segunda-feira, setembro 21Notícias Importantes
Shadow

Dia: 13 de maio de 2020

E se o meu povo que se chama pelo meu nome…

ATUALIDADES, Pregação, Teologia
Conteúdo E se o meu povo que se chama pelo meu nome… disponível no Portal Estudos Bíblicos. Para o povo de Israel ser restaurado, teria que ter uma oração coletiva, uma sujeição de todos ao mandamento de O post E se o meu povo que se chama pelo meu nome… apareceu primeiro em Estudos Bíblicos Teológicos Evangélicos - "Prossigamos até a perfeição" Hb 6:1.
Pastores Necessitam de pessoas comuns. Pessoas Comuns Necessitam de Pastores.

Pastores Necessitam de pessoas comuns. Pessoas Comuns Necessitam de Pastores.

Notícias
Meu tio morreu há quatro anos na casa em que foi criado, a casa que seu avô construiu. A fazenda de nossa família pertence a um Carlson há mais de 100 anos. Com exceção de um pequeno período na Marinha, meu tio morou ou naquela fazenda ou a uma milha de distância em outra fazenda, ambas na periferia de uma cidade de 900 habitantes. Todos os seus filhos se formaram na mesma escola secundária que ele. Ele nunca teve um computador ou escreveu um email. Perto do fim de sua vida, ele se atualizou adquirindo um flip fone. Acho que nunca nos falamos por telefone por mais de alguns minutos, mas passamos muito tempo juntos. Você gostaria de ser o pastor dele? Meu tio era um homem piedoso, mas não da maneira como alguns supunham. Ele não era um evangelista, um líder de estudos bíblicos nem mesmo...
Jornalista da Veja associa oração por Bolsonaro a saudação nazista

Jornalista da Veja associa oração por Bolsonaro a saudação nazista

ATUALIDADES, Bolsonaro
As mãos estendidas de pessoas orando pelo presidente Jair Bolsonaro foi retratada por um jornalista da Veja e sites vinculados à esquerda como uma “saudação nazista”. O gesto de oração aconteceu na última sexta-feira (8) na entrada do Palácio da Alvorada, após entrevista com jornalistas. A informação enganosa de que os apoiadores de Bolsonaro teriam feito uma saudação nazista foi publicada inicialmente pela Revista Fórum, que mais tarde alterou o texto para dizer que o gesto “lembra a saudação nazista”. O conteúdo foi publicado também pelo portal Brasil 247 e Catraca Livre, que também fizeram alterações na notí...
Salvo pela “Lealdade” Somente? Sobre uma Nova Tentativa de Revisar a Reforma

Salvo pela “Lealdade” Somente? Sobre uma Nova Tentativa de Revisar a Reforma

Notícias
Este ano [2017] marca o 500º aniversário da afixação das Noventa e Cinco Teses de Martinho Lutero na cidade de Wittenberg. Uma pergunta que surge é se os Cinco Solas — que corretamente captura algumas das maiores ênfases da Reforma — deveriam ser matizados após 500 anos de reflexão e estudo. Matthew Bates, um jovem estudioso talentoso que ensina na Quincy University, acredita que um ajustamento seria saudável, sugerindo que revisemos “fé somente” e reformulássemos com o slogan “lealdade somente”. Como aqueles que creem na Escritura somente, deveríamos estar abertos para reformar e reformular o que nos sustentamos no passado, em Bates nos desafia a olhar para Bíblia novamente Lealdade e o Evangelho Em seu novo livro, Salvation by Allegiance Alone: Rethinking Faith, Works, and the G...
A Magistratura e os Tempos em que Vivemos

A Magistratura e os Tempos em que Vivemos

Notícias
Sou do tempo daqueles da chamada “Velha Guarda”, quando há pouco mais de três anos me aposentei no Tribunal de Justiça de Minas Gerais, ocupando o cargo de Desembargador e Membro do Órgão Especial daquele Sodalício. Tomei a decisão de encerrar a minha carreira na Magistratura depois de 28 anos ativos, dos quais sete como Desembargador. Ocupei diversos cargos administrativos, dentre os quais o de Juiz Auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, integrante e Presidente de Turma Recursal, Juiz Auxiliar da Corregedoria Eleitoral do TRE-MG, além de Diretor-Executivo da Escola Judiciária Min. Sálvio de Figueiredo Teixeira, dentre tantos outros. O fato é que minha história de vida remonta aos meus 14/15 anos quando iniciei minha carreira no Judiciário, abrindo o Cartório do 2º Ofício do Judici...