sábado, abril 17Notícias Importantes
Shadow

dólar

Dólar chega a R$ 5,77, mas fecha estável após comentário de Lira

Dólar chega a R$ 5,77, mas fecha estável após comentário de Lira

dólar, economia, Notícias
Dólar chega a R$ 5,77, mas fecha estável após comentário de Lira - Agora Notícias Brasil dólar Num dia de reviravoltas no mercado financeiro, o dólar fechou com pequeno recuo após encostar em R$ 5,80. A bolsa de valores, que caía 3,5%, quase reverteu o movimento na última hora de negociação e encerrou com leve baixa. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (3) vendido a R$ 5,664, com recuo de R$ 0,002 (-0,03%). Depois de atingir R$ 5,77 na máxima do dia, por volta das 13h30, a divisa estava cotada a R$ 5,74 às 16h30, quando passou a cair após um comentário do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira. Em postagens nas redes sociais, Lira negou que o Congresso pretenda votar medidas que furem o teto fed...
Dólar fecha em queda de olho em eleições na Câmara e no Senado

Dólar fecha em queda de olho em eleições na Câmara e no Senado

Câmara, dólar, Dólar queda eleições Câmara Senado, economia, Eleições, queda, senado
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1 De olho nas eleições para o comando da Câmara dos Deputados e do Senado, o dólar fechou em queda nesta segunda-feira (1º) depois de três altas seguidas. A bolsa de valores recuperou-se parcialmente das perdas de sexta-feira (29), impulsionada pelo ambiente externo internacional. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2 O dólar comercial encerrou hoje vendido a R$ 5,45 com recuo de R$ 0,025 (-0,45%). A divisa operou em queda durante quase toda a sessão, mas chegou a registrar breves momentos de alta. Na máxima do dia, por volta das 12h, o dólar chegou a subir para R$ 5,48, mas a cotação inverteu o movimento e voltou a cair durante a tarde. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3 No ano, o dólar acumula valorização de 5,03%. Além das eleições no Congresso, que podem def...
Dólar engata 3ª alta seguida e bate máxima em quase 2 semanas puxado por exterior

Dólar engata 3ª alta seguida e bate máxima em quase 2 semanas puxado por exterior

dólar, economia
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O dólar emendou a terceira alta consecutiva e fechou no maior patamar em quase duas semanas frente ao real nesta terça-feira, alavancado pelo rali da moeda norte-americana no exterior, num dia mais negativo para ativos de risco em geral diante de preocupações com a Covid-19. O dólar à vista subiu 0,79%, a 5,1639 reais na venda, maior patamar desde 9 de dezembro (5,1737 reais). CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE A série de três altas –na qual acumulou ganho de 1,69%– não era vista desde as também três valorizações seguidas entre 10 e 12 de novembro. No exterior, o índice do dólar saltava 0,6%, com a moeda em alta frente a 26 de seus 33 principais pares. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE (Reuters) CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Semana fecha com dólar em baixa e Ibovespa em alta

Semana fecha com dólar em baixa e Ibovespa em alta

dólar, economia, Ibovespa, Notícias
Moeda norte-americana atinge menor valor frente ao real desde julho Dólar: em desvalorização frente ao real | Foto: Canva O dólar fechou a terceira semana consecutiva com desvalorização ante o real. A moeda norte-americana encerrou esta sexta-feira, 4, sendo negociada a R$ 5,12. É o menor patamar registrado desde 22 de junho, quando o dólar comercial ficou em R$ 5,11. Leia mais: “Consumo das famílias cresce 7,6% no terceiro trimestre de 2020” No consolidado da semana, o dólar recuou 3,77% (no comparativo com a última semana). Bolsa de valores Enquanto o dólar cai, o principal índice da B3, a bolsa de valores do Brasil, cresce. O Ibovespa fechou o último pregão da semana com alta de 1,3% em relação aos números de ontem, quinta-feira 3. O índice fechou o dia com 113.750 pontos. *O espaço p...
Dólar tem forte queda e é cotado a R$ 5,14, no menor valor desde julho

Dólar tem forte queda e é cotado a R$ 5,14, no menor valor desde julho

dólar, economia, Notícias
O dólar fechou em forte queda de 1,93% nesta quinta-feira (3), cotado a R$ 5,1401, refletindo a fraqueza da moeda norte-americana no exterior em meio a expectativas de mais estímulo econômico nos Estados Unidos e otimismo em relação à distribuição de vacinas para a Covid-19. Esse foi o menor valor desde 22 de julho. No Brasil, concentrava a atenção dos investidores a divulgação dos números do PIB (Produto Interno Bruto) do 3º trimestre. Na parcial de dezembro, a moeda norte-americana acumula queda de 3,86%. No ano, o avanço ainda é de 28,19%.  Nesta quinta-feira (3), o Banco Central fez leilão de swap tradicional para rolagem de até 16 mil contratos com vencimento em abril e agosto de 2021. Cenário local e externo Segundo Luciano Rostagno, estrategist...
Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

Dólar fecha em R$ 5,37 e tem maior queda em uma semana

dólar, economia, Notícias
Em um dia de euforia nos mercados globais, a bolsa de valores encostou em 110 mil pontos, e o dólar teve a maior queda em uma semana. A sessão foi marcada por notícias nos Estados Unidos que animaram os investidores em todo o planeta. O índice Ibovespa, da B3, fechou estaterça-feira (24) aos 109.786 pontos, com alta de 2,24%. O indicador está no nível mais alto desde21 de fevereiro, antes de os primeiros casos oficiais de covid-19 serem registrados no país. Na ocasião, o índice tinha fechado em torno dos 113 mil pontos. No mercado de câmbio, o dólar comercial caiu R$0,058 (-1,06%) e encerrou o dia vendido a R$ 5,375. Essa foi a maior queda diária desde o dia 17, quando a moeda tinha recuado 1.97%. A divisa operou em baixa durante todo o dia, até fechar próxima da cotação mínima da sessão....
Dólar recua com otimismo com vacina e é negociado abaixo de R $ 5,40. Bolsa, em alta, ultrapassa os 106 mil pontos

Dólar recua com otimismo com vacina e é negociado abaixo de R $ 5,40. Bolsa, em alta, ultrapassa os 106 mil pontos

dólar, economia, Notícias
RIO — O dólar iniciou a semana em forte queda, abaixo de R$ 5,40, com a segunda-feira sendo marcada por otimismo no exterior após a divulgação de dados promissores da China e esperanças em torno de uma vacina contra a Covid-19. Por aqui, os investidores digeriam os resultados do primeiro turno das eleições municipais, em meio à percepção de que a discussão de projetos importantes será retomada depois da conclusão das eleições. Ao mesmo tempo,  estão atentos ao Boletim Focus divulgado esta manhã, em que o mercado vê inflação mais alta em 2020 e reduz projeção de queda do PIB. Leia mais: Às 9h08, o dólar recuava 1,45%, a R$ 5,395 na venda, frente ao fechamento de sexta-feira, quando a moeda americana fechou a R$ 5,475. No acumulado do ano, o dólar tem alta de mais de 34%...
Dólar sobe 1,6% ante real em semana de maior volatilidade

Dólar sobe 1,6% ante real em semana de maior volatilidade

bolsa de valores, dólar, economia
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O dólar fechou perto da estabilidade ante o real nesta sexta-feira, mas não sem antes exibir gangorra similar à dos últimos dias, ao fim de uma semana em que a moeda acumulou valorização em meio a aumento de volatilidade.O dólar à vista registrou variação negativa de 0,07% nesta sexta, para 5,4754 reais. Ao longo do pregão, a divisa oscilou entre 5,527 reais (+0,87%) e 5,4506 (-0,52%). CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE Na semana, a cotação subiu 1,58%, devolvendo parte do tombo de 6,07% da semana anterior, quando ocorreram as eleições norte-americanas. O real viu elevação de volatilidade implícita na semana, saindo de 16,6% para 18,2%. Dentre as principais divisas emergentes, apenas a combalida lira turca exibiu maior instabilidade. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDA...
Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil

Banco Central registra recorde de remessas de dólares para o Brasil

dólar, economia
Com a alta do dólar, as remessas de brasileiros que vivem no exterior para familiares no Brasil têm batido recordes. Em setembro, foram registradas US$ 293 milhões de receitas de transferências pessoais, segundo dados do Banco Central (BC). Esse foi o maior volume para o mês de setembro, na série histórica, iniciada em 1995. Em setembro de 2019, as transferências somaram US$ 248,6 milhões.CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE De janeiro a setembro deste ano, foram US$ 2,407 bilhões enviados para o Brasil, crescimento de 11,6% em relação a igual período de 2019. Segundo o chefe do Departamento de Estatísticas do BC, Fernando Rocha, o dólar mais caro faz com que o dinheiro convertido em reais no Brasil represente um volume maior de recursos. Ele diz que isso pode incentivar os brasileiros no exteri...
× Como posso te ajudar?