sábado, abril 17Notícias Importantes
Shadow

Briga na esquerda: Boulos critica Haddad

esquerda - fernando haddad - guilherme boulos - pt - psol
Fernando Haddad e Guilherme Boulos | Foto: Ricardo Stuckert

A informação de que o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) deve se candidatar novamente à Presidência da República em 2022 provocou discórdia entre integrantes da esquerda brasileira. Na noite desta sexta-feira, 5, Guilherme Boulos reclamou publicamente da postura adotada pelo petista.

Leia mais:

“Lewandowski nega a Cabral acesso a mensagens liberadas para Lula”

“Antes de lançar nomes, devemos discutir projeto”

“Defendo que a esquerda busque unidade para enfrentar Bolsonaro”, afirmou Boulos por meio de postagem divulgada em seu perfil no Twitter. “Para isso, antes de lançar nomes, devemos discutir projeto”, prosseguiu o socialista, em indireta a Haddad e ao Partido dos Trabalhadores. Dessa forma, demonstrou que esperava ser consultado antes de o ex-prefeito vir a público como possível candidato ao Palácio do Planalto.

Assim como Haddad, que perdeu o segundo turno no embate direto contra Bolsonaro, Boulos foi candidato à Presidência da República em 2018. Na ocasião, ficou atrás de figuras como Cabo Daciolo, Henrique Meirelles, Marina Silva e Alvaro Dias, recebendo somente o equivalente a 0,58% dos votos válidos.

Briga on-line com deputado

Com a reclamação de Guilherme Boulos, o ex-ministro da Saúde e atual deputado federal pelo PT de São Paulo Alexandre Padilha ironizou o integrante do Psol. “Quando você se lançou a prefeito [de São Paulo] ano passado não era só um nome né?”, questionou o parlamentar. Como resposta, Boulos voltou a pedir unidade da esquerda. Isso porque externou, mais uma vez, seu objetivo para 2022: derrotar Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

× Como posso te ajudar?
%d blogueiros gostam disto: