sexta-feira, setembro 24Notícias Importantes
Shadow

Argentina

Agora é oficial! Argentina aprova legalização do aborto

Agora é oficial! Argentina aprova legalização do aborto

Aborto, Argentina, Notícias, Política
Na madrugada desta quarta-feira (30), a Argentina aprovou definitivamente a legalização do aborto. A proposta já tinha sido aprovada pela Câmara dos Deputados do país platino, mas agora recebeu o clivo do Senado. O Senado, que é presidido pela ex-presidente Christina Kirchner, aprovou a proposta por 38 votos a favor, 29 contra e uma abstenção. O projeto foi enviado ao Congresso pelo presidente da República, Alberto Fernandez. Essa era uma de suas promessas de campanha para o país. Assim, as mulheres argentinas estarão liberadas por lei para optar pela interrupção da gravidez até a 14° semana de gestação. Antes, as mulheres platinas só podiam realizar o procedimento em caso de estupro ou quando existia risco à vida da gestante. No Twitter, o presidente argentino comemorou a aprovaçã...
Senado da Argentina legaliza o aborto no país

Senado da Argentina legaliza o aborto no país

Aborto, Alberto Fernández, Argentina, feminismo, Mundo, Notícias
Em meio ao surto de covid-19, passa a valer a interrupção da gravidez até a 14ª semana de gestação Do lado de fora do parlamento, feministas e outros movimentos de extrema esquerda comemoraram Foto: Divulgação/Instagram/Alberto Fernández Por 38 votos a favor, 29 contra e uma abstenção, o Senado da Argentina aprovou na madrugada desta quarta-feira, 30, o aborto no país. A partir de agora, as mulheres poderão interromper a gravidez até a 14ª semana de gestação. Depois desse período, só será permitido em casos de “risco de vida para a gestante ou quando a concepção é fruto de um estupro”. O texto prevê que os médicos contra o aborto não são obrigados a executar o procedimento, mas os serviços de saúde precisam apontar outro profissional disposto a fazê-lo. Se a paciente tiver menos de 16 ano...
Senado da Argentina aprova legalização do aborto no país até o 4º mês de gestação

Senado da Argentina aprova legalização do aborto no país até o 4º mês de gestação

Aborto, Argentina, legalização, Mundo, senado, Senado Argentina legalização aborto
Na madrugada desta quarta-feira (30), o Senado da Argentina aprovou, após 12 horas de debate, o projeto de lei de autoria do presidente socialista Alberto Fernández para legalizar o aborto no país. Foram 38 votos a favor da legalização, 29 contra e uma abstenção. “É aprovado, vira lei e vai para o Executivo”, declarou a vice-presidente Cristina Kirchner, que preside o Senado do país. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O texto aprovado hoje estabelece que as mulheres têm direito a interromper voluntariamente a gravidez até a 14ª semana de gestação, ou seja, no 4º mês de gravidez. Após este período, o aborto será permitido apenas em casos de risco de vida para a gestante ou quando a concepção é fruto de um estupro. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE O projeto de le...
Fernández erra e diz que Argentina está entre 10 países que vão vacinar em 2020

Fernández erra e diz que Argentina está entre 10 países que vão vacinar em 2020

Alberto Fernández, Argentina, coronavírus, Mundo, Notícias, Sputnik V, vacina
Na verdade, já existem 33 nações que estão imunizando contra a covid-19 Presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Reprodução/Redes Sociais O presidente da Argentina, Alberto Fernández, errou neste domingo, 27, ao afirmar que o país faz parte do grupo de “menos de 10 países ao redor do mundo” que começará a vacinar contra o coronavírus antes do final do ano. Na verdade, já existem ao menos 33 nações que estão vacinando contra a covid-19. A Argentina vai iniciar a campanha de vacinação na próxima terça-feira, 29, com a “Sputnik V”, imunizante desenvolvido pela Rússia. Leia mais: “Presidente da Argentina decide fechar a fronteira do país” “Acho que existem menos de 10 no mundo, por isso o que conquistamos é tão importante”, respondeu o presidente a uma pergunta sobre quais naçõ...
Argentina barra entrada de turistas, inclusive brasileiros

Argentina barra entrada de turistas, inclusive brasileiros

Argentina, Covid-19, Mundo, Notícias, Saúde
A Argentina anunciou que cidadãos de nações limítrofes, incluindo brasileiros, não poderão mais ingressar no país a partir desta sexta-feira (25). As novas regras valem até o dia 8 de janeiro, quando serão revistas. O aumento no número de casos de Covid-19 e a identificação de mutações do vírus Sars-CoV-2 motivaram o governo a alterar os procedimentos para a entrada de estrangeiros e também de argentinos que tenham viajado ao exterior. No final de outubro, a Argentina havia voltado a permitir a entrada de estrangeiros de países vizinhos – Brasil, Chile, Uruguai, Bolívia e Paraguai. Argentinos e residentes que regressarem ao país precisam apresentar teste negativo para Covid-19, do tipo PCR, realizado 72 horas antes do voo, e cumprir ...
Covid-19: Argentina exige quarentena e teste negativo para quem entrar no país

Covid-19: Argentina exige quarentena e teste negativo para quem entrar no país

Alberto Fernández, Argentina, coronavírus, Notícias, Saúde
Justificativa é a contenção da pandemia de coronavírus O presidente da Argentina, Alberto Fernández, adotou novas medidas para quem quer visitar o país | Foto: Joka Madruga/Site do PT A Argentina determinou a partir de sexta-feira 25 novos requisitos para a entrada e saída do país. Residentes e estrangeiros previamente autorizados poderão entrar apenas pelo aeroporto Ezeiza, o maior da região, ou pelo de San Fernando. As exigências, que valerão até 8 de janeiro, incluem a apresentação de um teste PCR negativo e a realização de quarentena obrigatória de 7 dias, informou o Ministério do Interior. No Porto de Buenos Aires só será autorizada a entrada de argentinos e moradores. Leia também: “Presidente da Argentina estuda fechar fronteira com o Brasil” *O espaço para comentários é destinado ...
Argentina restringe entrada e saída do país por aeroportos

Argentina restringe entrada e saída do país por aeroportos

Argentina, Mundo, Notícias
A Argentina estabeleceu novos requisitos para entrada e saída do país por via aérea, a partir desta sexta-feira (25) até o dia 8 de janeiro, informou o Ministério do Interior em comunicado divulgado nesta quarta-feira (23), em uma tentativa de conter o coronavírus. Apenas dois aeroportos do país foram autorizados para viagens internacionais, Ezeiza e San Fernando, ambos atendendo a região da capital, Buenos Aires. Leia mais: Entre as exigências estão um teste negativo para o coronavírus e a realização de uma quarentena obrigatória de 7 dias, disse o ministério. De acordo com os dados mais recentes do Ministério da Saúde, há 1.555.279 casos de coronavírus na Argentina, com 42.254 mortes pela doença e 1.379.726 pessoas que se recuperaram.
Nike busca novo comprador para os negócios na Argentina

Nike busca novo comprador para os negócios na Argentina

Alberto Fernández, Argentina, Mundo, Notícias
Companhia mexicana desistiu de assumir as operações da empresa norte-americana O presidente da Argentina, Alberto Fernández | Foto: Reprodução/Internet Depois de dez meses negociando, o grupo mexicano Axo desistiu de assumir as operações da Nike na Argentina, informou na quinta-feira 10 o jornal La Nacíon. No início deste ano, a marca norte-americana havia anunciado a intenção de adotar outro modelo de negócios. A medida inclui a transferência da venda das mercadorias, a distribuição entre parceiros comerciais e a gestão pelo distribuidor das lojas físicas e dos canais de vendas on-line. Apesar da operação frustrada, a Nike confirmou que buscará um novo parceiro e garantiu que manterá todos os empregos e planos de produção de roupas na Argentina. “A empresa continua comprometida com a reg...
Argentina: Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Argentina: Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Argentina, Mundo, Notícias
A Câmara dos Deputados da Argentina aprovou hoje (11), por 131 votos a favor, 117 contra e seis abstenções, o projeto de interrupção voluntária da gravidez. Pelo projeto, que segue agora para o Senado, o aborto é permitido até a 14ª semana de gestação. Um extenso debate se prolongou por 20 horas. Manifestantes acompanharam a sessão durante toda a noite nas imediações do Congresso. Leia mais: Durante pouco mais de 20 horas, 164 oradores se manifestaram contra e a favor do projeto. A sessão especial, que começou pouco depois das 11h, teve a presença, entre outros, da ministra das Mulheres e Diversidades, Elizabet Gómez Alcorta, do ministro da Saúde, Ginés González García, da secretária de Saúde, Carla Vizzotti, e da secretária Legal e Técnica, Vilma Ibarra. O p...
Congresso da Argentina começa a avaliar projeto de legalização do aborto

Congresso da Argentina começa a avaliar projeto de legalização do aborto

Argentina, Mundo, Notícias
O projeto tem apoio do presidente do país, Alberto Fernández. Veja um vídeo do envio do projeto ao Congresso. Grupos favoráveis e contrários à legalização do acesso ao aborto marcaram manifestações. Pelo texto, passa a haver previsão legal da interrupção da gravidez até a 14ª semana de gestação. A expectativa é que o projeto seja aprovado na Câmara, mas, depois, ele precisará ser submetido ao Senado. O debate deve durar cerca de 30 horas. O texto pode ser alterado e deverá ser votado na sexta-feira. “Estamos confiantes que haverá os votos. Estamos trabalhando em construir o consenso necessário”, disse Elizabeth Gómez Alcorta, a ministra das Mulheres, Gênero e Diversidade. Os manifestantes favoráveis à lei afirmaram que devem fazer uma vigília que atravessará a noite. Há alguns an...
× Como posso te ajudar?