quinta-feira, junho 20Notícias Importantes
Shadow

Candidato da direita vence eleição presidencial no Equador

O Equador tem um novo presidente da República. De direita, o ex-banqueiro Guilhermo Lasso venceu por 52,48% o candidato da esquerda correísta Andrés Arauz (47,52%). “Em 24 de maio, assumiremos com responsabilidade o desafio de mudar os destinos de nossa pátria e alcançar para todos o país de oportunidades e de prosperidade que desejamos”, declarou Lasso, na cidade Guayaquil, depois de as urnas terem sido apuradas, no domingo 11. É a terceira vez que o empresário disputa o Poder Executivo — em 2013 e 2017, Lasso foi derrotado. Desde então, vem angariando apoio da direita tradicional e de eleitores desencantados com o socialismo defendido pelo ex-presidente Rafael Correa.

Desafios do presidente eleito

O Equador está mergulhado numa crise econômica — em 2020, e sob administrações socialistas, o PIB despencou 8,9% — e sanitária — os contágios de coronavírus já atingiram 345 mil pessoas, e os óbitos por covid-19 chegam a 17,2 mil. O atual governo, do presidente Lenin Moreno, é rejeitado por cerca de 80% da população. Moreno, ex-vice-presidente de Correa, foi eleito em 2017 com o respaldo do então presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?