sábado, fevereiro 27Notícias Importantes
Shadow

facebook

Facebook tira do ar a página principal dos militares de Mianmar

Facebook tira do ar a página principal dos militares de Mianmar

facebook, Mianmar, Mundo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 (Reuters) – O Facebook deletou no domingo (21) a página principal dos militares de Mianmar sob seus padrões que proíbem o incitamento à violência, disse a empresa, um dia depois de dois manifestantes serem mortos quando a polícia abriu fogo em uma manifestação contra o golpe de 1º de fevereiro.“Em linha com nossas políticas globais, removemos a página da equipe de informações do Tatmadaw True News do Facebook por violações repetidas de nossos Padrões da Comunidade que proíbem o incitamento à violência e a coordenação de danos”, disse um representante do Facebook em um comunicado. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 O exército de Mianmar é conhecido como Tatmadaw. Sua página True News não estava disponível no domingo. O porta-voz militar não respondeu a um te...
Facebook desenvolve funções para ‘clonar’ o Clubhouse

Facebook desenvolve funções para ‘clonar’ o Clubhouse

facebook, Notícias, redes sociais, Tecnologia
A ascensão do Clubhouse no mercado de plataformas de redes sociais já faz o Facebook movimentar-se. De acordo com informações divulgadas nesta semana pelo jornal norte-americano The New York Times, a big tech estaria desenvolvendo um projeto similar ao concorrente recém-lançado e que tem atraído público nas últimas semanas. Voltado ao envio de mensagens por áudio, o Clubhouse vem conquistando popularidade. Dessa forma, o The New York Times indica que o projeto do Facebook estaria em fase inicial de desenvolvimento, o que poderia ser encarado pelo mercado como reação diante da mais nova concorrência. Oficialmente, o Facebook não comentou as informações divulgadas pela imprensa a respeito do tema. Compre ou copie O Facebook tem histórico de adquirir concorrentes ou copiar recursos nativos de...
Microsoft está de olho na briga do Google com o governo da Austrália

Microsoft está de olho na briga do Google com o governo da Austrália

Austrália, facebook, Notícias, Tecnologia
Bing é o navegador desenvolvido pela Microsoft, que busca conquistar mercado na Austrália | Foto: Reprodução A briga comercial entre o Google e governo e empresas de comunicação da Austrália faz com que um dos principais concorrentes do gigante de buscas on-line comece a agir. Diante da ameaça do Google em encerrar as atividades de seus serviços no país oceânico, a Microsoft busca ampliar o seu espaço no mercado local. E confirmou seus planos nesta semana. Leia mais: “Amazon é multada em US$ 61,7 milhões por desviar gorjeta de motoristas” Em comunicado assinado por seu presidente, Brad Smith, a Microsoft não mencionou o Google, mas indiretamente criticou o rival. Isso porque a Microsoft registra “apoio total” ao projeto de lei em tramitação no Parlamento da Austrália que, na prática, obrig...
Facebook reconhece que “cometeu um erro” ao censurar hidroxicloroquina

Facebook reconhece que “cometeu um erro” ao censurar hidroxicloroquina

Ciência e Tecnologia, facebook, hidroxicloroquina
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 O conselho de supervisão do Facebook recomendou a criação de um “novo padrão” para o que considera desinformação ou fake news sobre saúde e categorizou as atuais regras como “inadequadamente vagas”. Após censurar publicações com estudos sobre a efetividade da hidroxicloroquina (HCQ) como tratamento contra a covid-19, a big tech reconhece que “cometeu um erro”. A informação é do R7. Em seu Twitter, a Dra. Simone Gold publicou (em inglês): “O Facebook acaba de anunciar que ‘cometeu um erro’ quando censurou estudo mostrando que a hidroxicloroquina salva vidas. Censura nunca é “um erro”. Os executivos da tecnologia tomaram repetidamente decisões calculadas, mês após mês, silenciando médicos ao redor do mundo.” Gold ficou conhecida depois que um vídeo – on...
Facebook vai deixar de recomendar grupos políticos para seus usuários

Facebook vai deixar de recomendar grupos políticos para seus usuários

facebook, Notícias, Tecnologia
O presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou na última quarta-feira (27) que a plataforma deixará de recomendar grupos políticos aos seus usuários. Essa medida foi tomada há alguns meses nos Estados Unidos para reduzir as tensões eleitorais e será expandida globalmente. “Paramos de recomendar grupos militantes ou políticos nos Estados Unidos à medida que as eleições se aproximavam e agora pretendemos estender essa regra para todo o mundo“, disse Mark Zuckerberg durante a apresentação dos resultados trimestrais da gigante das mídias sociais. O objetivo é “acalmar as coisas e desencorajar conversas que dividem”. A empresa alcançou quase US$ 86 bilhões em receitas durante todo o ano e gerou mais de US$ 29 bilhões em lucros, um aumento de...
Revista Oeste lança desafio para redes sociais e agências de checagem

Revista Oeste lança desafio para redes sociais e agências de checagem

Destaque, facebook, Fake News, Notícias, redes sociais
Reportagem corretada foi marcada como fake news pelo Facebook e pelo projeto Aos Fatos Foto: Reprodução Um conteúdo produzido pelo site da Revista Oeste em julho de 2020 foi erroneamente taxado como fake news pelo Facebook e pela agência de checagem Aos Fatos. No entanto, parece ter faltado checagem aos envolvidos, pois a matéria em questão — “Imagem da Nasa prova que a Floresta Amazônica não está em chamas” — apresenta informações corretas. Leia mais: “Colunista da Folha defende ‘autoritarismo necessário’” A correção do material apresentado ao público foi validada por um dos especialistas que ajudaram a pautar o assunto. Doutor em ecologia e chefe-geral da Embrapa Territorial há 40 anos, Evaristo de Miranda validou o conteúdo divulgado por Oeste. “O Inpe não usa vários satélites. Isso si...
Premier da Polônia acusa gigantes da tecnologia de silenciar vozes críticas

Premier da Polônia acusa gigantes da tecnologia de silenciar vozes críticas

Donald Trump, facebook, Mundo, Notícias
O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, durante uma mesa redonda na cúpula da UE no edifício do Conselho Europeu em Bruxelas, em 11 de dezembro de 2020 - POOL/AFP O primeiro-ministro da Polônia criticou nesta terça-feira (12) os gigantes da internet e das redes sociais por silenciar vozes dissidentes sob o pretexto de correção política, em referência às restrições aplicadas ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, desde o ataque ao Capitólio. Mateusz Morawiecki, cujo governo é um aliado próximo do presidente Trump, disse que o passado comunista da Polônia é a razão pela qual “vemos todas as tentativas de restringir as liberdades com tanta ansiedade”. LEIA MAIS:  Em publicação no Facebook, o primeiro-ministro afirmou que as grandes empresas do mundo da inter...
Telegram faz piada com nova política de privacidade do Facebook e WhatsApp

Telegram faz piada com nova política de privacidade do Facebook e WhatsApp

Ciência e Tecnologia, facebook, Telegram, WhatsApp
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O Telegram parece estar gostando da reação negativa que o WhatsApp recebeu depois de atualizar sua política de privacidade no início desta semana. O serviço de mensagens postou dois clássicos do Homem-Aranha apontando um para o outro meme com ícones do Facebook e do WhatsApp no lugar dos dois super-heróis no Twitter. Em uma outra postagem, o mensageiro usou o “meme do caixão” com a foto da tela da política de privacidade do WhatsApp e Facebook. O viral surgiu durante a quarentena. A cena é usada especialmente no final de vídeos com situações com finais trágicos. pic.twitter.com/6eGm2emsYx — Telegram Messenger (@telegram) January 10, 2021 CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE pic.twitter.com/ARzNTrekvQ — Telegram Messenger (@telegram) January 8, 2021 CONTIN...
Depois do Twitter, Facebook e Instagram censuram Trump

Depois do Twitter, Facebook e Instagram censuram Trump

censura, congresso, Donald Trump, facebook, Instagram, Joe Biden, Mundo, Notícias, Política, Twitter
Perfis do presidente dos Estados Unidos estão suspensos, por 24 horas Biden foi certificado presidente eleito dos EUA | Foto: Shealah Craighead/Casa Branca Depois de o Twitter censurar o presidente Donald Trump, foi a vez do Facebook e do Instagram. As duas redes sociais pertencentes ao empresário Mark Zuckerberg suspenderam, por 24 horas, os perfis do chefe do Executivo. A decisão ocorre depois da manifestação a favor do republicano, em que pessoas invadiram o Congresso Nacional de modo a impedir que Joe Biden fosse declarado vitorioso, conforme noticiou Oeste. Em um post intitulado “Nossa resposta à violência em Washington”, o Facebook afirmou que estava monitorando em tempo real as atividades na plataforma. Declarou que removeria publicações que incitassem ou apoiassem o ato. “Como par...
Facebook pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp

Facebook pode ser obrigado a vender Instagram e WhatsApp

EUA, facebook, Instagram, Mundo, Notícias
A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) e procuradores de 48 estados e territórios em todo o país entraram com um processo contra o Facebook no qual alegam que a empresa abusou de sua posição dominante com suas grandes aquisições para neutralizar a concorrência. Em particular, as autoridades responsabilizam o gigante das redes sociais pelas aquisições dos aplicativos de fotos Instagram, em 2012, por US$ 1 bilhão, e de mensagens WhatsApp, em 2014, por US$ 22 bilhões. Também criticam as condições impostas pelo Facebook aos desenvolvedores de software. “As ações do Facebook para consolidar e manter seu monopólio negam aos consumidores os benefícios da competição”, disse Ian Conner, diretor da Divisão de Concorrência da FTC. “Nosso objetivo é reverter o comportamento...
× Como posso te ajudar?