sexta-feira, dezembro 9Notícias Importantes
Shadow

AstraZeneca

Vacina da Oxford tem 79% de eficácia contra a covid-19

Vacina da Oxford tem 79% de eficácia contra a covid-19

AstraZeneca, coronavírus, Covid-19, Mundo, Notícias, Vacina da Oxford
A vacina contra o coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford tem eficácia de 79% na prevenção de casos sintomáticos da covid-19. É o que mostram estudos feitos nos Estados Unidos, no Chile e no Peru, divulgados nesta segunda-feira, 22. O imunizante se mostrou seguro e teve 100% de eficácia nos casos graves, que necessitam de internação dos pacientes. “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford” As pesquisas foram feitas com 32 mil voluntários de diferentes faixas etárias. Com os novos dados, o laboratório AstraZeneca — responsável por financiar o produto da instituição britânica — deve solicitar autorização para uso emergencial nos Estados Unidos. No Brasil, a mercadoria teve o registro definitivo concedido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária em ma...
Vacina da Oxford: países retomam uso após aval da ‘Anvisa’ da UE

Vacina da Oxford: países retomam uso após aval da ‘Anvisa’ da UE

AstraZeneca, coronavírus, Covid-19, Mundo, Notícias, União Europeia, Vacina da Oxford
Onze países informaram que retomarão o uso da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford. O imunizante é patrocinado pela farmacêutica britânica AstraZeneca. Na quinta-feira 18, França, Alemanha, Espanha e Portugal voltaram a utilizar o produto. Apesar de também recuarem da decisão de suspender o antígeno, Holanda, Letônia, Lituânia, Bulgária, Chipre, Irlanda e Suécia ainda não anunciaram uma data específica para reaplicação. A medida foi tomada por essas nações depois que a “Anvisa” da União Europeia (EMA, na sigla original) atestou a segurança da mercadoria. Conforme noticiou Oeste, vários governantes suspenderam a vacina depois de suspeitas de coágulos sanguíneos em pacientes. “Tudo o que você precisa saber sobre a vacina da Oxford” No fim de semana passado, a Ast...
Após países suspenderem uso, AstraZeneca reafirma segurança da vacina

Após países suspenderem uso, AstraZeneca reafirma segurança da vacina

AstraZeneca, Covid-19, Mundo, Notícias
A farmacêutica AstraZeneca divulgou neste domingo, 14, um comunicado reafirmando a segurança da sua vacina contra a covid-19, elaborada em parceria com a Universidade de Oxford. O pronunciamento veio após países suspenderem o imunizante diante de relatos de aumento de coágulos sanguíneos em decorrência do seu uso. A empresa informou que promoveu uma análise dos dados dos pacientes vacinados e que não foi identificado nenhum risco dessa natureza. Leia mais: “Após início da vacinação, internações de idosos maiores de 90 anos caem 20%” O laboratório disse que mais de 17 milhões de pessoas foram vacinadas na União Europeia e no Reino Unido com a vacina e não houve evidências de um risco aumentado de embolia pulmonar, trombose ou trombocitopenia, em qualquer idade definida grupo, gênero, lote o...
Dinamarca suspende uso da vacina da Oxford/AstraZeneca

Dinamarca suspende uso da vacina da Oxford/AstraZeneca

AstraZeneca, coronavírus, Mundo, Notícias, Vacina da Oxford
A Dinamarca suspendeu o uso da vacina contra a covid-19 produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. A medida ocorre em virtude de relatos de alguns pacientes que desenvolveram coágulos sanguíneos após a imunização. Dias atrás, outros países da União Europeia (UE) suspenderam o uso de um lote específico da vacina. O ministro da Saúde dinamarquês, Magnus Heunicke, disse nesta quinta-feira, 11, que as autoridades estão procurando “sinais de um possível efeito colateral sério na forma de coágulos sanguíneos fatais”, embora tenha deixado claro que era uma “medida de precaução”, explicando que ainda não era possível concluir se os coágulos foram ocasionados pelo imunizante. “Agimos cedo. Isso precisa ser investigado minuciosamente”, disse Magnus, no Twitter....
Fiocruz deve assinar transferência de tecnologia do IFA até março

Fiocruz deve assinar transferência de tecnologia do IFA até março

AstraZeneca, Notícias, Saúde
A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) afirmou hoje (21) que deve ser assinado até março o contrato com a farmacêutica AstraZeneca que detalha a transferência de tecnologia para a produção do ingrediente farmacêutico ativo (IFA) da vacina Oxford no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos). A empresa anglo-sueca é desenvolvedora da vacina em parceria com a universidade britânica. A Fiocruz informou que, inicialmente, havia a previsão de que o contrato fosse assinado ainda em 2020. “No entanto, o grau de detalhamento necessário para esse tipo de documentação exigiu um tempo maior de preparação”, diz a fundação. A não assinatura do contrato de detalhamento, segundo a Fiocruz, não impactou o cronograma atual de entrega das vacinas, já que, neste momento, as vacinas são ...
Covid-19: agência europeia dá aval para a vacina da Oxford/AstraZeneca

Covid-19: agência europeia dá aval para a vacina da Oxford/AstraZeneca

AstraZeneca, coronavírus, Mundo, Notícias, Saúde, Vacina da Oxford
Foto: Cadu Rolim/Estadão Conteúdo A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) recomendou nesta sexta-feira, 29, o uso da vacina da Oxford contra a covid-19 na União Europeia. O próximo passo antes do início da distribuição e aplicação das doses do imunizante para os 27 países do bloco é uma autorização da Comissão Europeia. A segurança e a eficácia da vacina da Oxford foram avaliadas em quatro ensaios com voluntários humanos, mas a EMA informou que baseou a recomendação de uso apenas em dois ensaios, feitos no Brasil e no Reino Unido. Segundo a agência, os outros dois estudos tiveram apenas seis casos de covid-19 entre os participantes. A recomendação do uso foi feita para pessoas a partir de 18 anos de idade. Além disso, a EMA também considerou a aplicação da vacina em du...
Pazuello garante que não há atraso na importação de IFA para vacinas

Pazuello garante que não há atraso na importação de IFA para vacinas

AstraZeneca, CoronaVac, Eduardo Pazuello, Fiocruz, Índia, Instituto Butantan, Notícias, Política, Sinovac
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello em evento em Brasília | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quinta-feira, 21, que não há atraso na importação de insumos para a fabricação de vacinas contra a covid-19. Ele também garantiu que não existe nenhum problema político que esteja dificultando a chegada do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo). Leia mais: “Vacina da Johnson & Johnson produz resposta imune” “O embaixador chinês colocou para mim que não há nenhuma discussão política ou diplomática no assunto e sim burocrática. Ele vai encontrar onde está este entrave e vai ajudar a destravar”, afirmou o ministro. Pazuello destacou que, pelos contratos, a próxima previsão de entrega do IFA para o Instituto Butantan é 10 de fevereiro e, para a Fioc...
Incêndio atinge prédio de fabricante de vacinas na Índia

Incêndio atinge prédio de fabricante de vacinas na Índia

AstraZeneca, Índia, Mundo, Notícias, Vacinas
Um incêndio atinge nesta quinta-feira (21) um prédio na sede do Instituto Serum, principal produtor de vacinas da Índia e fabricante no país do imunizante anti-covid da Universidade de Oxford e da AstraZeneca. A sede da empresa farmacêutica fica na cidade de Pune, no estado de Maharashtra. Segundo o jornal Times of India, o incêndio acontece em uma planta em construção, mas “não afetará a produção de vacinas contra o coronavírus”. “As vacinas e a produção estão a salvo”, diz o jornal. As chamas atingem o quarto e quinto andares do edifício, que fica no Terminal 1 do Instituto Serum.
Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa decide hoje sobre uso emergencial de vacinas

Anvisa, AstraZeneca, CoronaVac, Covid-19, Destaque, Fiocruz, Instituto Butantan, Notícias, uso emergencial, Vacinas
Assista à reunião em que a diretoria da agência analisará a CoronaVac e o imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford Antônio Barra Torres é o diretor-presidente da Anvisa | Foto: Reprodução/YouTube Os cinco diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estão reunidos desde às 10h deste domingo, 17, para analisar dois pedidos de uso emergencial no Brasil de vacinas contra a covid-19. A equipe decidirá se aprova ou não a aplicação dos imunizantes desenvolvidos pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e o projeto testado pela Fiocruz a partir de parceria com a Universidade de Oxford e o laboratório europeu AstraZeneca. A expectativa é que a reunião, a ter cinco etapas conforme Oeste destacou anteriormente, tenha cinco horas de d...
Itamaraty: Índia tem ‘boa vontade’ para liberar vacina, mas há problema logístico

Itamaraty: Índia tem ‘boa vontade’ para liberar vacina, mas há problema logístico

AstraZeneca, coronavírus, Índia, Itamaraty, Notícias, Política, vacina
Chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, telefonou ao chanceler indiano Avião que irá à Índia buscar a vacina da AstraZeneca | Fotos: Tony Winston/MS O Ministério das Relações Exteriores afirmou nesta sexta-feira, 15, que o governo da Índia mostra “boa vontade” em liberar vacinas para o Brasil, mas apontou “dificuldades logísticas”, pois o pedido ocorre no momento em que o país começa a sua campanha de vacinação contra a covid-19. O chanceler brasileiro, Ernesto Araújo, telefonou na noite de quinta-feira 14 ao chanceler da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, e reiterou o pedido para importação de 2 milhões de doses prontas da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. Leia mais: “COMO SURGIU O NOVO CORONAVÍRUS?”, na edição desta semana da Revista Oeste A expect...
× Como posso te ajudar?