sábado, maio 25Notícias Importantes
Shadow

Barroso: se Bolsonaro tiver provas de fraude, o TSE vai apurar

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, disse neste domingo (29) que, se o presidente Jair Bolsonaro ou qualquer pessoa tiver “comprovação de fraude” nas eleições, a Corte vai apurar. Segundo ele, nunca houve provas de fraude desde que as urnas eletrônicas começaram a ser usadas, há mais de 20 anos.

“Se o presidente, ou qualquer pessoa, tiver comprovação de fraude em algum momento, desde 1996 até hoje, eu imediatamente diligenciarei no sentido de apurar. Mas eu sou juiz, eu lido com fatos e provas. Portanto, não posso me impressionar com a retorica política que faz parte de um jogo que não me cabe jogar”, disse Barroso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Nosso primeiro objetivo de aliar a eleição à saúde foi cumprido. O segundo objetivo foi combater as fake news, com parcerias com veículos de comunicação para enfrentar o comportamento e derrubamos uma enorme quantidade de contas fraudulentas”, disse o ministro do TSE.

“Tivemos dois problemas no primeiro turno e nenhum deles teve impacto no resultado ou fidedignidade das eleições. O primeiro foi do e-título com instabilidade. O segundo foi atraso de 2h50 na divulgação dos resultados. Causado pela suspeita de que problema fosse em um dos processadores, que de fato apresentou problemas, mas havia uma falha operacional da inteligência artificial dos computadores, e por incapacidade de testes, não foi detectada falha operacional consertada na noite do dia 15”, completou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?