibilidade de prorrogar auxílio emergencial? Se houver segunda onda, não é uma possibilidade, é uma certeza”, disse em evento virtual da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) nesta quinta-feira (12).  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE No entanto, Guedes explicou que no caso de uma segunda onda, o benefício provavelmente seria em valor menor aos R$ 600, repassados no início da pandemia, a partir de abril. “Se vier uma segunda onda da pandemia, vamos decretar o Estado de Calamidade Pública de novo e vamos recalibrando os instrumentos e ter que recriar. Ao e...
Guedes diz que pretende privatizar Eletrobras, Correios e Porto de Santos até dezembro de 2021

Guedes diz que pretende privatizar Eletrobras, Correios e Porto de Santos até dezembro de 2021

Correios, economia, Eletrobras, Guedes, Porto de Santos, Pré-Sal Petróleo S.A., privatização
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O ministro da Economia Paulo Guedes afirmou na tarde desta terça-feira (10) que pretende privatizar ao menos quatro estatais até o fim de 2021. As empresas são Eletrobras, Correios, PPSA (Pré-Sal Petróleo S.A.) e Porto de Santos. A data estipulada por Guedes é um novo prazo para a venda das estatais, já que o ministro havia prometido privatizá-las até o mês passado. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE “Há uma guerra política. Nós entregamos, e a oposição diz que nós não entregamos”, afirmou. As declarações de Guedes foram dadas durante o evento “Boas práticas e desafios para a implementação da política de desestatização do Governo Federal”, promovido pela Controladoria-Geral da União (CGU). CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
STF nega pedido da esquerda para afastar Guedes

STF nega pedido da esquerda para afastar Guedes

Destaque, Guedes, Marco Aurélio, Notícias, Paulo Guedes, PDT, STF
Ministro da Economia era alvo de ação movida pelo PDT O ministro Paulo Guedes: vitória contra o PDT no STF | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil A esquerda segue sofrendo derrotas para o governo federal. Nesta sexta-feira, 6, um partido viu a tentativa de afastar Paulo Guedes do Ministério da Economia negada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Leia mais: “‘Ideologia de gênero’ sai da pauta do STF” Por meio do plenário virtual, o STF formou maioria contra a ação movida pelo PDT. O partido da esquerda recorreu ao Judiciário para que Guedes ficasse de fora do Poder Executivo enquanto a Operação Greenfield fosse concluída. A investigação contra o ministro, devido a questões relacionadas a fundos de pensão, foi arquivada em outubro. Relator do caso no STF, o ministro Marco Aurélio foi o p...
× Como posso te ajudar?